terça-feira, junho 07, 2011

OS POMBOS DA PRAÇA XV E OS CHINESES DA HONG KONG

Sobre pombos nada sei, ou quase nada. Sei que já quis capturá-los quando criança. Creio que toda criança já imaginou heróicas capturas de pombos. Mas de pombos, propriamente falando, nada sei. Sei que Vinícius certa vez comentou: “Deus sabe que, entre gatos e pombos, eu sou francamente pela primeira espécie”; e ele não disse isso em circunstância qualquer; disse na ocasião em que narrou à desventura dos gatos de Florença que viviam empreendendo botes frustrados sobre os pombos igualmente florentinos.

Contudo, mesmo sem nada saber sobre pombos, tenho que me aventurar neste texto para fazer justiça e registrar o espetáculo que presenciei na Praça XV de Ribeirão Preto. É que os pombos que pululam as frondosas árvores daquela praça seriam aves urbanas bastante comuns, não fosse o fato de serem clientes da Pastelaria Hong Kong III. Sim, são clientes. Aí você dirá que não são, pois não há uma transação comercial estabelecida entre os chineses e os pombos dali. Eu defenderei minha afirmação sob alegação de que muitos clientes são meros acompanhantes dos pagantes, portanto, não desembolsam tostão algum e apenas comem o que outro pagou, assim como fazem os pombos. Concorda?


Bem, ali os chineses fazem uma quantidade absurda de pastéis e os clientes derrubam anualmente toneladas, e toneladas, e mais toneladas (salvo o exagero) de migalhas de massa e pequenos pedaços de carne moída no chão.


Os pombos descem do alto. São intrépidos e precisos. Possuem senso de perigo e ou social, não sei, só sei que não atacam os pastéis enquanto nas mãos dos clientes boquiabertos salivantes. Aguardam com certa impaciência que algum fragmento vá ao solo. Vem um, vêm dois, três, quatro, cinco, seis, sete, já não conto quantos pombos pousam, mas os observo. Não se espantam com as pernas longas que passam rente, no entanto levantam vôo quando o caso é de pequenas pernas curtas e lépidas que se aproximam. Os pombos da Praça XV já conhecem os planos das crianças e são clientes da Hong Kong III. Que fique o registro.


Diz a lenda, mas aí já seria assunto para outra crônica ou conto, quem sabe, que certa vez, ladrões tentavam roubar a Hong Kong III entrando pelo telhado, quanto foram atacados e tiveram seus olhos devorados por um bando de pombos negros. Na ocasião, fora noticiado o fato em todos os jornais da região. Eu mesmo acompanhei com terror o caso dos ladrões que tiveram os olhos arrancados das órbitas.



Obs. Peço o seu apoio em forma de voto para este blog no Top Blog; clique no selo logo abaixo do meu perfil e vote. Obrigado!

51 Comentários:

Blogger Cristina Almeida disse...

Quando vi o título pensei que fosse a Praça XV aqui do Rio de Janeiro,mas ao ler pude ver que existe outra Praça XV, como a sua Praça XV, a daqui também é povoada de pombos, nas calçadas largas, repousando em cima dos monumentos, nas árvores, nos postes e sempre à caça de comida!
Desviam com destreza das pernas enormes dos transeuntes, passam ao nosso lado planando sem nenhuma cerimônia, em fim, sentem-se em casa, estão em casa!
Um dia desses vou apresentá-los aos meus leitores no blog, se eles me permitirem tirar uma foto é claro!
Gostei do texto, estou esperando sua visita em meu blog, lhe fiz o convite para seguir,mas se vc acha que não fica bem um homem seguir um blog que basicamente foi feito para o público feminino, tudo bem, não vou ficar chateada!
Grande abraço
Cris
www.cristymakeup.blogspot.com

7 de junho de 2011 18:55  
Blogger Ma Ferreira disse...

Jefh vc é escritor ou pescador?
Adorei sua hilária cronica.
Li sorrindo..e saio daqui feliz.

Um grande beijo, desta sua admiradora,

Ma Ferreira

7 de junho de 2011 19:34  
Blogger TOM BRINDES disse...

CARA MEUS PARABENS PELO BLOG JA ESTOU TI SEGUINDO E SE PRECISASR DE MIM ESTOU EM MEU BLOG TB TOM BRINDES E BLOG SHOW,ALIAS NAO QUER SER UM DOS AUTORES DO BLOG SHOW VC POSTA QUANDO QUISER E OQ QUISER,BOM MAIS ESTAMOS AI E UM GRANDE ABRAÇO DO TOM ,MMMMMMMMIIIIIIIIIIIAAAAAAAAAAUUUUUUUU

7 de junho de 2011 20:22  
Blogger Cristina Almeida disse...

Obrigada pelos elogios ao meu blog,eu entendo os seus motivos,vim agradecer-lhe as visitas e dizer que fico feliz com elas e seus comentários.
Grande Abraço
Cris

8 de junho de 2011 03:05  
Blogger Eliana disse...

Ai Jefh, quis pombos danados viu? rsrs
Fica com Deus, tenha um ótimo dia meu amigo, extraordinário escritor! Beijos

8 de junho de 2011 03:44  
Blogger Dani ♡ disse...

Bom Dia! Obrigada pela a visita em meu blog, e pela as belas palavras!. Votei p/ o top blog! Pude constatar que o seu blog é muito bacana. Vou visita-lo sempre. Abraços!

http://aos25anos.blogspot.com/

8 de junho de 2011 05:16  
Blogger Bruh Floripa disse...

Como disse Cristina logo acima... quando vi o título achei que fosse a Praça XV de Florianópolis. rs
Onde o mesmo caso tb acontece, mas aqui seria por conta do ponto turístico. De pombos entendo muito pouco tb, sei que aqui em Floripa, além de dividir a feira... eles fazem tiro ao alvo. Fato! =/

8 de junho de 2011 06:05  
Blogger AgniruC disse...

Adoreiiii sua escrita poeta!! Te sigo de agora para sempre!!

8 de junho de 2011 06:13  
Blogger Mariana disse...

Sua crônica é muito bacana..
Alias todo o seu blog.
Obrigada pelo comentário no meu cblog..
A partir de hoje vou te seguir...
beijos

8 de junho de 2011 06:36  
Blogger Rosemeire Aloy disse...

Adorei, muito legal seu Blog
Bjus
www.cantinhodimulher.blogspot.com

8 de junho de 2011 07:12  
Blogger ⊰⊹✿Eliane disse...

Olá, vim retribuir a visita! seu blog é muito bom!com certeza vou acompanha-lo e já sou sua seguidora.bjs!


http://palavraseessencias.blogspot.com/

8 de junho de 2011 07:39  
Blogger Nyce Pinto. disse...

Olá Jefh, muito obrigada pela sua visita!
Aqui enfrente a praça onde moro, onde tenho a alegria de me "envolver" todos os dias com a revoada dos pombos, que felizes fazem sua algazarra, sinto cada dia mais a grandeza do Senhor da Vida em tudo que criou... Já decidimos pela felicidade, caminhemos...
Lindas suas mensagens, li algumas, voltarei...
Um grande abraço e até breve...

8 de junho de 2011 07:45  
Blogger Dani Nicacio disse...

Parabéns por compartilhar de tão maravilhoso texto. Tenha uma excelente tarde!!!

8 de junho de 2011 09:10  
Anonymous Anônimo disse...

Jefh, vc é mesmo surpreendente.. aparece com cada uma.. mas olha.. essa foi mesmo de arrepiar hein? rsrsrs

Beijocas super em seu coração..
Verinha

8 de junho de 2011 10:23  
Blogger Artesanato Virtual disse...

Voltei a minha infância, quando morava em São Paulo, na Barra Funda, e tentava capturar um dos muitos pombinhos que pousavam na frente de casa. Nostalgia!

Abraços!

P.S.: Já tem o meu voto.

8 de junho de 2011 11:17  
Anonymous Anônimo disse...

jefh, acabo de ler seu post e atesto que você é um grande escritor.

jan

8 de junho de 2011 11:57  
Blogger Sonia Pallone disse...

Bom estar aqui, Jefh. Seus textos são ótimos e o bom humor com que você os trata, contagia a quem os lê. Beijos meu lindo.

8 de junho de 2011 12:37  
Anonymous cida disse...

adorei..medivirto com sua cronicas..bjs.

8 de junho de 2011 12:57  
Anonymous Anônimo disse...

Jeff,
Li sua crônica e fiquei rindo e pensando: Ainda bem que não são urubus, pq numa feira de Belém chamada "ver o peso" os urubus atacam as cumbucas de tacacá.
Adorei a crônica Jeff. Esqueceu dos piolhos que eles distribuem pelas praças...
Beijokas

8 de junho de 2011 16:43  
Anonymous Anônimo disse...

Aliás acho que vou escrever sobre minha experiência no cais de Belém com os "negrinhos ladrões". Na verdade não comigo, pq não gosto de tacacá, nas vi bem de perto as cenas hilárias do povo espantando urubus das tigelas.E continuavam comendo numa boa acredita? Cultura é cultura heim?
bjk

8 de junho de 2011 16:48  
Anonymous Anônimo disse...

Tacacá e uma iguaria picante do norte do Brasil, espécie de caldo grosso de mandioca, com umas folhas que adormecem a boca, camarão com perninhas e tudo, vc come as folhas e os camarões com pauzinhos e bebe a gosma... O paraenses adoram isso e os urubus também e bebem na tigela! Vou escrever sobre isso vc me inspirou com os seus pombos, embora bem mais asseadinhos, pois nao tem piolhos e nem fazem cocozinhos por todo lado causando problemas respiratórios.
Tenho uma história legal de um vizinho que comia pombos como tira-gosto pra pinguinha que ele tomava todo dia. Até o dia em que comeu os pombos de estimação do vizinho paraibano... Se quiser saber o resto vai ter que pedir com jeitinho que conto.
Beijokas

8 de junho de 2011 19:25  
Blogger F. Otavio M. Silva disse...

olá, é um prazer muito grande estar conhecendo alguem como você, alguem com um estilo único para escrever, gsotei muito. Sei que ainda sou apenas uma aspirante a escritor perto de você, mas ficaria muito feliz se passasse no meu blog http://otaviomsilva.blogspot.com/ .
Forte abraço, Otávio

8 de junho de 2011 19:48  
Blogger ♥ κєκєl ♥ disse...

PRAÇA XV, POMBOS E CLIENTES...PENSEI.....OLHA FLORIPA AÍ GENTE HEHEHE.......MENINO QUE LENDA ESSA DOS POMBOS NEGROS....ARREPIEI AQUI VIU...


PASSANDO TB PARA DIVULGAR NOSSO TRABALHO EDUCACIONAL
Olá
Você sabia que LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), que é o idioma em que os surdos se comunicam, é a segunda língua oficial do Brasil?

Com objetivo de expandir a língua de sinais um grupo de professores e alunos da escola Lauro Müller em Florianópolis criou o BLOG VEJO VOZES e por conta disso estamos aqui lhe convidando para fazer parte da nossa história.

Se você entende que nosso país precisa de educação com qualidade e que a inclusão é um direito de todos, venha nos conhecer. O endereço é:

http://eeblmlibras.blogspot.com/

Abraços fraternos

8 de junho de 2011 20:31  
Blogger Rosi Alves... disse...

Interessante recordou o engraçadinho do meu pai
Que matava pombo e dava pra gente comer dizendo
Que era frango. Beijo se puder da uma forcinha
Siga-me se gostar do meu blog. Vou votar amado

8 de junho de 2011 23:13  
Blogger Renata disse...

Muito bom! bj

9 de junho de 2011 04:38  
Anonymous JAN disse...

JEFH, ACABEI DE CRER: VOCÊ É UM ESCRITOR NATO!

ABRAÇÃO
JAN

9 de junho de 2011 06:03  
Blogger Maho disse...

Muito boa essa crônica, você ainda tem que lançar um livro com suas frases e textos, muito bom mesmo, que seu blog tenha muito secesso
Beijinhos =D

9 de junho de 2011 06:10  
Blogger Estrela da amanhã disse...

É realmente assim são os pombos, eles parecem que não tem medo das pessoas, eles voam em cima atrás de comida, os pombos parecem ser frágil mas eles contraem doenças graves.
Jefh, já deixei o meu voto pra você no Top Blog2011 torço por você, um abraço.

9 de junho de 2011 10:27  
Blogger Lucia Costa Siqueira disse...

Oi
Passando pra conhecer
Li sua cronica,gostei
Não tenho este dom,mas aprecio
Fico intertida a pintar.....
Meu blog pinturas da lu

9 de junho de 2011 14:34  
Blogger Daniele Dallavecchia disse...

Olá, Jeff! Pensei logo de cara, pelo título, que tratava-se da famosa Praça XV cheia de pombos aqui do Rio, aff, a gente vai caminhando e eles voando e soltando penas e outras coisas da gente, nada contra os bichinhos, aliás, a culpa é mesmo nossa, a gente vive jogando comida pra eles...rs. Adorei o teu post, parabéns!

Meu blog mudou, agora eu e o poeta Sommerville estamos compartilhando um mesmo blog, depois vc confere as novidades: http://jorgemanueledanieledallavecchia.pt.vu/

beijinhos

9 de junho de 2011 15:03  
Blogger COLHENDO FLORES ENTRE ESPINHOS disse...

Parabéns pelo Blogger. Vou acompanhar sempre suas matérias.Agradeço de coração a sua visita em meu blogger.
bjs,
juliana (a florista)

9 de junho de 2011 17:26  
Anonymous Bete disse...

Olá Jeferson, tudo bem? obrigada pelo comentário no meu blog. Eu li a postagem e gostei muito. Parabéns pelo blog, bem legal.
Passei a te seguir.

http://penelopecharmosa-lis.blogspot.com

9 de junho de 2011 18:39  
Blogger Prof. Ricardo Mees disse...

Muito grato pela postagem em meu blog. Isso torna meu trabalho mais graificante ainda. E para os alunos, sentem seu trabalho mais valorizado!
Bom texto o seu também.
Você acaba de ganhar mais um seguidor!

10 de junho de 2011 04:52  
Blogger Elizeu Eliel disse...

Show de bola o texto, que Deus te abençoe e que dias tão criativos como este (que vc escreveu esta crônica)se repitam na sua vida para que vc possa presentear-nos com a sua literatura...

10 de junho de 2011 05:19  
Blogger Elizeu Eliel disse...

www.elizeueliel.blogspot.com

10 de junho de 2011 05:20  
Blogger sheila andrade disse...

Rapaz que pombos danados, mais tbm é uma dadiva de Deus. parabéns por mais um belíssimo trabalho.

10 de junho de 2011 05:36  
Blogger Celinha disse...

Bom dia Jeferson!
Obrigada pela visita ao meu blog..
Seu texto meu deu vontade de pastel e conhecer essa pastelaria, pena que estou um pouquinho longe não é? rs
Aqui na minha cidade tem muitos pombos, mas ja viraram um problema, ate campanhas para não alimentar estaão espalhadas pelas praças da cidade...
Gostei do seu blog!
Bjus
Célia

10 de junho de 2011 06:01  
Anonymous Carol disse...

MUITOOO Bommmmmmmmmmmm

Divertido e smart! =D

10 de junho de 2011 11:36  
Anonymous Nina Dias disse...

Jefh, realmente pombo é uma ave esperta demias!
Há muitos pombos em qualquer canto de São Paulo e pastelaria é ponto batido. Conheço uma, que os pombos ficam, empoleirados nos fios de alta tensão esperando, é muito engraçado!!!Parece varal de roupas! bj e boa semana! Nina

10 de junho de 2011 13:32  
Blogger Evany Bastos disse...

Adorei sua cronica, vou ler todas, gosto de cronica.
Obrigadopor sua visita em meu blog.
Gosto do seu jeito de escrever e percebi que es um poeta tambem.
Parabens, seu blog e e muito bom.
Abraco
Evany.

10 de junho de 2011 13:32  
Blogger Rá Isis do Ser disse...

Nunca fui ligada em pombos, mas lembro que quando era pequena ia até o centro da cidade e via sempre um homem que dava comida aos pombos. Ficou registrado na memória e seu post me fez lembrar. Vou lá dar meu voto, se desejar faça o mesmo no meu. http://www.raisisdoser.blogspot.com Grande Abraço.

10 de junho de 2011 14:45  
Blogger Imaginante disse...

Opa...

Bom texto cara, parabéns
continue com essa visão do mundo é disso que precisamos.

Abraços

10 de junho de 2011 18:39  
Blogger shan-Tinha disse...

pombo tem da paz, traz doenças, sujeira e se reproduzem velozmente, parece filme hitchkoc...
você é ótimo!
bjinho!

10 de junho de 2011 18:56  
Blogger F. Otavio M. Silva disse...

Fui sincero em minhas palavras, gostei muito do seu estilo. e somos eternos aprendizes, não? ^^
Forte abraço.

10 de junho de 2011 20:35  
Blogger ANITA disse...

Oi Jeferson! Estou passando para retribuir a visita ao Anita bem criada e para dizer que achei seu blog excelente, de uma qualidade de escrita incrível e de muito conteúdo.
Parabéns!
Vou segui-lo e votar ali também.
Convido você também a seguir o www.anitabemcriada.com
Um abraço,
Ana Letícia

11 de junho de 2011 09:58  
Blogger Solange disse...

estes pombos me lembram muito aquelas pessoas que se contentam com migalhas..
e mesmo assim, ficam empoleiradas à espera de que alguém deixe cair o pastel todo no chão..

bjs.Sol

12 de junho de 2011 07:17  
Anonymous JAN disse...

JEFH, NO MEU DICIONÁRIO... 'ESCRITOR NATO' É QUEM NASCE COM O DOM, INDEPENDENTEMENTE DA PROFISSÃO... E SER FISIOTEPEUTA É UM BOM "ADUBO";-)

12 de junho de 2011 08:43  
Anonymous New Emporium disse...

Oi Jefferson!
Bom-dia!
Obrigada pela visita e pela preocupação. Continuo sem conseguir fazer o login direito no meu blog. Quando clico em "login" aparece a minha página do painel. Queria seguir os blogs diretamente, como fazia antes. Estava logada e então, era só clicar lá em cima em seguir e pronto. Estou te seguindo com dois nomes, Brechó Online RJ e agora finalmente consegui como New Emporium, mas continua sem aparecer direito... Espero qu um dia funcione.
Beijos no coração,
Veruska

13 de junho de 2011 06:40  
Blogger Sérgio Borges disse...

Seguindo seu blog. Parabéns.

17 de junho de 2011 22:12  
Blogger d'Alma disse...

Gostei muito do seu texto. E, decididamente, não gosto nada nada de pombos... ;)

19 de junho de 2011 17:44  
Blogger Mariana - viciados em colo disse...

hum, eu também não entendo nada de pombos, só sei que são ratos de asas...
já volto!

3 de agosto de 2011 18:16  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial