domingo, julho 08, 2012

BRB - KUDURO, O CÃO

Pela manhã, o sol resplandece evaporando as boêmias gotas remanescentes do sereno noturno. Pessoas vão em seus ires e vires por algo que algum dia não fará todo sentido, ou muito sentido, ou sentido algum. A casa de Bob/Rock/Blues acorda com o despertador do celular do filho, praticamente madrugador, o primeiro a levantar-se. Ele toma café e folheia o jornal antes de partir para o trabalho. Vê Dorotéia chegar abrindo portões e portas com dificuldade devido à bicicleta que trás ao seu lado pelo guidão. Ela tem as chaves. E ela só se sentará para tomar café após ter dado o banho em Bob/Rock e lhe preparado para receber a fisioterapeuta que deveria chegar às sete. O cão Kuduro dorme no corredor. Desperta com Dorotéia abrindo a primeira fechadura, a do portão da rua. Ele não late. E se rosna, é prontamente advertido pelo filho de Bob/Rock, doutor Olavo Passo. Bob/Rock/Blues não gosta de receber ajuda para tudo que faz. É contragosto que aceita Dorotéia lhe conduzir da cama à cadeira de banho e desta ao boxe. Sim, antes passa pelo vaso sanitário. ‘É a pior parte’, diz Bob/Rock. Melissa, a fisioterapeuta, chega quase sempre alguns minutos atrasada para o horário previamente combinado. Kuduro parece saber das horas, ou talvez saiba algo sobre a ansiedade do dono que não sabe esperar minutos sequer. Se Melissa chega dentro do horário, Kuduro vai até ela, cheira os sapatos, olha com um olhar lânguido canino e desaparece para dentro do quarto do dono, para as profundezas debaixo da cama, sua segunda casinha. E o cão usa cinco minutos de tolerância. Talvez tenha senso de justiça e certa complacência patronal. Mas se Melissa chega mais de cinco minutos atrasada, Kuduro torna-se indócil, feroz. Late vociferante com as presas à mostra, investe intermitentemente em direção à moça, rosna com ódio no olhar semi-coberto por pelos grisalhos. Não chega a ir a termo, mas intimida.

Naquela fatídica manhã, a fisioterapeuta havia chegado com treze minutos de atraso. Melissa era alérgica a tudo e algo mais. Bob/Rock/Blues temia o ar ou o vento como se temesse à própria morte. Dizia que um vento frio poderia ceifá-lo antes do tempo. Impedia Dorotéia de deixar qualquer porta, janela, ou escotilha aberta em qualquer parte da casa. Kuduro chacoalhava o corpo e lançava seus pelos, ácaros e microorganismos no bafo viciado das respirações da noite da véspera. O sol começava a esquentar fora da casa e abafar ainda mais dentro do pequeno quarto. Os raios fulgidos trespassavam o vidro da janela evidenciando a espetacular coreografia dos filamentos de poeira na órbita do cômodo. Não era possível sequer a moça desculpar-se pelo atraso, Kuduro, naquela manhã, parecia ser capaz de matá-la, tamanha sua fúria. Dorotéia veio e abriu a porta, tocou o cão, ele encolheu-se embaixo da cama. A enfermeira aproveitou para desforrar alguma mágoa antiga e socou-lhe com vassouradas lançadas a esmo para debaixo do estrado. O bicho não emitiu qualquer som, apenas quietou. Dorotéia achou melhor deixar a porta aberta para o caso da fera reanimar. Bob/Rock pediu outra blusa. Foi atendido. Iniciaram a sessão. Melissa não percebeu quando Kuduro esgueirou-se de debaixo da cama para o corredor. A sessão estava pelo meio, quando Melissa começou a sentir um forte cheiro de cigarro. Bob/Rock também se queixou da fumaça e alertou ‘Tem alguém fumando embaixo da cama’. Melissa riu do absurdo, mas Bob/Rock insistiu e não gostou de a moça ter rido ‘Eu já disse, tem alguém fumando embaixo desse inferno dessa cama!’. Melissa abaixou-se como que para tirar qualquer dúvida a fim de quietar o cliente e não contrariá-lo sobremodo. Foi com espanto e terror que viu a bituca de cigarro, provavelmente encontrada na rua, na boca de Kuduro. Ergueu o rosto pálido e com os olhos azuis estatelados gaguejou ‘Seu Bob/Rock, o Kuduro tá com um cigarro aceso na boca’. Bob/Rock/Blues riu com o cinismo de sua dentadura alva e larga, e tranquilizou a moça ‘É. Mas ele não traga.’   

51 Comentários:

Blogger Angélica Lins disse...

Gosto demais de ler teus textos...
Sempre uma ótima opção de iniciar o dia!

Beijo

9 de julho de 2012 04:40  
Blogger Demônio Boooom disse...

Rsrrsrsrrs...

Bom dia!!

Este Kuduro é mesmo um cão diferenciado,ele fuma mas não traga,interessante analisar por esta perspectiva.

Tenha uma ótima semana!

Abraço.

9 de julho de 2012 05:57  
Blogger Wanessa Carvalho :) disse...

interessante !!....mais que nome a se dar para um cão..kkk BEEEM diferente !

gosteio e to seguindo , segue de volta ?
beeijos e boa semana !! *-*
http://www.wanessacarvalhoem.blogspot.com.br/

9 de julho de 2012 09:51  
Blogger Rebeca Vasques disse...

Olá tambem gostei bastante do teu blog e estou seguindo, gostaria de saber se voce nao gostaria de fazer um post pra divulgar o literatura ao cubo, uau, voce tem muitos seguidores ; / eu preciso de 300 para ter o apoio das editoras, desde ja agradecida, RebecaVasques

9 de julho de 2012 15:16  
Blogger lírios e fisio disse...

Legal! Curti!
Sou Carla, a do liriosefisio.blospot.com

9 de julho de 2012 18:06  
Blogger Letícia Batista disse...

Olá Jeferson Cardoso. Adorei seus textos, eles são muito criativos, e tem uma riqueza de detalhes maravilhosa, que eu me senti vivendo aquele momento. Parabéns ! Ótima semana. Abraço.

9 de julho de 2012 19:56  
Blogger Rita Parise disse...

oi moço, vim retribuir a visita e me deliciar com seus textos. Eu tinha uma cachorra que quase fazia isso...kkk
Amei ...vou segui-lo .... ah bem sou a Rita do blog http://www.apaixonautas.blogspot.com.br. Parabéns pelo blog.

10 de julho de 2012 03:36  
Blogger Fernanda disse...

Olá...Jeferson...adorei o texto...cheio de detalhes...vc conta a história e parece que ali estou eu...vivendo aquele momento em outra dimensão ...amei ...fiquei fã..já estou bisbilhotando outros textos..Parabéns...

10 de julho de 2012 03:58  
Blogger Dinha disse...

VIM RETRIBUIR SUA VISITA ADOREI O TEXTO, TENHA UM BOM DIA!

10 de julho de 2012 05:43  
Blogger Raquel Correa disse...

Olá Jefh, amei esse texto! Amo cães....
Obrigada pela visita e parabéns pelo blog....seus textos são cativantes...
Beijos
Raquel Correa
http://loja.lindasplus.com.br/
http://www.plussizelovers.blogspot.com.br/

10 de julho de 2012 06:54  
Blogger Jéeh ! disse...

Belíssimo teu blog.
Sabe? Eu não escrevo para que alguém me leia, mas ao ver teu comentário no meu blog, especialmente naquela postagem, me senti alegre.
Como chegou até ele?
Bom isso não me importa, necessariamente...

Obrigado por aparecer por lá.
Certamente voltarei aqui mais vezes.
É um belo texto este. Adorei!
Abraços,JéehEsteves!

10 de julho de 2012 08:37  
Blogger Beatriz Pereira disse...

Boa tarde Jefh!!!
Ai meu amigo lindo, já ri por demais do Kuduro. Cachorrinho mega esperto. A cada texto uma nova surpresa. Fico imaginando será que essa fisioterapeuta não seria um fisioterapeuto?
Bem o que vale é deixar a imaginação fluir...
E eu aqui sempre dando meus pitacos.
Tenha uma semana feliz!!!
Bjokas...da Bia!!!
Obs.: Estou sentindo falta de você no meu novo e único blog. Vem me seguir, vem...
http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br/2012/07/musicas-e-versos-na-educacao-infantil.html

10 de julho de 2012 11:35  
Blogger Simone disse...

Muito bom Jeferson. O texto tem um desenrolar magnífico, sempre a espera do próximo momento.Amei abçs

10 de julho de 2012 12:11  
Blogger Paula Lima disse...

Nossa, me surpreendi, adorei o texto. Muito criativo!
Abraço
Curti aqui!
Cerejas Atrevidas

10 de julho de 2012 14:42  
Blogger Tina Coelho disse...

Muito esperto esse Kuduro...rsrs sabe dos maleficios do fumo. Muito bom . Um abraço.tinacoelho.blogspot.com

10 de julho de 2012 16:41  
Blogger JAN disse...

Oi Jefh
Vidinha complicada de Bob/Rock/Blues... muito bem narrada por você e resumida na observação final.
"'É, mas ele não traga’".
;-)

Abração
Jan

10 de julho de 2012 16:55  
Blogger Lavinia disse...

oie Vim agradecer pela visita que vez ao meu blog e retribuir tbm a visita desculpa nao tive tempo de ler atenciosamente seu blog mas de cara adorei muito obrigado de novo e se quiser ser seguidor eu ficarei muito feliz parabens pelo seu blog e avisa sua filha que dentro dessa semana eu irei postar como fazer as corujinhas então um abraço e visite sempre meu blog

10 de julho de 2012 20:12  
Blogger Valkiria Miyaguti disse...

Obrigada por nos presentear com algo gostoso de se ler ! Confesso que quando li " Kuduru " pensei em algo alegre e assim foi... Gostei ! beijinhos val...

11 de julho de 2012 06:07  
Anonymous Cláudia Gomes disse...

Q bom q visitou meu site e pude chegar até vc, aqui.

Adorei o Kuduro, me amarrei até o final.
Aos poucos vou ler os outros textos. Vc escreve muito bem.
Bjk, Cláudia Gomes

11 de julho de 2012 08:23  
Blogger sabrina oliveratta disse...

Vim agradecer o carinho e dizer que amei seu cantinho!
Estou te seguindo, te espero mais vezes no meu blog!
fashionmaniacbrazil.com

11 de julho de 2012 08:43  
Blogger Andréa disse...

Muito show o seu blog^^
Dá uma passadinha lá no meu. www.amomuitoler.blogspot.com Nesta semana postagens só com livros felinos ^^
abraços!

11 de julho de 2012 09:00  
Blogger Candida Motta disse...

Oi Jefh, obrigada pela visitinha lá no blog, gostei muito. Mas gostei mesmo foi do texto, um desenrolar magnífico. Esse Kuduro vou te contar, heim? Malandro, esperto e não "gosta de atrasos"rsrsrsrs...Abraços

11 de julho de 2012 11:52  
Blogger Marina Grauso disse...

Muito obrigada pela visita ao meu blog, adorei seus textos parabéns de vdd, espero conseguir o msm sucesso com meu blog. Obrigada.

11 de julho de 2012 19:26  
Blogger Sueli disse...

Oi Jeff, obrigada pelo comentário no meu blog. Espero que continues contribuindo para isso.
Ótimas postagens aqui. Adorei!Obrigada!

12 de julho de 2012 07:08  
Blogger Blogat disse...

Hehehe, Kuduro de roer esse, não? Excelente ritmo mais essa "quebrada" final.Abração.

12 de julho de 2012 12:11  
Blogger Maria Angélica disse...

Olá Jeferson....
Obrigada pela sua visita ao meu humilde cantinho. Ali eu guardo tudo o que leio e que, de algum modo, me toca ou me chama a atenção. Sobre o texto, gostei muito dos detalhes com que o descreveu e da fidelidade do cão... só o nome que não me agradou muito... (tbém, não sirvo muito de base, pois estou ficando ultrapassada....rsrs... um abraço e espero voltar mais vezes, pois gostei muito do seu blog.

12 de julho de 2012 13:48  
Blogger Ana Lúcia disse...

Adorei o texto, e o cachorro, nem se fala! O meu só come milho, nada de cigarros! Muito obrigada por ter visitado meu blog também, ainda estou no comeco, mas estou me divertindo muito. Até breve! E parabéns pelo seu trabalho!

13 de julho de 2012 02:12  
Blogger Lidÿ disse...

Olá Jerferson....Obrigada pela visita ao blog...
Ameii seuu blog.....adoreii o texto.....a fidelidade do cao....chamou atenção...hehehehehehehe....
Bjiiiinhossssss....

13 de julho de 2012 10:26  
Blogger Ercília Wience disse...

VC passou pelo meu blog: QuE MistureBaaH!!!
Você escreve muito bem,gostei muito de seus textos e com certeza serei sua fiel acompanhante...
Muito bom seu trabalho!
Em breve farei um post sobre seu blog,depois aviso...
bjo!

13 de julho de 2012 12:00  
Blogger Clara Martins disse...

Seu blog também é muito interessante... texto muito bem escrito. Obrigada pela visita e já estou participando do seu.

Beijinhos!!!

Até mais e volte sempre!!!

13 de julho de 2012 16:30  
Blogger Espelho, espelho meu [...] disse...

Adorei,/ amei. Achei seu blog muito interessante, e agradeço por ter lido um pouco do meu também, apesar de novo. Acho que está se precisando mesmo de pessoas que saibam escrever e transmitir algo subjetivo mesmo, e está de parabéns também! Adorei seu blog! Obrigado pela visita!

13 de julho de 2012 18:11  
Blogger Izabela Cristina disse...

Texto de encher os olhos, de tão bem escrito. E caramba, que criatividade você tem, não?! Realmente gostei. Kuduro realmente, é um cachorro revoltado (haha). Voltarei pra ler mais sobre o tal Bob/Rock/Blues.

Beijos.
http://www.xxdiamondsxx.blogspot.com/

13 de julho de 2012 19:36  
Blogger Marisa Martins & Artes disse...

Muito obrigada pelo seu comentário no meu blog. Logo no começo percebi a sua facilidade de comunicação. Não é pra menos, um escritor.
Adorei seu blog! Vou segui-lo. Parabéns! Bjs, Marisa.

14 de julho de 2012 09:39  
Blogger PAULINHA REIS disse...

oIIEE MEU QUERIDO MUITO OBRIGADO PELA SUA VISITA NO MEU BLOG.
AMEI O SEU TEXTO ... VC ESTÁ DE PARABÉNS ...
DEUS TE ABENÇOE SEMPRE PARA QUE VOCÊ TRAGA MUITO E MUITOS TEXTOS PARA A GENTE ...

BJÃO NO SEU ♥!
http://paulinhaeasmulheres.blogspot.com/

14 de julho de 2012 11:38  
Blogger Camiis_Lee disse...

Olá Jefh ,
Estou aqui retribuindo a visita e conhecendo teu blog, que por sinal é ótimo, parabéns por seu trabalho, talvez nem venha a ler com tantos comentários assim [como vc diria sorrio] mas mto obrigada por sua visita e sempre que der da uma passeada por la rsrs, e pode deixar que tbm vou passear por aqui =)
Beijs Camiis
http://camiislee.blogspot.com.br

14 de julho de 2012 12:02  
Blogger Fernanda e Leonardo disse...

OLá Jeferson, primeiramente gostaria de agradecer a seu comentário,realmente eu gostaria de ter tido esse prazer de acompanhar o auge do Guns.Bem prazer em conhecer,muito sucesso com seu blog que é muito legal visite-nos sempre!!

14 de julho de 2012 12:28  
Blogger Camila Barrochelo disse...

Olá Jeferson !
Sim, para que venhamos colher bons frutos.

Obrigada ! O prazer é meu.
Com certeza, adoro os seus textos e a forma como escreve.

Um abraço.

14 de julho de 2012 12:41  
Blogger Camila Barrochelo disse...

Gosto muito de seus textos, são daqueles em que prendem o leitor até o final. Muito bom !
Acho que eu gostaria de ter um cão como Kuduro, rsrss.

Abraços.

14 de julho de 2012 12:48  
Blogger RITA PACHECO disse...

Legal seu texto, o tema mais cômico ainda! rs
Agradeço a visita a meu blog!
Bjs
RITA

14 de julho de 2012 16:04  
Anonymous Anônimo disse...

Adoreiiii os seus textos... e muito obrigado pela sua visita em meu blog. Ja estou lhe seguindo em seu blog. Agora te convido a vc seguir o meu blog.
http://www.nolhares.blogspot.com.br/
bjus

14 de julho de 2012 17:25  
Blogger Dora Moreira disse...

Gratidão Jeferson!!!
Adorei sua estória! Muito hilária!
Gostei do fato da Dorotéia chegar de bicicleta, apesar do meu nome ser somente Dora, gostei da lembrança!
Abraço e parabéns pelo blog!

14 de julho de 2012 19:35  
Blogger Raquel Leal disse...

Vim lhe retribuir a visita. Esta história é hilária mesmo...Gostei muito do blog e já estou por aqui. Abraços.

14 de julho de 2012 20:24  
Blogger Tamiris Carvalho disse...

Obg pela visita! Muito legal seu blog, sucesso :D

14 de julho de 2012 21:57  
Blogger Clara Martins disse...

Oi Jeferson, tudo bem?

Agraço a vc pelas visitas e coméntarios...

adoraria ter vc como seguidor do blog. Pode ser?

Bejinhos!!!

Clara Martins By http://aerafeminina.blogspot.com.br/

15 de julho de 2012 07:41  
Blogger Pé de Coelho disse...

Gostei concerteza s2
Beijos.Gabi
http://opedecoelho.blogspot.com.br/

15 de julho de 2012 09:56  
Blogger Michelli Freneda disse...

Obrigado pela visita no meu blog... e parabéns... textos bem criativos e que nos fazem ler até as entrelinhas...tudo de bom...

15 de julho de 2012 14:57  
Blogger Juan e a síndrome de williams disse...

Olá jefh somente agora li seu comentário em meu blog,obrigada ´pelo apoio sou desde agora sua seguidora,bj

15 de julho de 2012 19:24  
Blogger , ∞ㅤ Rebeca Sanches ㅤ!* disse...

Oi , vim retribuir a visitinha , amei o post continue assim , quando quiser visita meu blog pode ir lá , se quizer fazer parceria eu agradecerei e serei sua parceira com orgulho , beijos thuca tutoriais :)

http://thucatutoriais.blogspot.com.br/

16 de julho de 2012 16:26  
Blogger Danila G. A. disse...

Oie, valeu pela sua visita no meu blog. Ah gostei do seu tb, leituras boas e interessantes, e o designe td é bem legal. Beijos.

19 de julho de 2012 14:00  
Anonymous Anônimo disse...

Jefh muito interessante seu blog, parece o cotidiano de uma casa um tanto agitada com seus lidares com a vida,
e claro, se for o que pensei, um ser especial habita no seu lar, muito divertido, parabéns.
Elen Villegas/http://elenvillegas.blogspot.com.br/ num movimento sem fim.

25 de julho de 2012 16:06  
Blogger Dúzia Bihain disse...

Adorei Jefh.Continue escrevendo vc é ótimo.
Parabéns!!!!

29 de julho de 2012 15:24  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial