quarta-feira, agosto 31, 2011

MACONHEIROS DESGRAÇADOS

Não imaginava que o último dia de agosto viria com notícia de morte, tempestade de poeira e chuva, história. Fazia calor logo ao iniciar o dia. Um pouco eu trabalhava. Um pouco eu tentava respirar próximo à janela do quarto abafado pela noite inteira de respirações à porta fechada.

“Ta vendo essa grade na janela? Não tinha. Colocaram depois que o ladrão entrou por ela. Ele entrou e fez a festa. A gente tinha ido almoçar fora. O ladrão trepou no muro, pulou, arrombou a janela, entrou aqui no quarto, levou um relógio de parede igual àquele da sala. Você reparou o relógio lá da sala? Pois é. Era igual àquele. O ladrão levou também cordão de ouro, anel, pulseira, brinco. Levou um montão de roupa do meu genro. E ainda deixou a camiseta velha dele. Você acha. Vestiu uma de meu genro e largou a dele aqui. Vê se pode. Aí, depois desse dia, puseram essa grade”.


O ladrão ter entrado e feito um limpa era algo de se esperar de um ladrão. Mas o ladrão entrar e trocar de roupa e ainda doar sua velha camisa ao genro da mulher foi algo, no mínimo, inusitado.


“Mas essa não foi a única vez que entrou ladrão aqui nessa casa. Outro dia, depois que entrou o ladrão aqui pela janela, entrou pela cozinha. Ele trepou no muro do fundo, subiu no telhado da varanda, foi até o telhado da cozinha, tirou algumas telhas e pulou pra dentro. Fez a festa. Levou um tanto de trem. Liquidificador, panela, o relógio da parede. Você viu o relógio de parede da sala? Pois é. Era igual também. Até trem de comer ele levou. Jogou trem pro chão. Fez uma imundície”.


Aquela casa parecia ser mesmo muito visada pelas histórias que eu acabara de ouvir. Fiquei em dúvida se seria a casa muito visada ou a rua, o bairro.


“Aqui nessa rua já roubaram uma porção de casa. Í, um monte... Aí embaixo, do lado do bar, já roubaram. Ali do outro lado. Do lado de cima. São ‘os maconheiro’. ‘Os maconheiro’ é que roubam as casas. ‘Os maconheiro’ desgraçados..."



Obs. Solicito o seu voto no Top Blog 2011. Caso queira, clique no selo abaixo do meu perfil. Obrigado!

85 Comentários:

Anonymous Claudia Duarte disse...

Infelizmente, este texto só narra a rotina de mta gente. Por isso tá cheio de alarme e camera aqui, fora as grades e cadeados chumbados no chão. Quero ver entrar agora!

31 de agosto de 2011 16:55  
Blogger Carla Muniz disse...

Infelizmente hoje é preciso de uma grade, de cadeados antes tudo era livre tudo era aberto, mas graça a grande politica deste país e brasileiros sem voz que hoje mesmo sabendo quem é o ladrão que te rouba você não pode ver ele preso se não for pego no fraga :s.
É assim meus caros.Daqui pra pior se não tivermos voz. PASSA LÁ :P http://cacamunizpensamentos.blogspot.com/

31 de agosto de 2011 16:58  
Blogger Aníssima Duarte* disse...

Será que a culpa é dos "MACONHEIROS DESGRAÇADOS"?
Ah, é...esqueci que a sociedade sempre tem q culpar alguém, menos a desigualdade, claro, pra q igualdade?

ótimo texto^^

31 de agosto de 2011 17:04  
Blogger Sabrina Sebaje disse...

Muito bom o texto, prendeu a minha atenção até o final.

Bjks, Bina

http://bybina.blogspot.com
http://acheiisso.blogspot.com

31 de agosto de 2011 17:12  
Blogger Estrela de Prata disse...

Houve um caso em que uma senhora teve que pagar o hospital pro ladrão que entrou em sua casa, roubou e se machucou em uma ferramenta de jardim... Pode?????
Pena que a polícia não coloca esses "trem" na cadeia, né? Seremos todos mineiros?

31 de agosto de 2011 17:31  
Blogger Carla disse...

Nossa quanto tempo não ouvia essa expressão 'maconheiro desgraçado' Isso aí infelizmente é a realidade do povo, se descuidar entram nas nossas casas mesmo e fazem a festa. Como sempre belo texto... Não demora para escrever, ficaremos esperando a próxima postagem. Abraço
http://jeitofelizdeser.blogspot.com/

31 de agosto de 2011 17:36  
Blogger shan-Tinha disse...

vigiai, vigiai!!! Deus proteja a todos e ilumine aos que tem o poder de fazer a mudança!
bjão jefh!

31 de agosto de 2011 17:41  
Blogger Borboleteando disse...

Ótimo texto!
Desigualdade? Talvez...
Na minha humilde opinião, na maioria das vezes é preguiça de trabalhar...Tão mais fácil pegar o que é dos outros...
Boa noite!

31 de agosto de 2011 18:34  
Anonymous Ana Goulart disse...

Desigualdade? Fala sério!
Emprego tem, mas eles querem dinheiro fácil. Não querem trabalhar. Esse é o problema.

31 de agosto de 2011 18:47  
Blogger Rafael Castellar das Neves disse...

Boa Jefão!!!

Somos nós os prisioneiros...eles ficam livres e aprontam tendo a garantia da impunidade; mas se nós fizermos um arranhão em um deles, mesmo que dentro de casa, é cana na certa!

Bom, o importante é não cometer estas coisas antes de serem eleitos deputados, certo? Antes pode..palhaçada!

Brasil!!!!

[]sssss meu amigo!!

31 de agosto de 2011 18:59  
Blogger Claudete T. da Mata disse...

É isso ai, vamos nos prestigiando. Mas, cuidado com os maconheiros. Eheheh... Grande abraço!

31 de agosto de 2011 19:52  
Blogger Sonia Pallone disse...

No seu espaço, eu visualizo a imagem perfeita, o sentimento, o sentido e o momento... Com bom humor, vc passou uma situação que entristece. Ah, esses "maconheiro"...Beijos meu lindo.

31 de agosto de 2011 20:27  
Blogger Renata disse...

Dias destes um desses drogados "vítimas da sociedade" entrou na casa da minha amiga...O marido dela tomado pelo susto, lutou com ele e foi morto a facadas. Aí ele roubou o dinheiro que tava no bolso dele e um notebook, tomou calmamente uma coca da geladeira e foi embora...

1 de setembro de 2011 04:08  
Blogger Paula Moraes disse...

Oi Jeh, que saudades de vc e do seu canto, dos seus textos...=)
Desculpe a minha ausência mas ando correndo muito no trabalho.
Adorei seu texto...Como sempre.
Bjs

1 de setembro de 2011 05:41  
Blogger Cristina Almeida disse...

Eu não sei se fico com pena do dono da casa que trabalha honestamente e dá duro pra ter suas coisas em casa ou do maconheiro, que talvez tenha entrado nessa vida de miséria pelas circunstâncias da vida, pela pobreza financeira ou do espirito!
O fato é que todos nós estamos numa estrada sendo conduzidos como bois são conduzidos por tropeiros (se é que se chama assim, aqueles homens que conduzem os bois )e muitos de nós pode se perder...
Gosto dos seus textos!
Bjo grande
Cris

1 de setembro de 2011 06:21  
Anonymous JAN disse...

OI JEFH, NUM PRIMEIRO MOMENTO, "VI" MEU PAI FALANDO:-))))
"ESSES MACONHEIRO" = "ESSES BANDIDO"

BJÃO
JAN

1 de setembro de 2011 06:26  
Blogger Eliana disse...

Oi Jefh, passando rapidinho só para te desejar... UM ÓTIMO DIA!!! Beijos

1 de setembro de 2011 06:27  
Blogger Favo de Mel disse...

Olá menino, sua história é igual a tantas outros que diáriamente ouvimos infelismente moramos no Brasil de muitos miséraveis e cheio de leis própicias ações de vandalos. É duro mias é a mais pura realidade a vida de quem trabalha com honestidade para ser atacado por quiem trabalha na vagabundagem e do oportunismo, graças a Deus que este senhor não foi agrededido , pois por aqui onde moro tem ladrão batendo em cidadão durante o ato do roubo.

1 de setembro de 2011 08:42  
Anonymous Anônimo disse...

Amigo,

Empregamos honestos sempre se encontra, mas é mais fácil ficar de boa vida, se drogar e ainda mais roubar, para o seu sustento e vicio.
Vamos acabar com as drogas e consequentemente com os maconheiros.

Vai fundo, amigo

1 de setembro de 2011 09:13  
Blogger Anita the Kat disse...

Oi, Jeferson! :)
Infelizmente, é bem verdade isso que tu escreveste.
No mundo de hoje, quem fica atrás das grades são os 'homens de bem'. Ou escondidos para tentarem se proteger ou presos mesmo. A bandidagem faz a festa e quem paga a conta é a vítima.
Se a gente pega um desgraçado destes, e dá 'uma lição', ainda se incomoda. Vai entender, né?!
Um abraço.
E obrigada por visitar o Inkomum.
Apareça sempre que quiser.

Anita :)
inkomum.com

1 de setembro de 2011 12:01  
Blogger Karine Arteira disse...

Fiquei muito triste pelo seu relógio de parede...
rsrs mas gostei muito do texto OS ANJOS, já estou te seguindo, 1000 bjus karine

1 de setembro de 2011 12:44  
Blogger Camila disse...

Honestidade é algo raro hoje em dia!

1 de setembro de 2011 15:27  
Blogger Solange disse...

Jefh,
e por que será que todas as vezes que eles entram..roubam o relógio de parede?...é! igual àquele lá da sala...

estamos totalmente desprotegidos..
não temos mesmo nenhum minuto de paz..
melhor não comprarmos mais relógio..

bjs.sol

1 de setembro de 2011 17:58  
Anonymous Anônimo disse...

Ótimo texto! Acho que na realidade o problema dessa casa é o muro! RS*. Brincadeiras a parte, como diz a letra do rappa: ''As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se for você que tá nessa prisão''.
Pois é as grades deveriam nos trazer proteção, mas infelizmente nos transferiram para a prisão! Forçada prisão domiciliar.
PS – Sinto muito pelo relógio devia ser um espetáculo de relógio RS!

1 de setembro de 2011 18:41  
Anonymous Ariane disse...

Infelizmente essa história se repeta a cada dia!

Obrigada pela visita! mto legal seu blog!! =)

2 de setembro de 2011 05:03  
Blogger Josinete Beatriz disse...

Olá Jefh!
Acho que poderíamos também observar melhor a altura desse muro... que facilita a entrada do ladrão! Antes, não havia tantos muros e vivíamos mais seguros...
Gostei do texto, interessante...
Abraços carinhosos para o amigo "artesão da palavra".
Josi

2 de setembro de 2011 10:57  
Blogger A Bailarina Gorda disse...

Muito triste isto, a humanidade perdeu a capacidade de sentir culpa. Não me conformo!

2 de setembro de 2011 11:19  
Blogger Monique Di Paula disse...

Oi Jeferson.
Não foi um erro generalizar?
“maconheiros desgraçados”

Obrigada pela visita e comentário no meu blog: Pensei, deu Pane!
Um abraço da blogueira convidada!! rsrsrs
:)

2 de setembro de 2011 14:49  
Blogger Ale Quejinho disse...

Escreve muito bem!
Ale

2 de setembro de 2011 15:45  
Anonymous Anônimo disse...

Ainda bem que só levaram bens materiais né? Pior é quando roubam a integridade da pessoa, o brio, a autoestima e depois a vida...
Infelizmente essa história faz parte do cotidiano e hoje estamos nos tornando reféns nas nossas próprias casas, através das grades, cadeados, cerca elétrica, alarme...
E as drogas avançam para a total liberação. E depois disso?

2 de setembro de 2011 17:41  
Blogger Viviani (Flor de sal) disse...

Oiêêê...Jeferson!
Nossa... que texto!
Comecei a ler e fui até o final presa nele...

Vi seu comentário no Blog Lucky Days e me chamou a atenção a sua frase "Para o legítimo sonhador..." e vim te visitar...rssrsr
Abraço!

3 de setembro de 2011 04:07  
Blogger Geovana Veloso disse...

O seu blog é muito legal, vc sabe usar as palavras de um jeito que passa o sentimento!
http://diariogeovana.blogspot.com/

3 de setembro de 2011 06:17  
Blogger Wilson Torres Nanini disse...

Hoje em dia, com o advento do crack, o maconheiro se torna um símbolo do bandido por opção, já que o primeiro é filiado a uma categoria do desiguais, enquanto o último, ultimamente, pertence a uma categoria mais abastada em nossa sociedade.

Quanto às questões de desigualdade social, quase sempre utlizadas para se explicar fenômenos criminais, se todos tivéssemos os mesmo proventos, haveria sempre aqueles entre nós que quereriam sempre mais.

Ou rico não rouba?

Abraços!

3 de setembro de 2011 06:59  
Blogger Corina disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

3 de setembro de 2011 08:46  
Blogger Adriana disse...

Pobres maconheiros marginalizados, quando se fala em pequenos roubos, a culpa é sempre deles.
Parece-me, que no decorrer de toda a nossa existência, sempre houveram maconheiros desgraçados, mesmo antes da descoberta da maconha
( ? )
...

3 de setembro de 2011 09:45  
Blogger Paulo Bouvier disse...

Oh, será mesmo que os 'maconheiros' tem alguma coisa haver!?
Engraçado como as pessoas culpam os diferentes apenas... por ser diferentes.
Muito bom amigo.

Abraço.

3 de setembro de 2011 10:34  
Blogger Rosa Carioca disse...

Essa de levarem o relógio da parede...
Gostei do texto, Infelizmente, nós é que vivemos numa "prisão".

3 de setembro de 2011 14:03  
Blogger A flower...however it has thorns... disse...

Será que há culpados ou desgraçados em ambos os lados?

3 de setembro de 2011 14:46  
Blogger Nyce Pinto. disse...

Oi amigo querido, visitando tua "casa" neste de domingo de muito vento e anunciando chuva forte por aqui...Lendo a mensagem, lembrei uma música antiga (será que você lembra?) que diz assim: "Tudo está no seu lugar, graças a Deus...graças a Deus. Não podemos esquecer de dizer graças a Deus...e por ai vai... Não quero com isso dizer que acho "lindas" situações como está, estar "engaiolado" por conta das dificuldades que a droga (e os que usam)está criando...mas acredito que nenhum dos "filhos amados" está desamparado e sem o meigo olhar do Nazareno Jesus...Estes também teram novas chances, porque DEUS é amor eterno, de avaliarem suas atitudes e transformarem suas vidas...Acredito muito nisso! E digo finalizando "obrigada Deus por ter me dado a oportunidade de conhecer "gente" linda como o Jefh" Feliz final de semana, para todos seus amados também...Ah!!!Eu gostei da mensagem, como sempre!!!(Faz pensar)

4 de setembro de 2011 06:20  
Blogger Luciana disse...

Oi Jefh!

Antigamente existia até um certo romantismo na marginalidade... hoje é tudo muito cruel, muito assustador! Para mim, o pior de tudo é tentar ver alguma esperança para um futuro próximo e não enxergar nada no horizonte....

Obrigada pela visitinha lá no blog!

Bjs

Luciana

4 de setembro de 2011 09:53  
Blogger Evanir disse...

Viva a vida com muito amor.
Mate saudades,enquanto é tempo.
Peça perdão ,mesmo que seja você o ofendido.
Recupere o tempo perdido ,procurando ser feliz nas coisas de Deus.
Faça um carinho,alegrando alguém que esta triste.
A todo instante,fale uma palavra especial para
quem necessita ouvir.
Com seu amor podera fazer mudanças em muitas vidas.
Creia você pode não mudar tudo nesse Mundo.
Mais poderá fezer no coração de muitos.
A morada de Deus.
Um Domingo na paz e na luz de Jesus.
Bjs no coração.
Evanir

4 de setembro de 2011 09:58  
Blogger Elvin disse...

KKK, sim, me fez rir, faz tempo que não passava por aqui, muito!!! MAs sim, quando vi o título do post comecei a mirabolar, será que ele vai fazer isso? Será que ele está julgando as pessoas assim? Pelo visto eu não te conheço nem um pouco, "maconheiros desgraçados", pensei em uma porção de coisas, preconceito, tudo, lembrei da minha infância em Minas com "os trem" KKK. Só vc mesmo para conseguir escrever alguma coisa assim, triste? Não, real humiristica, acho que foi isso, é tão real que chega a ser engraçado. Abraços!

4 de setembro de 2011 10:47  
Blogger Ana Carolina disse...

Muito bom seu blog,
parabéns!

beijo.

4 de setembro de 2011 12:45  
Blogger RosanAzul disse...

Muito bom teu escrito, parabéns!
Uma semana abençoada e feliz!
Rosana

4 de setembro de 2011 17:27  
Anonymous Anninha Forever disse...

Olá Jef, boa tarde!
Infelizmente essa é uma realidade rotineira nos lares,e em todos os lugares, não estamos livres de marginais, maconheiros nem desses trombadinhas que nos atacam nas esquinas da vida, triste realidade... mas a vida continua e a gente tem que trabalhar duro pra poder repor os estragos. Obrigada pela visitinha e pelo carinho, um abraço querido!

5 de setembro de 2011 09:19  
Blogger Bibiana Benites. disse...

Jeferson! Feliz com tua visita no "Enttreaspas". Adorei tudo o que encontrei no teu espaço. O texto ótimo, pena que triste, ainda que real.

Obrigada pelas palavras que me deixaste.

Grande abraço!

5 de setembro de 2011 15:13  
Anonymous Anônimo disse...

Parabéns pelo texto, mostra como é a realidade do Brasil, a violência destrói tudo, a nossa sorte é que não estamos na mira de terroristas, por que se estivéssemos não sobraria um basileirinho vivo pra contar história... é... esse é o nosso Brasil... ainda tenho esperança de que tudo isso vai mudar, afinal, a esperança é a ultima que morrer né?


Obrigada pela visita! valeu!

5 de setembro de 2011 17:39  
Anonymous Herberth Reis disse...

TODOS ESTAMOS EM UMA GRADE, TRISTE TEXTO, COMO VAI VOCÊ IRMÃO? VOLTANDO AQUI DEPOIS DE MUITO TEMPO...

5 de setembro de 2011 17:58  
Blogger Érica Correia disse...

Será que nós é que vivemos numa prisão?!
gostei mto do texto.. desculpa só visitá-lo agora.. mas prometo vir mais vezes! beijos

5 de setembro de 2011 21:35  
Blogger Bipolar disse...

muito bem feiito o textoo, parabéns.

Te peso um favor, me indica pras pessoas que tem blog?

6 de setembro de 2011 04:32  
Blogger Lucimar da Silva Moreira disse...

Acho que esse ladrão maconheiro adorou roubar essa casa roubar por 2 vezes ninguém merece, a gente não estamos seguro nem mesmo em nossas próprias casas, eles entram roubam e vão embora como se nada tivesse feito nada, Jefhcardoso você tem razão esses maconheiros desgraçados não valem nada, beijos.

6 de setembro de 2011 05:31  
Anonymous Anônimo disse...

Demais mesmo, pois a sociedade juntamente com a politica, desigualdade seguram este quadro infeliz por toda eternidade!!!

Beijosss

Cami do Presence Style

6 de setembro de 2011 10:01  
Blogger Jô Piantavinha disse...

Oi, Jeferson!
Adorei tua crônica! Ela é o retrato de nosso dia-dia: vivemos aprisionados às nossas casas e aos nossos medos...

6 de setembro de 2011 17:00  
Blogger ♥ κєκєl ♥ disse...

Qdo será que a sociedade vai entender que somos produzidos pelo meio que vivemos? Com certeza teria o mesmo discurso citado no texto, afinal me sentiria amedrontada,indefesa, violada. Mas se pensar friamente que tipo de governante estou colocando no poder? Que educação dou ao meu aluno? Que atitudes tenho no meu dia a dia? Cobramos muito dos outros, culpamos muito os outros, mas nunca nos olhamos com firmeza a nossa alma que se reflete no espelho. Preferimos ver só a casca.

Muito bom seu post.

Beijos

6 de setembro de 2011 20:29  
Blogger Duda Okajima disse...

Gostei do texto, Parabéns!

E eu sou baixíssima, 1metro e 55cm, acreditas?
:*

7 de setembro de 2011 11:16  
Blogger Paty disse...

Passando pra conhecer, obrigada pela visita!

7 de setembro de 2011 13:27  
Blogger Débora lorena disse...

Infelizmente é a mais pura realidade
gostei muito do texto
parabéns!

7 de setembro de 2011 14:52  
Blogger ... disse...

temos que aceitar? viver assim achando que de tanto acontecer, temos que nos acostumar?... as pessoas perderam o respeito, o amor com o seu proximo, a esperança que tudo pode ser melhor se estivermos fazendo o bem...o momento perdeu a graça, o mundo se perde

7 de setembro de 2011 15:12  
Blogger Ateliê Maria Fuxico disse...

Eu não diria só maconheiro, mas agora a onda é craquero, minha casa tambem foi invadida, eu tinha ido trabalhar, fizeram a festa ate a lasanha do congelador os infelizes levaram, voltei pra casa cansada, chateada e ainda tive que fica sem jantar. Sacanagem.
Infelismente é essa a realidade dos novos tempos.

Adorei seu blog, muito bom suas postagens, parabéns.

Bejinhos.

7 de setembro de 2011 15:19  
Blogger Dai disse...

É difícil comentar textos assim, com toda essa carga literária. Eu gostei muito. Vou ficar por aqui, viu?!

Dai

www.meninasimprovaveis.blogspot.com

7 de setembro de 2011 15:27  
Blogger BY SIMONE disse...

boa noite tudo bem e isso ai mesmo estamos cada vez mas trancafiados do que nunca nas nossas proprias casas como se fossem cadeias e o pior e que nos mesmos construimos para trancar inocentes;e os governantes fizeram cadeias de enfeites para dar liberdade e regalias aos criminosos...e mole...bjao belo texto continue assim um dia ouviram nossos gritos;choros e lamentos....boa noite...ate

7 de setembro de 2011 15:48  
Blogger Chelle disse...

Muito interessante..
mostra a realidade em que vivemos!
obrigada pela visita
segue lá!
http://vou-realizar.blogspot.com/
beijoos
Ps: Seguindo Oks?!

7 de setembro de 2011 19:37  
Anonymous Anônimo disse...

Realmente é uma falta de sacanagem essas pessoas fazerem isso, mas espero que tudo volte a ficar como era antes. Adorei seu comentário no meu blog, obrigada pela visita ! Tenha uma ótima quinta - feira beijos Vanessa Kalliu :* postarei a frase que você deixou no meu blog ..

7 de setembro de 2011 19:55  
Anonymous Anônimo disse...

Gostei muito de seu texto. Somente hoje pude retribuir sua visita, apresento-lhe minhas desculpas e agradeço por sua presença em meu cantinho. tomara que você tenha muitos votos!

8 de setembro de 2011 07:55  
Blogger Amanda Borges disse...

Olá, agradeço pela sua visita e comentário gentis no meu blog!
Adorei aqui, você tem um talento incrível com as palavras, muito bacana.
Abraço

8 de setembro de 2011 17:23  
Anonymous Anônimo disse...

Infelizmente, hoje em dia tem de ficar preso quem é de bem.

8 de setembro de 2011 18:48  
Anonymous Priscilla Manfredini disse...

Gostei muito do texto, linguagem dinâmica, prende a atenção. Gostei do "fizeram a festa". Do jeito que anda a situação no nosso país, eu sempre tenho a impressão de que tem um bocado de gente fazendo a festa (de políticos a traficantes) e eu nunca sou convidada...
Ah, obrigada pela visita ao leitorespornatureza.blogspot.com!!

8 de setembro de 2011 19:24  
Anonymous Anônimo disse...

E tem gente que ainda poe a culpa só nos maconheiros rsrsrss

No início dos anos setenta, só por que usava cabelos compridos, era chamado de maconheiro!

Rotulam, todo fora da lei é usuário de drogas, dizem! Sabemos que isso não é verdade!

Abração Jefh. Inté!

8 de setembro de 2011 20:25  
Blogger Laiz disse...

Adorei seus textos! Estou começando a ler e adorando...
Não sei exatamente de quem é a culpa: da desigualdade, da ambição, da falta de caráter? Não sei...mas sinto pela sociedade cada vez mais enclausurada com grades e medos. Muitas coisas precisam mudar!
Bjosss

8 de setembro de 2011 20:45  
Blogger Evany Bastos disse...

Jeferson, saudades do seus contos estive viajando e passando aqui pra mata a saudade. Voce sabe nos prender na leitura sabe cativar a gente gosto de como escreve, quando vai publicar seu livro?
Abraco.
Evany.

9 de setembro de 2011 05:07  
Blogger Luz Natural disse...

Passando pra matar a saudade e beber de seu conhecimento, bjs na alma
Isabel

9 de setembro de 2011 12:06  
Blogger osmar disse...

Maconheiros,ladrões,picaretas esses caras tem que abrir uma colonização em Marte e lá fazer uma grande plantação de erva
e as pessoas de bem viverão aqui no paraíso sem se incomodar né Jefh
Um Abraço Gurí!!

9 de setembro de 2011 17:26  
Blogger Ma Ferreira disse...

Jefh.. um oizinho de saudade...

Sua escrita merece ser lida com calma. Vo;rarei. meus olhos insistem em nao se manter-se abertos.. eu volto...

bj

9 de setembro de 2011 20:16  
Blogger Mailisa disse...

Olá!!!
Obrigada pelo recadinho. Lendo seu texto vejo que na cidade onde moro não está diferente da sua. Antes cerca elétrica era coisa de prisão e hoje as casas, edifícios... estão se tornando verdadeiras prisões cercadas de eletricidades. rs
Penso eu, onde tudo isso vai chegar?!
Que seu mês de setembro seja tão colorido quanto a primavera que está para chegar.Abraço

10 de setembro de 2011 10:19  
Anonymous Anônimo disse...

Boa tarde Jefh!
Adorei seu texto, como sempre acabo sorrindo ao ler o que você escreve. Tanto trem nessa casa que percebi que os moradores são mineirinhos, uai, sô. rsrsrsrs.
E me fez lembrar de quando morava em São Paulo, minha mãe dormia enquanto meu irmão e eu assistiamos TV, avisamos a ela que tinha ladrão no corredor da casa, mas ela sem entender e meia sonolenta abriu a porta e os rapazes apenas disseram:
_Tia assusta não, nóis tamo apenas correndo da polícia.
Tadinha, ela fechou a porta a mil, rsrsrs, mas graças a Deus acabou tudo bem. Eles tentaram roubar três latas de tinta da casa do fundo. Ao pular o portão da minha casa se machucaram na lança e foram embora gemendo e sem as tintas. No outro dia meu pai devolveu para a vizinha que no mesmo dia almentou o muro insinuando que nós tinhamos roubado. Vê se pode. kkkkkkkkkkk. Mas é assim, no Brasil 90% dos presidiários são negros ou descendentes afros e principalmente pobres.
Temos que mudar nossa visão quanto ao crime.
Pois maconheiros ultimamente pertencem a todas as classes sociais.
Já volto....

10 de setembro de 2011 13:35  
Anonymous Anônimo disse...

Voltei...
Não podia deixar o comentário de seu texto e ir saindo.
Gosto de deixar um recadinho fofo também.
Então para você lá vai:
E...
Um dia vem á cada semana
Uma semana vem á cada mês
À cada mês vem a cada ano

Mas uma pessoa como você
só vem uma vez na vida

Bjs...e ótimo FDS!!! S2

10 de setembro de 2011 13:36  
Anonymous Helena Duarte disse...

Esperando mais um post maravilhoso!!!!
Teha um lindo dia!!!
xeros!!!

12 de setembro de 2011 06:35  
Blogger Patricia Casagrande disse...

Oi Jeferson, gostei muito do seu blog, e pelo visto voce anda lendo o meu srsrsr
Ja sou sua seguidora.
Legal...
Abraços a gente se cruza... entre as palavras srsrs
Um abraço
Patrícia

12 de setembro de 2011 09:37  
Blogger Vivi recomeçando, reaprendendo e blogando! disse...

Olá, vim agradecer pela visita e conhecer seus textos!!
Fiquei presa na leitura, muito reflexiva...
Pode se até ter pena do ladrão maconheiro, mas porque se tornou maconheiro, porque começou a se drogar??
Isso com certeza foi opcional!
Esse texto reflete bem a nossa sociedade atual!!
Um abraço

12 de setembro de 2011 16:29  
Anonymous Luzinete Rocha disse...

rsrsrs ótimo texto,achei muito engraçado,infelizmente e nossa realidade, e rir para não chorar.Parabéns pelo Blog***

12 de setembro de 2011 16:33  
Blogger VOVÓ CRISTINA disse...

Obrigada pela visita! Obrigada pelo convite, adorei passear por aqui, volte sempre a tomar um cafezinho com a Vovó!

Parabéns pelo blog!

12 de setembro de 2011 19:45  
Blogger Sérgio Borges disse...

http://www.facebook.com/video/video.php?v=222641081079817

http://ondeoventofazacurvalagoinha.blogspot.com/

Seguindo seu blog.

18 de setembro de 2011 07:58  
Blogger osmar disse...

E aí garoto! blz?
e a vida cheia dealegria??
Um Abraço grui!

20 de setembro de 2011 18:23  
Blogger Claudiana (25/11/2010) disse...

Oi Jeferson, tudo bem?
Quando vc tiver um tempinho passa lá no meu blog deixei um recado para as(os) amigas(os), ótima tarde.bjs

28 de setembro de 2011 10:44  
Blogger Ceiça disse...

Olá Jefh! Bom dia! Que tudo de bom aconteça em sua vida! Nesse texto que acabei de ler, você retrata a nossa realidade.Vivemos atraz de grades e os ladrões e desordeiros soltos. Eu lembrei nesse texto algo parecido que ocorreu comigo, só que os ladrões que adentraram à minha casa,não vestiram minhas roupas,mas comeram tudo que tinha na geladeira e deixaram apenas as louças pra lavar e as garrafas para encher .(sorrir )Mas devemos sempre está alertos para essas possíveis ameaças que vivemos nos dias de hoje. Um abraço e que Deus livre sua casa dessas visitas indesejáveis! Paz e Bem...

8 de novembro de 2011 06:01  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial