sábado, dezembro 11, 2010

A INFELIZ PROCURA POR UMA RACHADURA

Ensimesmado, como diria Machado, ensimesmado ele ia ao encontro do nada. Era um sujeito nem gordo nem magro, nem cabeludo nem calvo, nem alto nem baixo. Era jovem, bastante jovem. Prestes a completar dezenove anos de idade.
Olhou para a pintura que há muito estava fixada na parede que recebia de frente quem subisse o primeiro lance de escadas.
Uma pintura estranha, diga-se.
Não era apenas paisagem. Não era figura nítida de um ser, nem de pessoa. Não era pintura abstrata, mas dava margem a interpretações várias. Uns diziam que era um cachorro vira latas, outros uma onça parda, havia ainda quem dissesse ser um lobo magro, ou uma raposa, um gato...
Ele olhou e pensou: “Que coisa mais estranha!”
Havia recebido a incumbência de encontrar e mostrar ao pessoal da manutenção uma rachadura que havia por de trás do quadro. Não precisou de escada para alcançá-lo. Colocou-se nas pontas dos pés e o tomou com as duas mãos trazendo-o para diante de sua face. Agora, com o quadro nas mãos, a figura disforme tomara certa forma ainda incerta.
Ele olhou e pensou: “É uma hiena esse bicho esquisito.”
Com muito cuidado, repousou a tela recostando-a na estátua do Dom Quixote de lata em tamanho natural. Aquele Quixote de lata já havia sido famoso na cidade. Ornava o Shopping. Exibia sua armadura aos que adentrassem o acesso principal do conjunto de lojas. Agora estava ali, naquele espaço morto. Tornara-se obsoleto. E era tratado como um estorvo. Estava entregue à ferrugem, à poeira, à opacidade. Mas isso nem vem ao caso. Serviu ao nosso amigo como escora para o tal quadro. Ao menos fora útil para algo.
O rapaz voltou-se de frente para a parede, agora despida do quadro. Examinou com muita atenção. Não encontrou qualquer sinal de rachadura como o diretor de recursos humanos havia lhe indicado.
Então pensou: “Mas que diabos?”
Decidiu subir ao almoxarifado e tomar uma lanterna emprestada, assim poderia examinar melhor o local onde haveria uma rachadura ocultada pelo estranho quadro. Ao subir mais um lance de escadas, desviou da placa que advertia: “Cuidado! Piso molhado”. As moças o olharam com ar de enfado, mas ele sequer notou que estava manchando o lugar onde elas já haviam limpado. Dois minutos depois, descia com a lanterna em punho, espavorido. Tentava acionar a luz do aparelho quando, acidentalmente, chutou o balde. A água estava suja. Era água de vários enxágues do pano de limpar. Por obra do destino, coisa que só o tempo poderá mostrar se fora sorte ou azar, a água fora alcançar justamente a gravura que estava ao pé do Dom Quixote de lata em tamanho natural. Sentiu o coração disparar e, imediatamente, sua face arder em chamas. Então, olhou para cima, apenas a fim de constatar o ar vitorioso e um sorriso contido nas faces das moças da limpeza. Era sua ruína vinda como um raio. Já não estava bem na empresa desde que fora flagrado em atividade virtual ilícita durante o horário de trabalho. É que uma colega, que por acaso passava próxima ao monitor onde ele navegava em uma rara oportunidade, vira que as imagens que ele apreciava não eram, como eu diria, próprias para menores de dezoito anos. Aquilo manchara a sua reputação, contudo não fora interpretado como justa causa para uma eventual rescisão de seu contrato. Mas agora, após o episódio da gravura molhada e manchada por água suja, certo era que sua vaca fora pro brejo, sua viola estava em cacos, e a coisa estava mesmo danada para o seu lado. Recobrou os sentidos. Recuperou o tônus. E saltou sobre a tela. Arrancou a própria camisa, que era branca, e começou a tentar, desesperadamente, secar o objeto. No entanto a gravura apenas deixou de estar molhada. Agora estava mais seca, porém não menos manchada. A sua camisa ficara em estado deplorável.
Abatido, sentou-se sobre a poça de água. Abraçou o tal quadro. Dizem que até verteu lágrimas. Não sei se é verdade. Fato é que as faxineiras disseram ter se comovido ao ver a situação do pobre coitado. Ficou pior quando elas lhe disseram que a rachadura não estava atrás daquele quadro, mas sim atrás de um outro que ficava no rol do segundo andar. Um que retratava a figura dum leão robusto caçando numa savana.
E foi quando ele pensou: “Maldita hiena esquálida!”
*
@Jefhcardoso74 no Twitter

91 Comentários:

Blogger Germano Muller disse...

Olá meu amigo Cardoso. Após teu comentário em meu blog o mínimo que podia fazer era dar uma espiadinha no teu. Gostei dele e já sou mais um dos teus mais de 2000 seguidores. Eu ainda nem cheguei aos 200. Parabéns e continue sempre assim. Um grande abraço. ET: a violência não esta só no RIO DE JANEIRO, esta dentro de cada um de nós...

11 de dezembro de 2010 17:48  
Blogger Adriana Alencar disse...

Nossa, que decepção, perder o emprego por uma hiena e ainda não ser o bicho certo, heheheh!
Muito bom o texto, prende a atenção!
Bom Domingo,
Adri

11 de dezembro de 2010 23:10  
Anonymous Anônimo disse...

Eitaaa que me delicio aqui com seus posts!!..Fico sempre de olho para ver se tem coisas novas por aqui.. e qdo tem.. ahhh que corro para cá rsrsrs.. e este, não foge as regras..
Beijos em seu coração!!!

*verinha*

12 de dezembro de 2010 02:33  
Blogger Sandro Honorato disse...

Olá parceiro e ai tudo bem?
Mais uma vez,um belo texto.
Adoro seu modo de ver o mundo e as pessoas.
Visita o meu blog por favor?
RIMAS DO PRETO

Abraços

12 de dezembro de 2010 06:28  
Blogger Herberth disse...

Oi passando pra divulgar minha radio se vc tem twitter acesse minha radio tudo sem intervalo comercial http://twitradio.com.br/realherberth

12 de dezembro de 2010 08:28  
Blogger  disse...

Era uma hiena mesmo?! (risos)
Gostei.

Beijos. Com Deus.

12 de dezembro de 2010 11:27  
Blogger mô. disse...

Oi jefh. Muitissimo obrigado pela sua visita, e sabe, seu comentário me ajudou muito! Era tudo o que eu precisava ler naquele momento. Obrigada mesmo. Me desculpe a demora para retribuir a visita, mas escola rouba muito o tempo né, então agora que estou de férias, vou voltar a visitar e reponder os comentários. Belo texto o seu, escreve muito bem. Parabéns. :)

12 de dezembro de 2010 12:22  
Blogger Nilredloh disse...

Jefh, o Dom Quixote tem que ajudar o cara a consertar a sua situação! Penso que é o Sonho de todo o leitor que sai de sua história! Nem que se tenha que pôr o Leão a cuspir a Hiena de volta!

Aquele Abraço,

Jorge

12 de dezembro de 2010 14:05  
Blogger mais uma no mundo... disse...

li não só esse, mas também outros textos do seu blog e me encantei!
vim aqui mais para retribuir a visita, mas ..que bom! As boas surpresas são sempre bem-vindas! Parabéns! (E suas frases são maravilhosas!)

12 de dezembro de 2010 18:06  
Blogger Cris disse...

Dou risada ou choro?
Jefh, acho que não era o dia do rapaz!.....rs
Caramba, tudo aconteceu por causa de uma rachadura. E que nem estava no tal quadro da "hiena".
Tem dias na vida da gente que é assim. Tudo parece dar errado, conspirar contra nossa vida e segurança, mas depois percebemos que era apenas uma forma de revolucionar e mudar. Mudaças são boas e necessárias. Tomara que tenha sido melhor para o rapaz do seu conto.

beijo grande!

13 de dezembro de 2010 02:19  
Blogger Alaila Resende disse...

Oi, muito bom seus contos, este me tirou boas risadas.
Parabéns!
FELIZ NATAL!

13 de dezembro de 2010 05:19  
Blogger Viva. disse...

Nossa! Adorei o texto. E gostei mais de uma hiena tomar, mesmo que por alguns instantes a cena de protagonista de uma história.

13 de dezembro de 2010 09:10  
Blogger Patrícia dos Anjos disse...

Ola meu querido...
Primeiramente dizer que seus textos são muito bem elaborados, sempre palavras que me fazem parar para refletir. Parabens.

E muito obrigada pelo carinho. Te seguindo!

13 de dezembro de 2010 12:09  
Blogger Salto Alto disse...

Jefhcardoso, eu adorei esse conto
e sua frase, abraços!

13 de dezembro de 2010 12:12  
Blogger Paula Marques disse...

Que escrita fantástica! Não consegui me dispersar das suas palavras em nenhum instante. Parabéns pelo dom e originalidade!

13 de dezembro de 2010 13:51  
Blogger ♥cinderela♥ disse...

Passei por aqui !!!!
Bjs e sorrisos !

14 de dezembro de 2010 04:33  
Blogger Diandra disse...

Oii, nossa que ótimo seu blog, e gostoso de ler!! Vou seguir...amei mesmo, sou péssima em palavras, retribuo em imagens....por isso dos meus scraps....bjoo e tudo de bom

14 de dezembro de 2010 06:19  
Blogger Diandra disse...

Á propósito adorei, posso colocar em uma cartão com seu crédito claro? .....“Mesmo que a felicidade lhe caia do céu é preciso estar na hora e no lugar certo. Mova-se!” (Jefhcardoso)

14 de dezembro de 2010 06:21  
Blogger * Fadinha Butterfly disse...

Pobre decepçao, perder o emprego por uma hiena e ainda não ser o bicho certo, eita loucura
estou seguindo te, embora meu blog seja de moda e de dietas, espero que encontre algo util no meu canto de pensamentos!
adorei teu blog
beijos

14 de dezembro de 2010 06:58  
Blogger Mônica Bif disse...

Oi Jefh! Primeiramente gostaria de te agradecer pelo seu comentário lá no meu Blog, muitíssimo obrigada!!! Sempre é bom encontrar por aqui pessoas legais que compreendem o "espírito da coisa" que agente escreve! Parabéns pelo seu Blog, vc escreve muito bem! Já publicou algum livro? Se não, tá na hora viu?! Rssss. Abraços, fica com Deus e muito sucesso!!!

14 de dezembro de 2010 09:22  
Blogger marcelo grejio cajui disse...

Baita azar. A descrição dos fatos está bem clara. Sempre passo por aqui para bisolhar seu ponto de vista dos fatos que é bem interessante.

abraço,
Cajui

14 de dezembro de 2010 10:21  
Blogger Larissa disse...

Vocês escreve bem, gostei do conto.
Finalmente que bicho era??

14 de dezembro de 2010 10:37  
Blogger Bruno Albuquerque disse...

muito divertido esse texto, fiquei realmente comovido com esse cara! kkkk

14 de dezembro de 2010 11:52  
Blogger H. disse...

oieee, obrigada pela visita no meu blog..
nossa muito interessante os seus textos..
esse aki me proporcionou algumas risadas..
;DD
Parabénss

14 de dezembro de 2010 13:50  
Blogger jefhcardoso disse...

Germano Muller, tem toda razão quando fala sobre o habitar da violência. Obrigado por sua atenção. Tenho muitos amigos de blogagem realmente. Quem muito visita muito é visitado. É isso. Seja bem vindo! Grande abraço!

Adriana Alencar, que bom que veio. Fico feliz que tenha gostado. Um grande abraço e obrigado!

Verinha, que delicia a sua presença! Obrigado pela atenção e carinho, linda. Conto contigo. Abraço!

Sandro Honorato, obrigado! Visito sim, amigo. Se eu não for neste momento não repare, e me cobre, por favor. Abraço!

Herberth, será um prazer. Abraço!

Vá, sabe que eu não sei? [sorrio]. Abraço!

Mô, fico feliz por ter dito algo que tenha lhe ajudado. Conto com mais visitas suas. Obrigado e abraço!

Jorge, fantástico, amigo! Obrigado por seu comentário. Vi cada cena. Abraço!

MaisUmaNoMundo, você é muito gentil. Muito obrigado por tamanho carinho e atenção. Um grande abraço!

Cris, [estou rindo] [muito bom!]. Vamos torcer para que esse rapaz tenha mais juízo e sorte no próximo conto. Imenso abraço, linda!

Alaila Resende, que bom que sorriu e gostou! Fico muito feliz por isso. Feliz Natal também! Espero que nos falemos antes. Abraço!

Viva, lembrei-me da hiena Lipi (oh, céus, oh, vida; isso não vai dar certo...). Obrigado! Grande abraço!

Patrícia, muito obrigado! Você é doce e gentil. Seja muito bem vinda! Um grande abraço, querida!

Salto Alto, que bom que curtiu! Venha mais vezes. Abraço!

Paula Marques, que coisa linda você está dizendo. Espero que venha me trazer mais presentes como este. Muito obrigado, linda!

Cinderela, Que bom! Beijos. [sorrio]

Diandra, pois eu gostei de suas palavras, você é muito gentil. Ficarei honrado em ser citado por você. Abraço e obrigado!

Fadinha Butterfly, em toda boa obra a que nos dedicamos existe utilidade. Agradeço a sua gentileza. Abraço!

Mônica Bif, não tenho nenhum livro não, mas agradeço por sua atenção, e pela força. Você é linda. Abraço!

Cajui, fico feliz que tenha vindo, amigo. Conto com sua atenção. Forte abraço!

Larissa, eu não sei que bicho era não. Acho que vai do olhar. Você tem algum palpite? Está valendo. Abraço e obrigado!

Bruno Albuquerque, fico feliz que tenha gostado, amigo. Abraço!

H., que bom! Venha mais vezes. Abraço!

14 de dezembro de 2010 14:33  
Blogger VANESSA LARANJEIRA disse...

kkkk.... coitado desse jovem, levantou da cama com o pé esquerdo e no dia errado... ADOREI!!!!

bjksss estou te esperando no meu cantinho

14 de dezembro de 2010 14:50  
Blogger Ney Brito disse...

Parabéns Jefh.
Realmente você tem o dom da escrita, ótimo texto.

14 de dezembro de 2010 14:53  
Blogger Patrícia Trajano disse...

Muito legal tua crônica e estarei te seguindo aqui e no twitter também. Vou ficar indo e voltando por aqui sempre, viu!? Agradeço o comentário no meu blog.Fiquei curiosa para ler tuas postagens.

14 de dezembro de 2010 15:10  
Blogger LIAA MAKEUP disse...

Oi... Jeff, retribuindo a visita e meus parabéns, mto bom gosto, vou aparecer mais vezes. BJUS

14 de dezembro de 2010 15:43  
Blogger KHzine disse...

Agradecido deveras caro Jefh. Só pela curiosidade em ouvires o Samba Triste e ainda mais por comentares (um belo comentário, aliás), já és merecedor da nossa mais elevada estima e, assim sendo, acabamos de lhe enviar duas das duas músicas compostas para o álbum a sair qualquer dia desses.


Ps: Um belo blog o seu (e muito bem frequientado).
=)*

14 de dezembro de 2010 16:42  
Blogger S. disse...

Seus textos são ótimos, muito bem escritos e estruturados!
Parabéns pelo blog e pelo trabalho.
E não posso deixar de dizer que fiquei feliz pelo prestígio cedido a mim e ao meu blog.
Continue com belos textos.
Até mais!

labelinfashion.blogspot.com

14 de dezembro de 2010 19:02  
Blogger Solange disse...

"maldita hiena esquálida"
Jefh..
às vezes eu encontro essa hiena no meu caminho..
mas não fico mais tentando consertar meu erro, eu olho pra ela e dou muita risada!!
(vou dizer como o Sandro agora..visita meu blog, por favor?)

bjs.Sol

15 de dezembro de 2010 03:51  
Blogger Blog da Jujuba disse...

Gostei muito do texto. Há dias em tudo de péssimo acontece mesmo com a gente. Obrigada por visitar meu blog. Agora vou ser leitora sua. Beijos.

15 de dezembro de 2010 06:24  
Blogger Diandra disse...

Boa Tarde! Jefh, tudo bem? Acabei de postar um cartão de mensagem com sua "citação" espero que goste! Passa lá para conferir! Com carinho meu!
Bjo!

http://bydih.blogspot.com/

15 de dezembro de 2010 06:40  
Blogger Érica disse...

OIEE!
Fiquei muito feliz com o seu carinho la no blog!
Volte quando quiser!
Adorei seus textos, vc escreve muito bem!

Beijos da Cáca.
@ericalimma
sereiabonita61.blogspot.com
=*

15 de dezembro de 2010 17:26  
Blogger Nádia Mara disse...

Muito bom!
Voltarei mais vezes.

15 de dezembro de 2010 17:50  
Blogger ricks disse...

oi eu sou do blog os negoso la puxa cara suas palavras foram profundas e muit bem escritas eu sou critic do site e eu gostaria da faser uma proposta coom o seu blog

15 de dezembro de 2010 18:25  
Blogger Giorgia Isabel disse...

muito obrigada pelo comentario no meu blog, e realmente, seu blog é fantástico *-*

15 de dezembro de 2010 18:42  
Anonymous Anônimo disse...

Gravuras molhadas são e sempre serão um grande problema!

15 de dezembro de 2010 19:40  
Blogger Jacque disse...

Oi amigo ! Eu estou oferecendo meu cartãozinho de Natal, no meu Blog AGUA DE ROSAS, apareça...
http://aguaderosas-jacque.blogspot.com/

15 de dezembro de 2010 20:09  
Blogger Thiago Mélo disse...

Após o comentário e convite feito em meu blog por sua pessoa não pude deixar de fazer uma visita breve ao seu blog para conhecer seu trabalho. Percebi que o mesmo é um trabalho digno de ser lembrado por todos igualmente a trabalhos de grandes autores da história.
Parabéns!
Por: Thiago Mélo (seu mais novo seguidor)

16 de dezembro de 2010 05:13  
Blogger Liria. disse...

Olá,Obrigada pelO comentário em meu blOg!
Volte sempre!! =)
Beijos e uma bOa quinta!!!

16 de dezembro de 2010 07:55  
Blogger Van Zion disse...

Adorei td aqui Jefh...
Parabéns e obrigado pela visita.

16 de dezembro de 2010 08:11  
Blogger Paula Prado disse...

Excelente amigo! Manteve o fluxo, prendeu a atenção, muito boas construções! Mandou bem! Muito prazer, Paula Prado.

16 de dezembro de 2010 17:00  
Blogger Grazi Angeloni disse...

Oi Jefh!!! Amei tudo aqui e fiquei mais "lislongeada" com sua visitinha sendo primeiro Man! Obrigada pelo seu carinho, já estou te seguindo e espero sua visita sempre, assim como a minha!!!
Super beijãoo:)

www.graziangeloni.blogspot.com

16 de dezembro de 2010 17:51  
Blogger Luana Matos disse...

Oii obrigada por ter passado no meu blog,volte sempre.
Nossa,adorei seus textos...não consegui deixar de ler outros...rs
bjo

16 de dezembro de 2010 20:44  
Blogger Helena Cardoso disse...

Primo? kkkkkk
Olá! Obrigada pela visita - vinhe devolvê-la... Adorei o blog e o conto.

Cheiro.

17 de dezembro de 2010 02:46  
Blogger Coisas de Adolescentes disse...

Depois de você ter comentado o meu blog o mínimo que eu podia fazer era visitar o teu e gostei muito Muito bom.Eu ja sou um de seus seguidores.

17 de dezembro de 2010 06:05  
Blogger Jairo Cézar disse...

Você escreve muito bem. Texto muito consciente e com ritmo gostoso de ler.

Parabéns!!!

17 de dezembro de 2010 07:09  
Blogger Edward de Souza disse...

Olá Jefhcardoso!
Aí está o Natal, manifestação cristã de nosso anseio de harmonia e felicidade, esperança de um mundo melhor. O ano de 2010 chega ao poente à espera do alvorecer de 2011. Entre o ocaso e o romper da aurora, noites estreladas de um verão vivo. Vamos deixar aflorar nossas virtudes. Como diria São Tomás, um hábito do bem, com ânimo e coragem de agir racionalmente.

Vamos aplaudir a chegada dos novos tempos, muitos dias para saborear a vida em 2011. Nossa nova jornada será de sucesso, de colheita de sorrisos e conquistas. Dias para rever a beleza que nos rodeia, para abraçar os amigos, cantar, sentir o aroma das plantas e agradecer ao criador. Resta-nos renovar nossos espíritos, deixar que a água do mar, mesmo a da torneira, toque nosso corpo para nos lembrar que vamos recomeçar com ânimo a caminhada rumo a um futuro pleno de luz. O sol do amanhã nos e embala e nos convida para uma grande e agradável aventura.

Um Feliz Natal e próspero Ano Novo, querido amigo e vizinho!

Edward de Souza

17 de dezembro de 2010 09:35  
Blogger Love Star** disse...

Nossa me impressionei pela forma incrivel que você escreve... Adorei mesmo.. Alem disso suas historias são bem legais e realmente não tem como não ler até o fim!

17 de dezembro de 2010 11:46  
Anonymous Anônimo disse...

Oi Cardoso!! depois de quase um ano eu estou consegui ver seu comentario, vlw mesmo!! gostei de sua postagem e me saupreendi com o seu numero de seguidores...rsrsrsrsr estou com outro blog agora!! se quiser dá uma olhadinha lá....
hafaeru.wordpress.com desde já grato.. fuiiii

17 de dezembro de 2010 12:01  
Anonymous Anônimo disse...

Nossa! Você é muito talentoso!

Também te convido para ler os contos: Walter: O Maníaco, A Casa e Uma Estranha Senhora. No meu blog!!!!!

agathavampira.blogspot.com

Atenciosamente, Ryan Honório.

17 de dezembro de 2010 14:12  
Blogger andressa_maiac.o disse...

Vi seu comentário no blog se vc escrever alguma coisa sobre juventude, sei lá expectativas para o ano novo, mudanças, seria bem interessante porque tem mais a ver com a finalidade do meu blog!www.calabocaandy.blogspot.c

17 de dezembro de 2010 15:22  
Blogger Marcelo Vilela disse...

Poxa amigo, belo texto, queria eu poder escrever assim, parabéns! Deus te deu um talento grandioso!

17 de dezembro de 2010 16:57  
Blogger João Marco disse...

Bom agradeço você por ter visitado meu blog, espero que tenha gostado, dei uma olhada no seu blog por completo e achei bem interessante.
Valeu

17 de dezembro de 2010 18:03  
Blogger Paty disse...

Seu texto e o jogo de palavras prendem muito a atenção do leitor! Adorei.

E obrigada pelo comentário. :)

17 de dezembro de 2010 20:26  
Anonymous Stéphany Ketllin disse...

Jefhcardoso... Obrigada pela visita em meu blog...
É impresionante a facilidade que você tem em manipular as palavras, além da atenção em todos os detalhes da cena. Exelente o seu texto!
Um beijo.
Stéphany Ketllin.

18 de dezembro de 2010 03:27  
Blogger Solange disse...

to aqui de novo pra agradecer a visita em meu humilde "parole"..
ele brilhou um pouquinho mais com tua presença Jefh..rs

bjs.Sol

18 de dezembro de 2010 04:31  
Blogger Helloíne Francielle disse...

Nossa, que homem azarado!
Coitado!

Ótimo texto, bem escrito, bem elaborado!
Consegue prender nossa atenção e nos deixa na expectativa de saber: "O que vai acontecer? Onde está a rachadura? E muitas outras perguntas..."

Adoreei

Ah! E muito obrigada pelo elogio sobre o meu blog, o seu tbm é muito bom.

Beijokas da Hellô do Sorteios e mais Sorteios

18 de dezembro de 2010 04:32  
Blogger jefhcardoso disse...

Vanessa Laranjeira, sim. Mau dia o dele. [sorrio]. Abraço e até breve!

Ney Brito, obrigado pela força, amigo! Grande abraço!

Patrícia Trajano, obrigado por sua atenção. Seja muito bem vinda. Grande Abraço!

Liaa, conto com sua presença. Obrigado e abraço!

KHzine, muito obrigado por sua generosa atenção. Estarei aqui torcendo para que façam muito sucesso com a proposta de um samba progressivo. Abraço!

S., prestigiado fico eu com tua presença. Foi um grande prazer me comunicar com você. Espero que continuemos. Abraço!

Solange, [sorrio], malditas hienas esquálidas. Visito, linda. Abração!

BlogdaJujuba, fico muito feliz que tenha gostado e decidido tornar-se leitora. Espero continuar produzindo textos que lhe tragam de volta. Um grande abraço e obrigado, linda!

Ficou lindo o cartão. Fiquei muito honrado com tão bela e delicada homenagem. Quero que fique registrada a minha gratidão, Diandra. Você é uma pessoa muito especial. Um enorme abraço pra você. Obrigado!

Cáca, prazer imenso lhe receber. Você é muito gentil. Abraço, linda!

Nádia Mara, obrigado! Conto com sua presença. Abraço!

Ricks, obrigado! Quero saber sobre o que propõe ao meu blog. Até! Abraço!

Giorgia Isabel, sou eu quem lhe agradece. Abraço!

Jacque, obrigado, linda. Um grande abraço!

Thiago Melo, você é muito gentil, cara. Estou longe de merecer o seu comentário. Mas continuarei me esforçando. Conto com sua generosidade. Um grande abraço, amigo!

Liria, beijos! Obrigado!

Van Zion, que bom que curtiu. Um grande abraço! Obrigado!

Paula Prado, muito obrigado! Um grande abraço!

Grazi Angeloni, fico honrado. Um grande beijo e obrigado!

Luana Matos, leia o quanto quiser. Será um prazer ler os seus comentários. Abraço!

Helena Cardoso, prima? [sorrio]. Que bom que curtiu. Venha mais. Beijos e cheiro!

CoisasdeAdolescentes, que bom que veio para ficar. Quanta honra. Um grande abraço e muito obrigado!

Jairo Cezar, você é muito gentil. Fico feliz que tenha gostado. Obrigado! Abraço!

Edward de Suza, que coisa linda, amigo! Que citação mais bem colocada essa de São Tomás. Estou encantado. Muitos dias em 2011. Isso é ótimo. Que tenhamos sucesso em nossas empresas, Edward. Muito obrigado, querido amigo e vizinho! Um grande abraço!

Love Star, lindo foi o seu comentário. Você me emocionou nesta manhã que respondo. Abraço!

Hafaeru, poxa, muito interessante isso. São os novos tempos da comunicação. Pode demorar, mas não falha. [sorrio]. Visitarei sim. Um grande abraço!

Ryan, você é muito gentil. Agradeço e aceito o seu convite. Abraço!

Andressa_Maiac.o, si. Entendi. Manterei contato. Sucesso ao seu blog! Agradeço por sua atenção. Um grande abraço!

Marcelo Vilela, você é muito gentil. Muito obrigado por suas generosas palavras. Um grande abraço!

João Marco, gostei sim, amigo. Obrigado por vir. Um grande abraço!

Paty, muito obrigado, linda! Venha sempre. Um grande abraço e obrigado!

Stéphany Ketllin, muito obrigado! Você é muito gentil. Um grande abraço!

Solange, você é sempre muito linda. Foi um prazer estar em seu blog. Muito obrigado por sua carinhosa atenção. Um abraço enorme pra você. Bom final de semana, querida!

Hellô, fico feliz que tenha gostado. Muito obrigado por seu delicioso comentário. Mais uma vez parabéns pela iniciativa de seu blog. Um grande abraço!

18 de dezembro de 2010 08:09  
Blogger Samieh Saleh disse...

Muito legal o teu blog!
Estou te seguindo!

Abraço, Samieh Saleh
salehsamieh.blogspot.com

18 de dezembro de 2010 10:03  
Blogger Thu disse...

Parabéns por suas histórias e por seu blog! É um ótimo texto! Ah! e obrigado pelo comentário em meu blog! Antes que eu me esqueça, quando eu fiz pela 1ª vez o teste "só pra inteligentes" que está no meu blog eu errei todas as perguntas... (risos meus)

18 de dezembro de 2010 10:38  
Anonymous Alan Santos disse...

É companheiro depois de sua visita no meu blog, estou eu aqui no seu. Gostei e muito dos textos. Abraço.

18 de dezembro de 2010 12:27  
Blogger Nathália Alves Pires disse...

kk que azar!
oii , estoou passando pra retribuir o comentario e estou seguindo.. abraço

18 de dezembro de 2010 12:55  
Blogger Gabriel Oliveira disse...

Olá, jefhcardoso!
Fico grato pelos elogios que fez em meu post. É legal ouvir coisas do tipo de pessoas que provavelmente já viram de tudo em blogs e ainda assim você me diz que achou interessante. Isso motiva a escrever.
Sou muito imaturo nessa coisa toda ainda. Escrevo de vez em quando, quando não tenho nada melhor pra fazer. Mas gosto bastante.
WTF é uma abreviatura inglesa para "q porra é essa". Espero ter ajudado.
Desculpe a demora, estava sem internet.
Abraços e boas festas.

18 de dezembro de 2010 12:59  
Blogger Frederico Cardoso disse...

Olá meu amigo, confesso que gostaria que esse conto nunca tivesse terminado. Conseguiu de todas as formas prender minha atenção. Parabéns.

18 de dezembro de 2010 13:31  
Blogger Ana Olivia disse...

Vejo que tens um blog bem rquisitado por aqui, fico feliz q tenha encontrado um tempo para visitar o meu humilde lar.
Devo admitir que nao pude ler todo o post, pq passei realmente para agradecer, mas promeeto voltar por aqui logo e ler mais coisas, ja que vi que temos a literatura como uma grande caracteristica em comum!
saudações.

18 de dezembro de 2010 18:36  
Blogger Lucas Pereira disse...

muito bacana, final surpreendente (e triste, vá lá...).
parabéns!

18 de dezembro de 2010 19:15  
Blogger Maria Bethânia disse...

Olá!!!
Acabei de levantar e - morta de preguiça - vim ler o seu conto. Adorei!(risos). Trágico e cômico. Foi divertido ler. E a forma que você colocou a vida desse sujeito no meio ficou bem legal. Parabéns. Obrigada pela "visitinha". Bom domingo!

19 de dezembro de 2010 04:39  
Blogger (((Flávia))) ♪♫ disse...

Jeff, parabéns você pelo seu blog!
Você escreve muito bem e chega ao ponto com suas palavras: nos faz pensar.

Estarei por aqui te visitando sempre!
Adorei! Coitado... o que uma hiena não fez com o cara! kkkkkkkk

19 de dezembro de 2010 06:35  
Blogger Favuca disse...

Quando não enxergamos nossas limitações, o acaso dá um jeito provocar mudanças substanciais e necessárias nas nossas vidas.

19 de dezembro de 2010 06:43  
Blogger Rômulo Maia disse...

Gostei por demais do texto. Linhas que hipnotizam e levam o leitor ató o último ponto final.

19 de dezembro de 2010 07:50  
Blogger TOMATE! disse...

Olá, Cardoso!
Belíssimo texto. Aliás, belíssimos textos!
Vou indicar.
Um grande abraço.

19 de dezembro de 2010 09:43  
Blogger Allyce Teixeira disse...

Não costumo me interessar por textos grandes nos blogs porque eu nunca leio algo bom..mas esse foi muito interessante! Muito obrigada pelos elogios, voltarei sempre aqui.
Beijos
www.allycesays.blogspot.com

19 de dezembro de 2010 11:18  
Blogger Lamark Martins disse...

Olá amigo, retribuindo aquela visita.
Ótimo texto, continue assim.

Até mais caro amigo.

19 de dezembro de 2010 13:17  
Blogger Alcione e Bere Cibiac disse...

Parabéns pelo conto muito bem construído e divertido!
Estaremos seguindo o seu blog e acompanhando os seus trabalhos.

19 de dezembro de 2010 13:25  
Blogger Eliana Romeu Trevizani disse...

rsrsrsrsrsr gostei do "das profundezas do meu blog" jefh rsrsrsrsrsrs de nada de nada conte sempre com algum comentário srsrsrsrss desculpe se demoro mas aos poucos estou lendo seus textos, pois são muitos. Este da rachadura achei triste por demais, maldade das faxineiras, enfim gostaria de saber de onde tiras inspiração....... Sabe tenho uma grande história e gostaria de escrevê-la (quem sabe acaba sendo uma nova revelação na literatura e vira filme feito Harry Potter rsrsrsrsrs), mas estou sem idéias para o começo..... posso contar com alguns dicas tuas????? Aproveite o verão eterno de Ituverava ok???? Melhor assim!! Viver imprevisivelmente o tempo todo não é bom!!!

19 de dezembro de 2010 13:43  
Blogger JAHMAN disse...

Parabéns pelo conteúdo do blog!!! Seus contos são ótimos, muito bem elaborados, irei indicar aos meus amigos.
Abraços!!!

19 de dezembro de 2010 19:18  
Blogger Vag disse...

Obg pelo comentário!
Ótimo texto! é de sua autoria?

19 de dezembro de 2010 20:07  
Blogger Conversando Com as Estrelas disse...

Olá! Muito Obrigada por visitar meu blog e pelo comentário. Acabei de ler seu conto. Adorei! Você tem um enorme talento e sabe envolver na narrativa. Espero que sempre me faça uma visitinha lá no blog... rs. Bom, desejo um Feliz Natal e Ano Novo antecipados! Abraços

21 de dezembro de 2010 02:13  
Blogger Dóris disse...

Oi Jefh!
Bom texto, bem divertido...porém ele mostra a falta de atenção de algumas pessoas. Será que o chefe do jovem não explicou em que lugar estava a rachadura, atrás de que quadro? Por outro lado, o jovem demonstra muita percepção para a arte.

Um forte abraço...e um Natal repleto de PAZ junto dos teus.

22 de dezembro de 2010 10:09  
Blogger • Paloma (sz) disse...

Oie . Bom texto bem interesante o Texto conntinue sempre assim , me visite mais . Beijos um abraço e Feliz Natal

24 de dezembro de 2010 15:24  
Blogger Marllon disse...

Hum, adorei seu conto muito bom mesmo. Gosto de criar mistério por que disperta curiosidade no leitor... abração!
espero que seja um grande escritor...

25 de dezembro de 2010 16:30  
Blogger jefhcardoso disse...

Samieh Saleh, seja bem vinda! Obrigado! Abraço!

Thu, tu é muito simpática. Confortou-me. [sorrio]. Obrigado e abraço!

Alan Santos, agradeço a retribuição. Abraço!

Nathália Alves, seja bem vinda! Muito obrigado! Abraço!

Gabriel Oliveira, a vida sem internet é um drama. [sorrio]. Cara, ajudou sim. Obrigado por sua atenção. WTF!

Frederico Cardoso, você é muito gentil. Seu comentário me enche de ânimo. Obrigado, amigo!

Ana Olivia, agradeço que tenha vindo. Aguardo-lhe com mais tempo. Espero que retorne mesmo, e comente novamente. Abraço!

Lucas Pereira, nada é fácil. Ai dele! [sorrio]. Abraço!

Maria Bethânia, fico honrado em participar do seu despertar de domingo, e feliz por ter te alegrado. Espero que volte. Um grande abraço, linda!

Flávia, muito obrigado pelo generoso comentário. Conto com sua atenção. Um grande abraço, linda!

Favuca, nada está parado de fato. A inércia é uma ilusão. Abraço!

Rômulo Maia, muito obrigado, amigo. O seu comentário é muito animador. Um grande abraço!

Tomate, obrigado! Você é muito gentil, amigo. Conto com o seu apoio. Um grande abraço!

Allyce Teixeira, você é muito gentil. Tenha a certeza de minha gratidão. Um grande abraço!

Lamark Martins, fico grato, amigo. Grande abraço!

Alcione e Bere Cibiac, fico muito feliz que tenham gostado e decidido ficar. Conto com a atenção de vocês. Abraço e obrigado!

Eliana Romeu, verão é bom, mas algumas instabilidades do tempo também me agradam. Tudo me inspira. Conte com a minha atenção. Produza o que lhe vier à mente. Os blogs estão para isso. Obrigado por seu comentário e quero mais. [sorrio]. Abraço!

Jahman, muito obrigado por seu generoso comentário e atenção. Conto com você para que meu blog vá mais longe. Um grande abraço!

Vag, sim, todos os meus textos são de minha autoria. Obrigado! Grande abraço!

ConversandoComAsEstrelas, obrigado! Você é muito gentil. Feliz Natal também!

Dóris, muito bom! Não, o chefe não especificou. Só disse que estava atrás do quadro do bicho, e o jovem não questionou qual dos quadros. Descobriu à duras penas que é preciso perguntar o que não se sabe. [sorrio]. Obrigado e abraço!

Paloma, obrigado! Visitarei sim. Feliz 2011! Abraço!

Marllon, muito obrigado por seu incentivo. Fico feliz que tenha gostado. Abraço! Feliz 2011!

26 de dezembro de 2010 06:20  
Blogger Rob Novak disse...

Gosei da história. Bem contada.
Isso que dá não prestar atenção. Acaba-se trocando o leão pela hiena.
Abraço!

9 de janeiro de 2011 13:00  
Blogger Antonio Ribeiro disse...

Gostei do conto, continue Jefh. Em breve será lançado o livro "O Qinta-coluna e outras estórias", de minha autoria. Trata-se de obra de contos. Há, na praça, o romance "O menor aprendiz" (vide Google). Futuramente escreverei critica maior sobre o seu conto, no blog nva centalha. Email: antonioribeiro.jorn@gmail.com
Antonio

10 de janeiro de 2011 08:59  
Blogger Diana disse...

Obrigada pela visita no meu Blog.
Adorei suas postagens. Muito inteligentes!

27 de janeiro de 2011 04:10  
Anonymous Yasmin (A crítica) disse...

Olá me desculpe pela demora estava viajando e não pude responder a tempo.
Muito boa essa história achei muito engraçada curti muito e obrigada pela visita ao meu blog.

8 de fevereiro de 2011 12:27  
Blogger Jefhcardoso disse...

Rob Novak, obrigado por sua atenção, amigo. Andemos sempre atentos. [sorrio]. Abraço!

Antonio Ribeiro, caramba!, você então é autor... Muito bom! Parabéns, amigo. Prazer em conhecer! Espero poder falar mais contigo. Abraço!

Diana, você é muito gentil. Obrigado por sua atenção! Grande abraço!

Yasmin, seja bem vinda, linda! Espero que tenha curtido a sua viajem. Grande abraço e obrigado!

9 de fevereiro de 2011 13:23  
Anonymous Lucia disse...

Oi meu querido adorei o seu blog e retribuindo a visita que vc fez ao meu,bjs...

24 de maio de 2011 03:58  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial