Amigos

sábado, julho 02, 2011

ESQUIZOFRENIA

Falta apenas dez minutos para o meio dia e você já está diante da empresa anotando a quilometragem e à hora para entregar o veículo. Ao olhar para o painel a fim de conferir os números, você percebe vindo em sua direção o mesmo figura da ultima postagem, o cara que pedia dinheiro para completar a soma do valor da lata de leite em pó.

Você abaixa os olhos e toma o pequeno papel onde anotará os dados com a certeza de que o camarada virá em sua direção.


Mas agora é tudo diferente. Você fez um texto que contava o ocorrido em forma de crônica, e muitas pessoas vieram comentar, cada pessoa trouxe algo, muitas compartilharam experiências parecidas com àquela que narrou. Você está mais atento ao evento que segue. Certamente observará melhor em caso de travamento de contato.


O sujeito se aproxima e sorri com a mesma cara cínica e elástica da semana da crônica, duas semanas atrás. Você está com a porta do carro aberta e organiza os objetos para descer e ir ao escritório da empresa. Ele para por trás da porta aberta e sorri dizendo:


_Hoje eu dei sorte, o senhor não deve estar tão sem tempo como da última vez.


_Mas da última vez eu estava sem dinheiro. Você responde devolvendo um discreto e igualmente cínico sorriso.


O sujeito não vai pedindo de cara. Está com repertório para tentar criar alguma cumplicidade à sua causa. Ele veste um bermudão cumprido. Diz que levou uma mordida de um cachorro e que o local da ferida estava esquisito, parecia inchado. Você nota que realmente há uma ferida em forma de mordedura de um cão de porte médio na panturrilha do cara. Então você pergunta se ele foi ao pronto socorro. Ele diz que foi e que tomou a tal anti-rábica. Você apanha agora o seu estetoscópio que está no acento do banco do carona e se volta para o banco de trás do carro para apanhar o jaleco que ali está repousado. O sujeito continua em pé do lado de fora do carro. Você calcula rapidamente se há algum risco naquela situação. Pondera que praticamente não há, pois o sujeito aparenta ser pacífico, está razoavelmente bem vestido, de banho recém tomado a julgar pelos cabelos castanhos escuros repletos de mechas loiras por luzes ainda molhadas. Talvez o sujeito tome banho e se perfume antes de ir para frente das empresas angariar trocados.


Após exibir a mordedura do cão voltou-se pra você e, olhando em direção a outra instituição diz: _O diretor dali pensa que é o dono do mundo, pensa que é mais que os outros. Tocou-me de lá por que eu estava pedindo. Eu sei que estou errado em pedir, mas me tocar como fez, isso não se faz. Disse que chamaria a polícia se eu não saísse logo dali da porta. Policia pra quê, né? Eu não to roubando. To pedindo. Mas ele vai ver. Agora o sujeito exibe ódio misturado ao cinismo natural de sua face.


_Deixe isso pra lá, rapaz. Nem todo mundo entende às dificuldades dos outros. Você diz tentando apaziguar os ânimos do pedinte. Mas ele logo abandona a ira e vai ao ponto:


_E então, Doutor, tem um trocado hoje?


_Tenho nada. Você diz sorrindo com indisfarçada ironia.


_Tem nada... Que isso, Doutor? Você é bem de situação, é Doutor.


_Pois veja minha carteira. Então você abre a carteira e mostra que está mesmo vazia. Há tempos que você não faz questão de andar com trocados. É cartão pra tudo que há. Dinheiro virtual. Muito mais prático, limpo, seguro e, ao contrário dos trocados, não acaba tão rápido.


Ele sorri ironicamente e um tanto surpreso. Diz que não precisa mostrar nada, que apenas a palavra de que não tem trocado já basta. Aí você percebe que a cumplicidade da situação de estarem ambos na lona leva à empatia. Então você se lembra que é editor de um blog e que está diante de uma provável postagem – por mais estranho que isso possa soar a um visitante, um blogueiro sabe perfeitamente o que isso significa.


Então você começa a trabalhar em sua função não vocacional: _É amigo, você precisa conseguir um trabalho para não ficar passando por situações como essa que passou ali na porta da instituição. Ele te olha sério. Então você pergunta se ele trabalha como se não soubesse a resposta. Ele diz que trabalha. Que faz qualquer coisa que lhe mandem. Que limpa quintal, varre calçada, poda jardim...


_Mas você precisa ter uma profissão, algo fixo. Você diz. E completa com outra pergunta reveladora: _Quantos anos você tem?


_31


_Pois é, você é novo. Dá tempo de se profissionalizar em algo.


_Eu sou afastado.


E você impulsivamente e imaginando que seja por algum lumbago crônico de tão mal curado e valorizado, pergunta qual a causa do afastamento: _Afastado? Porquê?


_Esquizofrenia, doutor.


Aí você concorda que é mesmo difícil conseguir ou fixar-se em um trabalho com um diagnóstico tão grave.


Após isso ele já parece meio indignado. Talvez por ter revelado algo que não era segredo algum, contudo algo sempre desagradável.


Você deseja sorte ao pedinte. Despede-se. Vai até o escritório e entrega o mini relatório, documento e chaves do carro. É hora de almoçar.




Obs. Peço o seu voto de apoio a este blog no Top Blog 2011. Vote no selo embaixo da foto do meu perfil. Obrigado! Abraço!

86 comentários:

  1. hahahaha... triste mas daqui para frente vc medirá as palavras com o moço, não é mesmo? Não é preconceituoso de minha parte, mas discutir com ele nem pensar, tenho uma história real dessas na minha vida de um mundo de alguém onde tudo era lilás. Não sei se ela era a esquizofrênica ou eu que dali para frente passei a adorar o lilás. Talvez uma co-louca, vc também é um co-louco. Gostei!

    ResponderExcluir
  2. Pelo visto esse pedinte não vai sossegar enqto não conseguir seus trocadinhos rsrrsrs

    Beijoquinhas super em seu coração Jefh!!

    Verinha

    ResponderExcluir
  3. Menos mal que ele era "inofensivo".
    Hoje em dia pessoas assim são raras. Por aqui já vão pedindo e assaltando ao mesmo tempo. E não querem só trocados não.
    Mais uma vez, parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  4. Pelo sim ,pelo não,é melhor andar com uns trocadinhos,sabe se lá...
    Tive uma história com uma esquizofrênica pelo orkut(rs...)Ela pediu para adicionar se identificando como artesã.eu adicionei.Do nada ela começou a falar da vida pessoal e disse que tinha depressão,falou,reclamou,chorou e quando eu não aguentava mais,resolveu se abrir e disse que o seu problema na verdade era esquizofrenia,disse que já tinha levado um monte de choques,que tinha sido internada um sem número de vezes,confesso que tive medo porque ela parecia bem descontrolada,mudava de humor toda hora,procurei ter calma e observar melhor.Concluindo:fiquei com pena,mas evito mostrar que estou on quando vejo que ela está porque é complicado.Ainda bem que ela mora beeeem longe,fiquei com medo porque tenho fotos da família no orkut e nunca se sabe o que pode acontecer não é mesmo?
    Ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  5. Sabe, nem sei o que faria, é tão difícil dizer o que faria!
    Acho que, por trás desse problema, há uns tantos outros, que nem dá para pensar qual seria a razão propriamente dita!
    Dar atenção, como você fez, às vezes faz ele se sentir um pouco melhor, porque ser ignorado, é como ser invisível!!
    bj e bom domingo, Nina

    ResponderExcluir
  6. Visitem:
    ABRE - Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Esquizofrenia
    http://www.abrebrasil.org.br/

    ResponderExcluir
  7. Só quero dizer uma coisa q adorei!

    ResponderExcluir
  8. continue sempre assim manolo!! ^^
    sempre criativo e gente boa!
    ei tu podia dar uma entrevista pro jovemnerd ein
    !tem jeito de ter uma tragetoria de vida boa a ser contada
    abraçoss

    ResponderExcluir
  9. A semana passada quando, fui pegar as crianças na escola na hora do almoço, entrei no carro, já fui ligando a chave e colocando o sinto com pressa já meio atrasada, uma mulher nova e perfeita bateu no vidro do meu carro com uma folha de papel branca na mão, confesso que me pegou de surpresa. Desci o vidro do carro para ouvi-la ela me perguntou se eu tinha um minuto. Eu disse que estava com pressa, tinha me atrasada e as crianças estavam com fome. Ela disse não quero atrapalhar, e logo perguntou? A senhora tem uns trocados para me ajudar a comprar um remédio muito caro. Pois ela tinha uma doença de dupla personalidade. Falei que estava sem trocado, e estava, perguntei o nome dela e falei posso rezar pela senhora? Ela me respondeu o seu nome e agradeceu muito. E eu confirmei, vou rezar pela senhora! Com certeza vai conseguir o dinheiro! Só agora me dei conta que não cumpri o prometido e que esqueci o nome dela...

    ResponderExcluir
  10. Jefh...
    Gostei mais desta cronica do que da outra.
    Nesta vc foi mais humano.
    Assim..o meu jeito d analisar é o meu jeito.
    Sou mole de coração.. sempre acredito no melhor..
    e confesso que fiquei com dó desse coitado.
    Um irmão de uma grande amiga que é esquizofrenico.
    É uma doença mental séria. Precisa de muitos cuidados, porque a pessoa tem alucinações..
    Tem um filme, acho que vc assistiu, putz, esqueci o nome, em que o personagem principal sofri a de esquizofrenia e era um grande matemático Nash. Historia real.
    No final ele consegue controlar sua doença.
    Talvez seu personagem nem mendigo seja. Talvesz ele esteja num surto prolongado de esquisofrenia. Va saber..
    Bom..mprego ele não vai arrumar mesmo sendo doente..coitado....
    Porque o tratamento é pra vida toda. E eles melhoram e param de tomar remedio.
    Entrei de cabeça na sua historia.

    Terá mais capitulos?

    Parabéns querido amigo e obrigada pelas palavras sempre gentis em meu blog.
    Ma

    ResponderExcluir
  11. Rapaz... Esquizofrenia? Aí não tem jeito mesmo... Pelo menos, "doutor", vc não é nenhum amigo invisível (ou voz interior) dizendo "não tenho trocado". Isso seria infinito. Mas proporciona um diálogo sincero para o Sr. 31... (vamos reservar um troquinho, né? Rsss...)

    Obs.: sobre meu poema "Se" - já dizia Shakespeare, em seu Hamlet: "Ser ou não ser? Eis a questão!" Rssss... Não teremos as respostas. Mas... CAPRICHEMOS nas questões! Huahuahauhauhauhauhaua...

    Abração, amigo! Deixo outro sorriso! Pq seus textos são (sempre) ÓTIMOS!

    :))))))))))))))))))))))))))))

    E não deixe de ler o conto "Como se Chamaria" - Parte 1 e 2, viu? Esse é baseado em fatos reais... Rsss...

    ResponderExcluir
  12. Jeferson parabéns pelo teu blog.
    Já sou tua seguidora.
    Estou te convidando a conhecer meu blog de artes e se gostares sejas meu seguidor.
    Abraços
    Arlete

    ResponderExcluir
  13. Olha se antes de saber desse babado todo de esquizofrenia você já articulava em fazer um texto com o fato, depois então ficou mega enriquecido o fato pra fazer sua crônica.
    Jeff, da próxima vez dá uma gorjeta pro moço vai... É esquizofrênico, muito difícil de arranjar um emprego(e nem digo bom).
    Adorei a sua crônica, mas da próxima já sabe, uma gorjeta pra não parecer que você é unha de fome. Hehehehehehehehehe
    beijokas e um domingo de muita paz pra você.

    ResponderExcluir
  14. OI bom dia passei para votar e ler a sua nova postagem. Gosto muito de ler as vezes me empolgo um pouco , gosto de suas cronicas elas estão coerentes com nosso cotidiano. Não é raro vivenciarmos situações como essa. Abraço e tenha um exelente domingo.

    ResponderExcluir
  15. Só para agradecer pela visita no meu Cantinho e esteja a vontade para voltar quando desejar. Parabéns pelo Blog! Já fiz um comentário e já virei tua seguidora. Tenha um domingo abençoado. Abraço! Márcia Valéria.

    ResponderExcluir
  16. JEFH, GOSTEI DESSA TÉCNICA DE "ENGANCHAR" O TEXTO NO ANTERIORMENTE POSTADO...

    ESQUIZOFRENIA... AÍ É ASSUSTADOR, TANTO PRA QUEM FALA QUANTO PRA QUEM HOUVE!
    ESTOU "RUMINANDO" ESTE POST DESDE ONTEM;-).

    ABÇOS

    ResponderExcluir
  17. Poxa agora que já estão "amigos" leva um trocadinho doutor!

    Tenha uma otima semana,
    Bj....

    ResponderExcluir
  18. Hoje estou aqui para dividir a minha alegria... Obrigada!
    100 seguidores...Como gratidão e com muito carinho fiz um selinho comemorativo...=)
    Passe quando quiser e puder para pegar o que já é seu...<3
    Mesmo que não colecione passe lá para vê-lo
    Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  19. Querido Jefh, obrigada pelas palavras carinhosas no meu blog de inciante, considero a amizade a maior riqueza... Meu lindo amigo, como sempre eu vou lendo as "entrelinhas" o que você só pensou mas não transcreveu...Muito triste a situação dos nossos irmãos que vivenciam a situação como do personagem tão "real" da tua crônica. Todos os dias observamos seres que transitam como "mortos-vivos" ao nosso lado...perderam o gosto pela vida e se perderam de si próprios! Na minha reflexão, deste final de tarde de domingo, agradecida ao Senhor da Vida pela saúde fisica, mental, espiritual, oro pelos nossos irmãos que se encontram assim...sem um porto seguro, sem direção, porque há muito perdem o rumo e não conseguem mais voltar... Parabéns amigo, pela tua sensibilidade e transparência, lucidez e clareza... um grande abraço e tenha uma abençoada semana!

    ResponderExcluir
  20. Eu estava ansiosa pra chegar em casa e passar no seu blog, e ler a cronica de hoje. Ficou maravilhoso esse complemento, dar uns trocadinho vicia o pedinte.
    Uma semana de paz.
    Gostou das fotos do meu blog?
    Abraco.

    ResponderExcluir
  21. quando vejo pessoas bem mais novas que eu pedindo eu questiono, o governo dá o peixe do dia e mais um pouco além de condições de se profissionalizar, tá sobrando vaga para especialistas, olho pra trás e vejo quanto nos esforçamos, quanto sacrifício estudar, trabalhar, andar a pé, ter um pão pra comer e olhe lá, correndo pra dar conta do recado, comecei a trabalhar com 14 anos e ganhava a metade do salário mínimo fazendo o trabalho de adulto, já dei e dou trocados, mas sempre oriento a procurar trabalho, fiz isso pro moço que vinha em minha casa e um tempo depois ele apareceu e disse que estava trabalhando numa empresa achei o máximo ele ter vindo falar! pode ser difícil, mas sempre se consegue algum trabalho!
    ah, essa história de dizer não tenho trocados dá ideia de que você só tem notas grandes e daí...
    abração caloroso porque aqui tá um frio europeu com chuva!

    ResponderExcluir
  22. Oiee,gostei muito do teu blog,ja estou te seguindo tenho dois blogs,um de mensagens o outro de poesias o link é:
    http://soueufeitapoesia.blogspot.com/
    se gostar me siga e mande comentários eu e seguidores esperamos por você!bjos uma semana iluminada com toda a sorte de benção!

    ResponderExcluir
  23. Este pedinte é perseverante! Pelo visto, não vai desisitir, mesmo! Feliz semana pra voce! Com carinho, Josi.

    ResponderExcluir
  24. Oi JEFHCARDOSO passei para agradecer um pouco atrasada a sua visita e pelas palavras carinhosas....e não poderia dizer que seu blog é de uma pessoa de muita sensibilidade...parabéns..seguirei seu blog e acompanharei suas notícias com muito prazer...abraços.

    ResponderExcluir
  25. Parabéns pelo texto Jeferson Cardoso, gostei principalmente pelos detalhes muito bem colocados e a visão que foi relatada a crônica.
    Ótima semana para você. Deus o abençoe =D

    *Agradeço pela visita e comentário em meu blog. ^^

    ResponderExcluir
  26. Vi seu comentário em meu blog e aceitei ao convite de visitar o seu...
    Parabéns pelo trabalho!
    Abraços!

    Obs: continue me visitando também!

    ResponderExcluir
  27. Leitora nova aqui mas já amando *--*

    Isabella J. P. Santos
    www.isabellajpsantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Saudade daqui, meu amigo!Ótima semana.
    Beijo

    ResponderExcluir
  29. Ahhh quanto tempo longe daqui...gosto demais das suas palavras...admiro mesmo o dom que tens...gostei muito do texto...sabe eu sou daqueles que sou dou moedas quando algo me toca de verdade...tipo como se eu tivesse um dom de saber que a pessoa realmente precisa e só quando sinto que sou caridoso. Mas nunca dialogo muito ou digo não ou simplismente faço a doação.

    Um abraço meu amigo.

    Hasta luego!!!

    ResponderExcluir
  30. Esquizofrenia, esse cara não deveria andar solto pelas ruas, deveria estar fazendo um tratamento. Acredito que o doutor irá ajuda-lo. Um abraço e ótimo começo de semana meu amigo. Bjim pra ti!

    ResponderExcluir
  31. Oi Jefh, estou passando só para te desejar... UM ÓTIMO DIA!!! Um abraço

    ResponderExcluir
  32. OIE....

    Oi Jefh..td bem?Hj meu blog esta em festa!! 203 seguidores.Estou comemorando...tem até sorteio..
    Ficaria feliz com sua visita..e te convido a ser meu seguidor..

    Bj

    Ma

    ResponderExcluir
  33. Boa tarde querido obrigado pelo carinho...Tenha uma semana linda sempre que puder estarei por aqui te espero sempre em meu cantinho bj no coração!

    ResponderExcluir
  34. Olá Jeferson, obrigada pelo convite e pela oportunidade de conhecer seu blog.
    Gostei muito da naturalidade e talvez até mesmo empatia com que conseguir narrar um assunto tão polêmico e às vezes tão preconceituoso.
    Me fez refletir que a todo momento podemos estar próximos a estas situações e pessoas sem o saber...
    Tem o meu voto!!!
    Meu abraço carinhoso,

    ResponderExcluir
  35. estive em seu blog, notei nas entrelinhas sua preocupação com a situação alheia, parece loucura, se falar alheia certas situaçoes,se somos todosfilhos de um mesmo criador, é a vida meu caro, com duas eternas cobranças,,a modernidade e o mundo capitalista!!legal sua cronica, voltarei lá outras vezes,,

    lua morena

    ResponderExcluir
  36. Jefh..
    a teimosia é uma característica das pessoas sem criatividade..
    eu acho que nem o pedinte, nem o doutor estão lutando pelo dinheiro..rs

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  37. Olha eu aki... ^^
    Obrigada pela visita lá no blog e pelo comentário!

    Adorei seus textos... vou dar uma "passeada" pelo seu blog! ^^

    Abraços

    ResponderExcluir
  38. Não entendo nada disto, mas conheço uma pessoa que sofre de esquizofrenia.
    Não é nada bom.


    Obrigada por comentar no meu blog

    Como me achaste?

    ResponderExcluir
  39. muito bom o que escreveu.... uma pontinha de inveja... já que ando sem inspiração para escrever no meu blog... as crianças estão sugando todas minhas forças.
    bj

    ResponderExcluir
  40. OOOOOi, Jefferson! Vim, conheci, gostei e vou voltar! Abraços!

    ResponderExcluir
  41. Nossa vc escreve muito,obrigada por a visita mas como vc me achou tão rápido acabei de criar esse blog.Nele quero mostrar tudo q/ sinto e desabafar já q/ tenho poucos amigos íntimos então valeu e vc escreveu coisas lindas lá um grande abraço da blogueira pro blogueiro luadedeca.

    ResponderExcluir
  42. Oi Jefh! Obrigada pelo carinho da visita no Sonhos! Olha,votei no seu Blog no Top Blog 2011.Boa sorte! Abços.Josi

    ResponderExcluir
  43. Adorei o teu jeito de escrever!!!!
    Meus parabéns!!!!
    Voltarei sempre!!!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  44. Olá Jefh, parabéns pelo texto, não só pela construção, mas pela cotidianidade e humanidade que ele traz.
    Obrigada pela visita ao meu blog, e pelo comentário também.

    Ps.: apenas a título de pesquisa, vc o encontrou por meio da internet mesmo, ou por indicação de algum amigo?

    Abraço.

    ResponderExcluir
  45. Amei conhecer teublog.Muito criativo esse pedinte!!!

    ResponderExcluir
  46. gostei muito do seu blog! seguindo vc ;)

    ResponderExcluir
  47. Jef
    Vc viu meu blog http://saltoitajai.blogspot.com/.Que tal usaro passo a passo que postei lá, criar um twitter e linká-lo ao seu blog. É uma boa forma de ajudar a divulgar. Se vc seguir os 3 passo a passo, cada postagem tua no blog cria um link automaticamente no twitter.
    meu twitter : twitter.com/licianeppel
    abraço

    ResponderExcluir
  48. Aqui temos uma relação saudável e bem estreita com o Xadrez, meu esposo é um Árbitro FIDE eu uma Árbitra local e a amanda de 10 anos é uma enxadrista, sexto lugar do paraná na categoria sub 10. Sobre o povo do xadrez serem lindos... hummmm tem um montão de mal acabados, mas tudo gente boa, inteligente com certeza, posso dizer que é uma classe elitizada no quesito sociocultural. Você joga xadrez?... ainda estou procurando inspiração para escrever... ando tão assoberbada com as crianças que só penso em cama nos momentos livres.... bj

    ResponderExcluir
  49. Olá , valeu apena aceitar seu convite e vim ate aqui...Quem nunca passou por algo semelhante a esta situação?Para aqueles com coração mole não é facil dizer" não" e mesmo que diga , depois fica com um certo pesar.Mas já vi tantas pessoas usarem a má saude , a enfermidade do filho, da mãe para ganhar uns trocados.Faz da doença um meio de ganhar dinheiro.E sinceramente, com o tempo vc deixa de acreditar que o tal sofra mesmo com tal doença.
    Há uns dois anos atras vi um reportagem, onde mostrava uma mulher pedinte que atraves de esmolas conseguiu construí uma casa.E não era uma casinha simples, era um belo de casarão.Segundo a reportagem, haviam alguns pedintes que durante o periodo de festas de fim de ano ganhavam cerca de 1000 R$ por mês.Fiquei perplexa!!!O tal pedinte ganhava mais que euzinha(rsrsrsr).
    Sei que há tantas pessoas que precisam, outras que usam a miseria como meio de , digamos, enriquecer...
    Na epoca que vi a reportagem , ate pensei em sair do emprego e vira pedinte(rsrsrrs).Brincadeira.Deus que me livre.
    Gosto de trabalhar, de ter meu suado dinheirinho...
    Enfim, fica dificil de acreditar nas reais condições do tal pedinte e de muitos outros .Tudo isso porque alguns acabam abusando da boa fé alheia...Bjos

    ResponderExcluir
  50. Com enorme carinho
    agradeço de coração por compartilhar
    momentos tão agradaveis e tão importantes para mim.
    Certamente vera essa mensagem em outros blogs
    mais isso é tudo que posso fazer hoje.
    E jamais vou deixar de agradecer a bondade
    de estar sempre no meu blog acariciando meu corção.
    Agradeço e reconheço que Deus nunca nos deixa sozinho.
    Um beijo no coração,Evanir.

    ResponderExcluir
  51. Bom final de semana
    Bjus
    Rose
    www.cantinhodimulher.blogspot.com
    Twitter:@rosealoy

    ResponderExcluir
  52. Jefh, vc simplesmente é maravilhoso, viajo em suas palavras, incrível vivenciei a cada momento.
    beijos na alma, afago em seu coração
    Isa

    ResponderExcluir
  53. Oi querido! Obrigada pela visita em meu blog carinercrs.blogspot.com

    Você conhece meu outro blog?
    http://carinepensando.blogspot.com/

    To te seguindo, gostei dos textos.

    Abraços, Carine

    ResponderExcluir
  54. Oi meu amigo Jefh, tenha um ótimo fim de semana!!! Um forte abraço

    ResponderExcluir
  55. Hoje estou aqui por que estou precisando do apoio dos amigos para votarem na minha poesia no link…
    http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
    No final da página você põe o nome da poesia e o nome da autora:Poesia: Época boa de Paula Moraes…Me ajuda please?
    Obrigada.
    Bjs e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  56. Boa noite, Jefh! Foi um prazer poder votar no seu Blog! Afinal, pra mim, voce é um excelente "Artesão da Palavra" e eu sou fã de livros, histórias, contos... Amigo é pra isso mesmo.Deus te abençoe.Abraços, Josi.

    ResponderExcluir
  57. Olá Jefh!
    Obrigada pela visitinha ao meu blog. Estou retribuindo...
    Gostei do seu blog,você escreve muito bem!
    Esse pedinte do texto é mais um entre muitos que encontramos principalmente nas cidades grandes e pode ter certeza que muitos são tão ou mais esquizofrênicos do que esse. Felizmente, esse era pacífico, mas não podemos contar com a sorte ao nos depararmos com pessoas com esse mesmo problema.
    Muita boa sorte e sempre que possível passarei por aqui.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  58. Eu sei que a tempos vc visitou meu blog... Mais eu estava fazendo uma faxina achei seu comentario e resolvir visita-lo de novo... Respondendo a sua pergunta, Eu sou realmente estudante mais não como os outros então o que eu acho dos seus textos não deve ser levado em consideração como opnião de estudantes rsrs...
    Eu gosto bastante dos seus textos, linguagem facil, texto sem inrolação com objetivo e foco... Meus parabens... um dia vou ter tantos seguidores quanto você rsrs

    ResponderExcluir
  59. lendo isso eu me pergunto:
    quem esta doente o mundo ou as pessoas?
    falamos sobre política,corrupção,religião,a falta de Deus, futebol, novelas, filmes entre outras coisas. e chegamos a conclusão que a culpa é sempre dos outro nunca nossa!como eu poderia mudar o mundo sendo apenas eu?que influencia eu teria? será que se eu fosse um bom pai, um bom marido,um bom vizinho,um bom aluno eu não poderia fazer a diferença pra meus filhos vizinhos...etc?minha vivinha tem o mesmo problema que a pessoa do seu texto ela é aposentada só que a familia pega o dinheiro e ela fica sem tratamento! revoltante onde esta o amor dos pais a seus filhos? sei que cada caso é um caso e que cada historia é uma historia mas nesses meios sempre tem uma laranja estragada
    abçs

    ResponderExcluir
  60. olá jeferson, seus textos são ótimos, meus parabéns :D você é um ótimo escritor, continue assim. O que faz, faz com qualidade e amor.

    ResponderExcluir
  61. Leia a nova crônica postada no blog: http://criticafalada.blogspot.com/2011/07/liberte-egalite-fraternite.html Muito obrigado

    ResponderExcluir
  62. Muito bom o texto, Jeferson!
    Já estou seguindo você e adicionei seu blog aos meus favoritos para leitura diária. =D
    Abraços!

    ResponderExcluir
  63. Oi, amigo Jefh! Muito bom estar aqui. Gostei muito do texto. Pois essa é a nossa realidade diária!Será que teremos algum dia mudança! Deixarei meu voto para vc.. Grande abraço...

    ResponderExcluir
  64. Obrigada Jefferson. Abraço pra vc também, e uma semana abençoada pra vc. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  65. Não sei se é melhor ou piior dar um trocado nessa situação,talvez acalme o pedinte e ela vá tentar em outro lugar, talvez ele queira mais e volte mais vzs...Nunca se sabe, uma coisa pra mim é certa, uma pessoa que pede e se 'humilha" e já perdeu a dignidade e sabe disso...Relamente deve estar precisando do dinheiro, é péssimo pedir, vc se sente um nada, uma vez precisei pedir no metrô pq me desencontrei do meu marido, estava sem bateria no cel e não tinha dinheiro, estava chegando de viagem e ele estava lá para me pegar...Na roviária, ao perceber o desencontro, não tinha mais o que fazer, quis ir pra casa, e fui então tentar arrumar o dinheiro do metrô, que é pouco...O pouco caso, as caras que as pessoas faziam, fizeram eu me sentir uma porcaria, a última das últimas criaturas...Por isso eu digo, só quem precisa sabe a humilhação que é pedir, é muito desgastante e mina a auto-estima, sempre que posso ajudo com meus trocados, sei, senti na pele, que se tá pedindo é pq precisa...
    Tem selinho novo no fim da página de selos pra seu blog super pop...rs
    Bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  66. Passei para te agradecer seu carinho e sua atenção,desejo uma semana maravilhosa com a proteção de Deus,bjus

    ResponderExcluir
  67. Olá Jefferson

    antes de mais , parabéns pelo blogue. :)
    Gostei do que li .

    Gostaríamos muito que desse uma "vista de olhos" no projecto DVB-Digital Video Book.´- de saber a sua opinião, e qual o interesse em desenvolver o seu trabalho neste novo formato.


    \"Transformamos\" os seus poemas, textos ou pensamentos (já editados em livro, ou não), num DVB, uma ideia original da - Pastelaria Studios Productions -

    O projecto é recente, é uma inovação, tal como explicamos no nosso blogue:

    http://pastelariaestudios.blogspot.com/

    Para nós, a sua visita e o seu parecer ,é muito importante .


    É exactamente isso, os seus poemas seriam \" trabalhados \" em DVB . Um livro que se vê como um filme!

    Penso que se adequa , na perfeição, aos seus textos , poemas e pensamentos...

    Não somos uma editora,prestamos, essencialmente, um serviço criativo.

    A minha sugestão seria, enviar-nos os seus \"registos\", e nós faremos um orçamento.

    Posso adiantar que, por ser um projecto novo e, embora o trabalho criativo (audio, voz, imagem, construção do DVB, etc) seja bastante , queremos chegar ao maior número de autores de obras escritas mesmo que essas estejam na gaveta.



    Fico a aguardar uma resposta e, qualquer dúvida… estamos por aqui.

    Um abraço, um obrigada


    Teresa Maria Queiroz

    pastelariaestudios@gmail.com

    ResponderExcluir
  68. Começou a final...
    Amigo, começou a final do Pena de Ouro, me ajude nessa etapa...=)

    Para votar em mim é só ir neste link: http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com
    nos cometários e votar em "Época boa" de Paula Moraes....Obrigada pelos votos e pelo carinho, desde já agradeço...=)

    Boa semana!

    Bjs no coração

    ResponderExcluir
  69. Sim nós somos Jeh's
    HSAHHSHASHA
    Obrigada pelo comentário e eu de fato amei a crônica.
    Quero te convidar para dar uma lida e suas opiniões nas minhas poesias:

    http://jehbaluarte.blogspot.com/

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  70. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  71. Parabéns!!! Você escreve muito bem. Excelente descrição de detalhes. Deveria ser Jornalista.
    Continue assim. O Brasil precisa de bons redatores para melhorar sua pobreza intelectual.

    ResponderExcluir
  72. Inclusive lancei no meu facebook, orkut e twitter heheheh

    ResponderExcluir
  73. Olá Jefh, desculpe a ausência, as vezes leio seus textos mas não tenho tido tempo pra blogar com qualidade...não estou conseguindo dar conta da vida real e virtual, rs. Mas o texto é ótimo, como todos aliás.
    Estava com medo desse pedinte, ainda bem que ele é da paz, rs. Abços.

    ResponderExcluir
  74. Wal Mart deve reintegrar funcionário com esquizofrenia
    A empresa WMS Supermercados do Brasil Ltda, dona do Wal Mart, terá de reintegrar ao emprego um ex-funcionário, portador de esquizofrenia, demitido sem justa causa logo após ter ficado afastado do trabalho, pelo INSS, para tratamento médico. O caso aconteceu no Rio Grande do Sul.
    De acordo com informações do Tribunal Superior do Trabalho (TST), a decisão, que considerou a dispensa arbitrária e discriminatória, prevaleceu em todas as instâncias judiciais trabalhistas. Para os tribunais, vigorou, dentre outros fundamentos, o entendimento de que o exercício de uma atividade laboral é aspecto relevante no tratamento do paciente portador de doença grave.
    O trabalhador foi admitido em outubro de 2006 e demitido em julho do ano seguinte, sem justa causa. Ele trabalhava na padaria e ficou afastado do trabalho por um mês, por conta de um surto psicótico, que o manteve internado em instituição psiquiátrica para tratamento de desintoxicação. Após retornar ao trabalho, foi demitido. Os laudos médicos juntados aos autos apontam que ele sofria de esquizofrenia, com histórico de transtorno bipolar.
    Na ação judicial, ele pediu reintegração ao emprego e pagamento de salários referentes ao tempo de afastamento. A empresa, em contestação, alegou que o empregado foi considerado apto no exame demissional e que não apresentava sintomas de enfermidade. Negou que a dispensa foi motivada pela doença.
    Os magistrados do tribunal do Rio Grande do Sul entenderam que “o Poder Judiciário não pode ficar inerte diante da situação do empregado. Não se pode negar a condição especial em que o autor se encontra em razão de seu estado de saúde. A condição de portador de esquizofrenia conduz a uma limitação ao direito potestativo do empregador de rescindir o contrato de trabalho sem justa causa”, destacou o colegiado regional”.
    O mesmo entendimento foi seguido pelo TST. A relatora do acórdão no tribunal ministra Rosa Maria Weber Candiota da Rosa, ao manter a condenação, registrou em seu voto que a dispensa do empregado, efetuada pouco tempo depois de um período de licença médica para tratamento de desintoxicação de substâncias psicoativas, é presumidamente discriminatória. As informações são do TST.
    Fonte: Portal iG
    Gostaria de seguir meu blog? Já sigo o seu!
    http://detudoumpoucosimplesmente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  75. "O esquizofrênico típico vive num mundo de imaginação obscura, marginal à sua sociedade, incapaz de manter um emprego normal, essas pessoas vivem nas margens, desprezadas por navegarem em seus própios, auto-criados, sistema de valores."

    As pessoas tem pavor do delírio, da insanidade totalmente incontrolada, um medo de usar alucenógenos. De se aventurar nessas outras realidades, no sub-consciente.
    A nossa tradição é totalmente artificial, essa realidade é que é uma farsa. E quando as pessoas exploram suas própias mentes, e estudam digamos que um auto-conhecimento, elas ficam mais criativas. E a criatividade, é quando você cria uma realidade, apartir de outra.
    Um xamã, nada no mesmo oceano em que um esquizofrênico, porém, ele tem milhares de técnicas e tradições sancionadas nas quais se basear.
    Pode um esquizofrênico, obter uma sabedoria tão ampla, e observando este mesmo caminho... Abondonar toda essa realidade, o estilo de vida, esses dogmas da sociedade. Porque tudo isso é facilmente descartável com pouca lógica.
    No caso do mendigo esquizofrênico citado no texto, com certeza, ele não irá conseguir elevar sua mente sozinho. Pois ele não conhece outra realidade além daquela.
    É algo incompleto, o mesmo que um xamã que não usa drogas, ou um sábio que tenha dúvidas.

    ResponderExcluir
  76. uau! Que mensagem maravilhosa, faz com que reflitamos sobre nossas atitudes e conceitos.

    Obrigada pelas visitas em meu humilde blog!
    Volte sempre que quiser ;)

    Beijos
    Aninha Herrero

    ResponderExcluir
  77. menina do blog em ação eu li e achi muito legal por favor espero ter o meesmo de ã que você tem

    ResponderExcluir
  78. OI TUDO BEM?
    OBRIGADO PELO COMENTÁRIO,QUE BOM QUE GOSTOU DO BLOG,,VC TBM ESTÁ DE PARABÉNS SEM DUVIDA NENHUMA,VC TEM EXCELENTES TEXTOS ,NESSES DIAS DE HOJE ,AS CONFUSÕES DIÁRIAS QUE HJ TEMOS ,NOS DEIXA INSENSÍVEIS,PRECISAMOS DE TEXTOS COMO O SEU PARA FAZER ALGUMAS REFLEXÕES.
    BJOS

    ResponderExcluir
  79. Oi Jefh, passei e comecei a ler com calma seus textos para depois ler o último que postou. Já nesse gostei muito. Nem sempre as pessoas ficam na rua pedindo por gosto. Mas qdo abriu a carteira e o rapaz após ver que realmente não tinha nada e indicou serviço, dei um riso do lado de cá. rsrsrs. Ainda bem que ele faz os bicos dele. Tenho um cunhado não com o mesmo problema, mas que por outro problema de saúde vive fazendo bicos. Graças a Deus não precisa pedir pois tem uma família para apoiá-lo. Os bicos ele faz pois gosta e para distrair a mente. Abraços e até daqui a pouquinho.

    ResponderExcluir
  80. Situação absolutamente normal, aqui em SP. Que coisa? E rende uma ctônica tão bonita. Adorei, mais uma vez...

    ResponderExcluir
  81. Olá, retribuindo a visita ao meu blog tpmde30dias.com...rsrs
    Adorei seu texto...complicado uma situação dessas, mas qdo vc sabe o problema de uma pessoa começa a olha-lá com outros olhos, eu pelo menos sou assim...rs...o seu texto vai me fazer pensar 2x antes de julgar alguem! Abraços

    ResponderExcluir
  82. Bem sabemos que os pedintes são um assunto que divide muitas opiniões e eu compartilho em NÃO dar.Bem sabemos que o caso dele segundo ele é um caso ondo como dito por você é difícil ficar em um emprego fixo cumprindo rotinas e deveres mais acredito que se tornar um "pedinte" não é a única opção.Existem maneiras de se conseguir algum dinheiro com vender doces ou algo do tipo!
    Sabemos que a vida não é fácil para ninguém e simplesmente cruzar um braço e estender outro para pedir não é a melhor solução moralmente falando pois talvez seja a mais lucrativa e se investimentos prévio,precisa se apenas cultivar um cinismo e isso vejo que ele assim como outros que cultivam esse tipo de pratica não tem dificuldade alguma.
    Isso me fez lembrar de uma certa vez em que eu viajei até uma determinada cidade e enquanto aguardava meu namorado vim me buscar observei um mulher que com duas crianças,uma de cerca de 2 meses de vida e outra com cerca de 3 anos pedia dinheiro próximo ao terminal da rodoviária.
    A medida que o tempo passava ela ia faturando! Notei que em cerca de 20 minutos várias pessoas davam a ela moedas,notas e pensei "imagine quando ela não tira durante todo um dia" Outra coisa que percebi era que ela evitava pedir a mulheres,pedia na sua maioria a homens e eram eles que davam um valor sempre maior.
    Que educação ela pode dar as filhas dela?que exemplo ela pode dar? futuramente seria as filhas dela que estariam ali ocupando um lugar que um dia foi dela.Por fim eu não concordo com dar esmolas!

    ResponderExcluir
  83. Olá! Boa noite! Aqui pedinte e doutor estão ambos na mesma! Falta de dinheiro! Neste texto o doutor perdeu um pouquinho do seu tempo dialogando com alguém de uma classe inferior ...Coisa que raramente acontece, as vezes por medo e muitas vezes por se achar mais do que o outro. Isso é bom pois devemos ser humildes para ser exaltados pelo Senhor Jesus.O Evangelho de hj nos chama a atenção deste aspecto tão vivenciados por nós. Sua idéia mais uma vez foi genial pois passa para o leitor a outra face da moeda,algo pouco vivido nessa sociedade tão individualista,tão desumana. Faça a diferença! Crie no seu texto aquilo que o mundo precisa ouvir contrário ao vivenciado por uma grande maioria de pessoas O mundo pode melhorar se comunicarmos aquilo que é certo. , além de alegrar muito ao nosso Deus.Fonte de toda criação.Um abraço...Li seus comentários! Adorei! Visite sempre o meu blog...E convide seus amigos para ler a Palavra de Deus...

    ResponderExcluir
  84. Demorei.....prendi as minhas ideias....mas voltarei a soltá-las.....lindo seu trabalho nesse blog.

    ResponderExcluir
  85. Muito legal! adorei o blog!
    Uma ótima literatura!

    ResponderExcluir

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails