domingo, maio 01, 2011

PUNHOS DO MEDO – O TOQUE DA MORTE

A locadora onde alugo filmes, vez ou outra, faz uma promoção estranha. Eles lhe oferecem um filme do acervo mais antigo a cada vez que você loca três filmes do acervo mais atual. Até aí, nada de incomum. O fato estranho é que, mesmo no dia em que você não loca nenhum filme, não encontra nenhum título interessante disponível, eles te oferecem um filme antigo, de graça. É sério!
_Pegue um filme lá! Disse o rapaz. Achei estranho, argumentei: _Mas eu não vou locar nenhum filme! _Não importa, pode pegar. Essa semana todos os filmes de artes marciais são de graça. Completou o rapaz.
Bem, eu sou brasileiro. Estava me oferecendo um filme em meio a tantos títulos de graça. Já viu brasileiro dispensar algo, de graça?

Muitos filmes eu já havia visto. Quanto mais adentrava ao pequeno corredor com suas prateleiras poeirentas, mais títulos saltavam diante de meus olhos e faziam sinapses em minha memória – adentrar um lugar como este é revisitar o seu passado negro e obscuro. Passei por Chuck Norris, David Carradine, Steve Seagal, Jean Claude Van Damme... Fui ao fundo daquele túnel do tempo. E foi então que deparei-me com ninguém menos que Bruce Lee e sua ‘expressão de ódio para foto’!

Apanhei o filme e fui hipnotizado pela capa. Iniciei um retrocesso de, pelo menos, 27 anos: “Se eu conseguisse falar de Bruce Lee... Se eu conseguisse expressar o Bruce Lee que há em mim... (Há?) (Não sei!) Certamente algum dia existiu... É difícil saber o que resta quando já se passou tanto tempo da morte do ídolo – e não me refiro ao tempo decorrido após a morte do ator, mas, e muito mais, à morte do ídolo.” E continuei pensando: “Vou pegar o filme! Espero que ninguém me veja...”

A caminho de casa, com o filme em mão, comecei a me recordar de como a sociedade infantil é clara em suas distinções. Não há estatutos complicados, protocolos elaborados, imensos conjuntos de leis para garantir direitos e deveres da molecada entre a molecada. Ali é á lei do mais forte ou do filho do mais forte, e o mais fraco que acate.

Ou você é o agredido, ou você é o agressor, ou o amigo do agressor (puxa saco); agredidos não possuem amigos. Simplesmente, possuem cúmplices de um sofrimento. Nunca fui opressor. Nunca tive inclinação para isso. Quando muito, eu revidava com mais energia a uma agressão, uma afronta. Mas era magro, raquítico e, o pior de tudo, educado. Educado não para agredir, mas para o diálogo, para a paz.

O agressor se alimenta do seu medo, reina sobre o seu medo. Ele se deleita, se fortalece quando impõe alguma humilhação, quando afirma seu poderio. Se puder fazer isso diante de várias pessoas, melhor. Se puder fazer diante de meninas então, melhor ainda. Ao fraco e oprimido resta a imaginação:

“Punhos do medo!, O toque da morte!, Punhos de aço! Um descendente de chineses torna-se astro de Hollywood... Torna-se mestre em artes marciais que atravessam milênios. Se um chinês pôde, por quê não eu? O dinheiro para a matrícula e a mensalidade... Lembrei-me! Que o cinema baste ao garoto fraco.”

E quem seria capaz de enfrentar um exercito apenas com os próprios punhos, jogar homens sobre árvores como quem lança caixas de papelão, golpear uma parte do corpo e duas semanas depois, misteriosamente, o golpeado desaparecer do mapa?

Não consigo ver o filme até o final. O mito está morto e sepultado em minha memória. E essa promoção da locadora, francamente, nem se eles me pagassem valeria o meu tempo.


No Twitter @Jefhcardoso74

84 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Infelizmente a vida é assim mesmo.. querendo ou não, a indústria cinematográfica de uma forma geral influencia grande parte dos adolescentes que por sua vez querem sair imitando a tudo e todos.. é uma realidade com a qual temos que conviver.. apenas seria necessário uma maior conscientização por parte dos adultos em relação a eles.. já que essas coisas são mesmo de adolescentes que estão em plena formação.. e a vida não é um filme...

Beijoquinhas super em seu coração Jefh e uma linda semana para vc!

Verinha

1 de maio de 2011 15:22  
Anonymous Anônimo disse...

Rsrsrs... No início da história achei que você gostasse demais do Bruce Lee para levar o filme pra casa e assistir tudinho... Sinceramente de megas mentiras o cinema moderno está cheio, e com películas de melhor qualidade. Bem verdade que ele era um bom lutador, mas ficou pra trás e nosso saquinho de pipocas já esvaziou. Não dá mais pra assistir isso. O filho dele, Brandon Lee tinha porte de que ia ser um ator conforme o pai, mas morreu cedo. Acabou a dinastia Lee, acabou e com ela nossa paciência pra assistir a esses filmes.
Um conselho sr Jef : Quando não tiver nada pra fazer e querendo gastar tempo, dá uma lida no meu blog, que é cultura pura(risos). Mas, não é de todo mal...
Resumindo(se é que eu consigo sintetizar alguma coisa), dizem que "a cavalo dado não se olha os dentes", eu todavia digo que, dependendo da idade do cavalo, é melhor dar uma olhada nos dentes sim, caso contrário corre o risco do cavalo morrer na primeira esquina. Você fica à pé e com uma carcaça pra enterrar (ou dar pra algum açougue... Eca)

1 de maio de 2011 15:44  
Blogger Bete Meira disse...

Gostei do texto!!! Há séculos não entro em uma locadora.

1 de maio de 2011 16:37  
Blogger ♪♪Junio♪♪ disse...

Também não curto filme de artes marciais mas como dizem de graça da pra pensar...e quantos anos não sei o que é uma locadora...descobri ano passado que na minha faculdade a gente pode pegar emprestado e tem uma quantidade legal de filmes ae peguei uma vez...mas hj com essa tecnologia toda fica quase inviavel esse hábito...parabéns pelo seu...ótima semana!!!

hasta luego!!!

1 de maio de 2011 16:46  
Blogger Eliana disse...

Coincidência mesmo rsrs.
E já disse: Só venho aqui te parabênizar, você é o... ESCRITOR! Parabêns sempre.

Vou dizer uma coisa, mas com todo respeito viu... está muito bonito no novo perfil.

Tenha uma ótima noite!

1 de maio de 2011 17:01  
Blogger shan-Tinha disse...

...eu já tenho fascínio por artes marciais acredita? é vero! mas não pela arte no que toca pra agressividade e sim pela leveza como a yoga e tai chi que faço, coloquei um video da aula de tai chi na primeira página do blog, vai lá e vê se me acha e tenta se consegue, inspirar a quietude que passa, é o que sinto, adoro os dois, traz equilíbrio e paz pra mim!
bj e ótima semana!

1 de maio de 2011 18:19  
Blogger Ma Ferreira disse...

Jefh..conto novo...que legal.

Infelizmente é como vc descreveu meu amigo.
Noticiários vilolentos, filmes violentos. Tudo isso não é um bom alimento para nossas mentes.
Violencia gera violencia.
O medo é um instinto de preservação. Ele aprisiona ou protege?

O medo escraviza.

Um beijo..estava com saudades de uma postagem nova. Meu sexto sentido me disse que hoje teria..rs
Uma seguidora pode fazer um pedido?

Um beijo,

Ma Ferreira

1 de maio de 2011 19:25  
Blogger Sonia Pallone disse...

Pois o filme serviu pelo menos para que você nos desse essa linda reflexão. Fez-me lembrar o tempo em que eu compulsivamente alugava filmes e mais filmes. A famosa Video Norte aqui em São Paulo, (pelo menos até a chegada da Blockbuster) só faltava estirar o tapete vermelho para que eu andasse sobre ele, cliente vip que eu era...rrsss....E o interessante é que eu não ia nos filmes novos, eu adorava os filmes mais antigos, me aprazia ler as sinopses, e as vezes escolhia de olhos fechados apenas pelo ator (Kevin Costner, Al Pacino, Jeff Bridges, Vall Kimer, Andy Garcia entre outros) não saia com menos de 10 locações...Tempo bom. Sinto saudades...Aplausos para você e para o Bruce Lee. Já disse que amo te ler??? Bjs.

1 de maio de 2011 20:08  
Blogger Jacque disse...

Tb não gosto desses filmes...

Sua foto do perfil está linda !
"Jefhcardoso
Um homem comum " ????????????????

1 de maio de 2011 22:31  
Blogger F. Pian! disse...

Não fui da época de Bruce Lee, e nem curto esse tipo de filme.
Agora da realidade sou totalmente contra a agressão, por menor que seja, física ou moral.
Tento passar isso ao meu filho, até mesmo por que esse tipo de atitude vai totalmente contra a minha vida...

Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes.
(Mat 5:38-42)

Até mais... ahhh estou te seguindo. Ótimo blog.
fabianapian.blogspot.com

2 de maio de 2011 06:13  
Blogger Mirian disse...

Olá, vim agradecer a visita e conhecer seu espaço, adorei a forma como escreve simples, leve, divertido, muito bom!!
Com certeza vou vir te visitar mais vezes.
Bj.....

2 de maio de 2011 06:43  
Blogger Dani Lamar disse...

Olá!!! Vim aqui agradecer sua visita e comentário no meu blog de alargadores artesanais. Estou dando uma olhadinha nas suas postagens e adorando por sinal! Visite também o http://dani-lamar.blogspot.com onde escrevo algumas coisinhas também!
Um abraço.

Dani

2 de maio de 2011 08:37  
Anonymous Anônimo disse...

Jefh,

Este foi lá pro nosso blog.
Grande abraço.
Bruno bento.

2 de maio de 2011 09:40  
Blogger Kedma Dayana disse...

Muito legal
eu gostei

2 de maio de 2011 09:55  
Blogger Janaína Pupo disse...

Nossa Jefh, até eu fui parar no túnel do tempo agora e me senti um tanto parecida com você.
Pois é, de graça até injeção a testa rs.
Estou lhe seguindo no twitter!
Beijos querido e ótima semana.

2 de maio de 2011 11:24  
Blogger ♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

hohohohoh
Que legal hein?? De gratis?? Até injeção na testa! Mas as vezes essa injeção se torna dolorida, como este filme treva ai...rsrsrs

Tempos que não trocamos comentários né??
Passa lá, tem postagem nova!

BeijO*-*
http://evesimplesassim.blogspot.com/

2 de maio de 2011 12:37  
Blogger C. disse...

Seu post faz rever conceitos Jefh, eu viajei aqui... nunca havia pensado assim sobre o agressor. Um agressor, na verdade, acho só des-reage quando está com as pessoas que ama, porque achamos maravilhosas as pessoas que amamos. Eu os vejo como grandes felinos, que cacam sua presa sem dó, mas e se pensar leoes devem ser bons pais... viu só, acho ficou até meio incoerente o que eu quis dizer.

* Já te adicionei no meu Twitter, sou a pekenina2

Um grande abraco, sua admiradora literária :>
Cris

2 de maio de 2011 15:32  
Blogger Zéia disse...

É desse jeito mesmo meu querido amigo Jefh. Nem de graça. Já basta a realidade que confronta a cada um de nós.
Paz no seu coração. Em Nome de Jesus Cristo.

2 de maio de 2011 16:41  
Anonymous Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkk Pensei que somente os poetas eram fingidores! Pelo jeito os cronistas também são...
Ah eu gostei de dois filmes do Brandon: Rajada de Fogo e O Corvo, ou melhor dizendo, o Brandon era lindo e estava demais nos filmes! rsrsrsrsrs
Jef eu acredito em contos de fadas, choro quando vejo o filme do elefantinho "Dumbo" e acredito em crônicas sim. Pra mim fingidor é somente o poeta.

2 de maio de 2011 17:23  
Blogger Márcia Moura disse...

Adoro cinema e acho que a sétima arte é algo para se deleitar, pra te fazer sentir, chorar, rir, amar. Acredito que o cinema em sí não é uma má influência, ou algo que possa ser ruim (há filmes bons e filmes ruins), há algo maior que isso, a grande mídia que diariamente noticia e valoriza a violência, que banaliza, e muitas vezez cria falsos heróis, que não são os nossos heróis do cinema.
Parabéns pelo texto!

2 de maio de 2011 17:33  
Blogger Rosélia Santos disse...

Isso me fez lembrar o dia que entrei numa Locadora e me ofereceram TRINIT. Levei para casa e senti saudades dos velhos tempos. Enfim, percebi que não era a mais a mesma. O tempo não perdoa bjussssss Jefh.

2 de maio de 2011 17:49  
Anonymous Anônimo disse...

Uauuuu você foi "the best" com essa frase: É de verdades que escrevo minhas mentiras.
Mandou bem mesmo, assim é o escritor, cata aqui e ali pedacinhos de vida e transforma em arte escrevinhadas.
Eu me divirto com crônicas, adoro causos, contados displicentemente.
Abraços

2 de maio de 2011 17:57  
Blogger Ma Ferreira disse...

Jefh...Roupa nova heim Fernandinho!! rs ficou bem na foto!! rs
Vim te agradecer os comentários que vc fez em meu blog. Vc é muito amável. Admiro o seu jeito de ser. Imagino o carinho que vc tem com seus pacientes.
Quando vc publicar seu livro..vou te cobrar a capa!!
Um beijo!!
Ma Ferreira

2 de maio de 2011 19:56  
Blogger Edna H. Bergan Born disse...

nosso tempo é mais valioso mesmo, Jefh... obrigada pela sua visita e pelas suas palavras: “Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia”. Valeu!

3 de maio de 2011 06:56  
Blogger ivana raliene disse...

Olá,vim agradecer sua visita,....e analisando seu texto pude observar como um simples filme pode nos levar a várias reflexões, acredito que filmes assim fomentam ainda mais a violência, a mentira também e não vale a pena locar filmes desse tipo.

3 de maio de 2011 07:02  
Blogger Flor do Dia disse...

Pensei que as locadoras nem mais existissem! hahaha Adorei o post.

3 de maio de 2011 09:01  
Blogger Marili Alves disse...

Muito bom ao mesmo tempo lamentável, porém tudo se transforma, filmes agora podem ser até baixados da internet, mas realmente é bom relembrar bons atores e filmes...
abraço + bj

3 de maio de 2011 13:14  
Blogger Sulla Mino disse...

É sempre um prazer grande vir aqui. Passe lá no Blog, tem um "presentinho" pra você.

Bjk Poética

3 de maio de 2011 14:04  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Que agradable resulta llegar a un espacio donde cada día se dejan pensamientos e ideas que van surgiendo para compartir con los amig@s.

Estando a la vez acompañados por el sentido de una razón entusiasmada que forman una amalgama singular y a la vez de perfección, naciendo con el paso del tiempo la necesidad obligada de pasar a saludar y a dejar mis huellas como muestra de mi estimado afecto.

Un ramillete de petunias deposito entre tus manos, son del color de los sentimiento, y al mirarlas fijamente percibirás la luz del interior del alma...

Hasta otro bello momento donde la armonía se pasea por la avenida de la poesía....

María del Carmen

3 de maio de 2011 14:22  
Blogger Lua disse...

Jefhcardoso,

saiba que propôs uma ótima reflexão com sua ida à locadora, rs. Minha opinião sobre o conteúdo do seu texto.

Quanto à maneira como escreve, parabéns. Não só de uma forma técnica, mas desde o momento em que decidiu expremer a cena do cotidiano até ela virar um 'suco' de ótima qualidade. Poucas pessoas descobrem que possuem no próprio dia-a-dia, na própria ida à locadora, o esclarecimento que muitos procuram nos livros de auto-ajuda (um exemplo - e não desmerecendo os livros de auto-ajuda, rs). Eis o trabalho do artista que o diferencia dos demais.

Obrigada pela atenção da sua visita!

Luana

3 de maio de 2011 15:22  
Blogger Rita de Holanda disse...

Jefh, adorei sua visita e comentário no meu blog, resolvi dar um pulo aqui e gostei bastante! Nunca gostei de filmes de violência, já vemos tanto isso no cotidiano.. acho que essa promoção é a maior furada mesmo! rs
Voltarei! Beijos

3 de maio de 2011 15:22  
Blogger Ràáh Fàáh disse...

Muito lindo o texto... realmente estou impressionada. Além de você escrever super bem, sabe usar corretamente as palavras...
Você tem um talento que poucos têm .... Parabéns!
E muito obrigada por comentar meu Blog.
Se puder segui-lo eu ficarei muito agradecida...
Beijos

3 de maio de 2011 16:05  
Blogger Luciana disse...

Olá,

Lembrei imediatamente daquela expressão "de graça, até injeção na testa". Mas nem td que é de graça, vale a pena. Aliás, mesmo pagando já é difícil. E, vendo o outro ângulo do post, precisamos aprender que algumas coisas já tiveram sua hora, mas que por hora podem apenas permanecer em nossa memória.

Gostei muito da postagem e do seu blog. Obrigada por visitar o Verdades Livres. Dê uma olhadinha na postagem de hoje; depois de tanto tempo "off", voltei hoje a ativa. rs.

Voltarei aqui outras vezes!

Abs

3 de maio de 2011 16:59  
Blogger Ana Laura disse...

muito obrigada por visitar e comentar meu blog, jef, também gostei muito do seu, você tem o dom ^^
aliás, sobre a citação que você comentou no meu texto: adélia é minha conterrânea, o orgulho da nossa cidade, Divinópolis-MG. uma excelente escritora.
abraço õ/

3 de maio de 2011 17:14  
Blogger Ma Ferreira disse...

Jefh..
Tomei a liberdade de postar um poema seu junto com uma peça minha nesta minha ultima postagem.
Vc me autoriza? rsrs
Obrigada sempre..pela visita carinhosa a meu blog.
Bjkas
Ma Ferreira

3 de maio de 2011 19:50  
Blogger Helena Pavan Guimarães disse...

Nossa locadora...o que é mesmo isso...rs
bribncadeira...adorei o post!!!!
Beijo
Helena

3 de maio de 2011 22:50  
Blogger C. disse...

Oi Jefh, você também sorri aqui, eu acho, ou sinto, nao sei. No Twitter deixo minhas postagens (blogueira viciada), nao vejo muita graca naquilo.
Devo dizer que seus comentários nessas minhas duas últimas postagens dariam uma bela continuação, porque você percebeu o ambiente de dona Maria-zinha tao bem. Ela nao esperava que algum leitor sacasse tao bem sua identidade.
Um grande beijo e um sorriso :>

4 de maio de 2011 03:04  
Blogger Eliana disse...

Oi Jefh... fica com Deus, tenha um ótimo dia!!!

4 de maio de 2011 03:17  
Blogger C. disse...

Esqueci de responder... o retrato da casinha achei no Google, sempre pesquiso lá. Com excecao de uma ou outra que é minha, mas daí eu menciono.

Beijossss

4 de maio de 2011 03:45  
Anonymous Ivy Lobo disse...

É, acontecem cada coisa no dia a dia que só rindo mesmo. Tem saudades do passado que devem ser guardadas bem longe dos olhos do presente. Ainda me lembro da sensação Menudo, do Bozo e de New Kids on the block ou qualquer coisa assim. E contrariando sua frase neste seu relato creio eu que não estava muito próximo do local onde a felicidade caiu do céu quando estava na locadora atendendo a sugestão de filmes gratis né.

Parabens pelo blog.
boa semana

4 de maio de 2011 05:11  
Blogger Marili Alves disse...

Realmente Jeff não sei te explicar mas diante das facilidades em adquirir filmes via internet, acaba parecendo ser algo do passado, porém gosto muito de frequentar uma locadora em santos que tem de tudo e inclusive muitos filmes de arte.
abraço + bj

4 de maio de 2011 05:30  
Blogger Tecnologias na Sala de Aula disse...

Oi, Jefh. Vim atrás do seu comentário no meu blog e fiquei curiosa em conhecer o seu. Li esta postagem sobre o filme do Bruce Lee e fiquei encantada com a forma como se expressas, além de que seu espaço é bastante criativo. Eu não curto Bruce Lee, mas concordo quando dizes que as lutas e a força dele influencia a mente da garotada. Infelizmente influencia de forma negativa, por isso vemos tanta violência nas escolas, pois este tipo de filme faz a garotada pensar em ser herói. Abraços prá você e sucesso no seu blog! (Cledenir Dri)

4 de maio de 2011 07:00  
Anonymous Anônimo disse...

Amei a tua maneira de escrever, fico feliz pois meste país, precisamos tanto de boas leitura e divulga=las.
Grata, tb, por ter deixado comentário em meu blog, é simples, mas versátil, aonde dou mais enfãse a Espiritualidade, mas sempre tentando por os acontecimentos atuais em pauta.
Parabéns, sucesso ...ainda mais, pois percebo que já tens e terá aimda muito mais....sou sua seguidora, com muito prazer.
Obrigada

4 de maio de 2011 07:37  
Blogger Viviane Leme disse...

Olá Jefhcardoso,
passei para dar uma olhada e dizer um oi.
Vou dar uma lida no blog, mas pelo 1° post já percebi que voltarei muitas vezes ;)

4 de maio de 2011 10:38  
Anonymous luziaria disse...

Bom texto, ele traz várias reflexões.Muitas vezes certas "pormoções" benéficas acabam sendo dispensadas por duvidarmos da grandeza de gestos simples vindos de pessoas que nos cercam.
Este texto é muito mais profundo sobre capitalismo e muito irrisonho do ponto de vista simples e compacto.Obrigada pela indicação.
Luziária.

4 de maio de 2011 16:01  
Blogger Amanda disse...

Legal, legal!
Achei massa sei estilo de escrita e adorei esse seu texto. Fiz várias relfexões em torno dele e conclusões foram muito positivas. Você escreve muito bem!

4 de maio de 2011 16:31  
Blogger Carolina disse...

Lembrei de um dos meus priminhos mais novos [10 anos], magrinho e de óculos. Um dia foi agredido na escola e não revidou.
Perguntaram o motivo e ele disse que violência só gera mais violência, mas que o "menino malvado da escola" não entendia nada...

E lembrei também de quando os carinhas da locadora cult aqui de baixo apareceram com "O Clã das Adagas Voadoras"! =)

'Brigadão pela visita, viu?

=*

4 de maio de 2011 16:50  
Blogger Daiana disse...

Olá Jefh, já estou aqui te seguindo.

Obrigada por visitar o meu blog.

Abraços,
Daiana
http://realizandoumsonhoembh.blogspot.com

4 de maio de 2011 16:55  
Blogger Ma Ferreira disse...

Jefh..Eu achei que nossa parceira ficou o máximo!!
Nem vou rir, pq estou falando sério. Gostei deste poema desde a primeira vez que li.
Sutilmente sensual. Combinação perfeita.
Não posso ser modesta nesse caso!!rindo!
Agradeço de coração a gentileza de ter me autorizado a posta-lo. Seu poema foi o adereço que deixou minha peça mais bonita.
Um grande abraço, da amiga,
Ma Modesta, ops..Ma Ferreira

4 de maio de 2011 17:02  
Anonymous kellen disse...

Oi Jefhcardoso,primeiro queria agradeçer por além de ter visitado meu blog ter comentado.E seu blog simplismente é maravilhoso,amei.Você escreve muito bem,e escreve coisas interessantes e que nos levam a pensar.
Estarei sempre visitando seu blog,e estou te seguindo agora.Parabéns por esse maravilhoso blog,e mais uma vez obrigada,por ter tirado um tempinho e visitado meu blog q começei á poucos dias.E amei sua leitura e maneira simples,clara e ao mesmo tempo meralmente sofisticada de escrever.

4 de maio de 2011 17:29  
Blogger Will Lukazi disse...

Olá ! Tudo bem ?
Viemos parabenizar você e seu Blog terem sido indicados pela Cris do Blog CAFOFO ON LINE@ http://sou-da-cris.blogspot.com/ e participado da eleição do Blog da Semana ocorrido nos períodos de 27/04/11 à 03/05/11 no BLOG DO SUPER WILL http://wwwwillblog.blogspot.com/, onde o Blog AMADEIRADO http://amadeirado.blogspot.com se sagrou Campeão.
Sabemos que a indicação e participação do teu Blog na eleição ocorrida não se deu por acaso, haja vista o ótimo conteúdo que abriga teu Blog que foi lido e degustado.

Parabéns !!!!

Will Lukazi

4 de maio de 2011 21:17  
Blogger aninha disse...

Ola, obrigada por sua visita no meu blog.
Sempre que possivel passarei por aqui

Obrigada

5 de maio de 2011 04:57  
Blogger Ivete disse...

Querido Amigo... Parabéns pelo Belíssimo Blog e pelas Pastagens Incríveis . sou Apaixonada por Poemas inteligentes como os seus .
Voltarei sempre ,e colocarei em meu blog como referencia dos melhores.
Bjos Mil com Carinho.

5 de maio de 2011 06:35  
Blogger Francy Verguttz disse...

Ola,rsrs quando postou o recado no meu blog http://francyverguttz.blogspot.com eu quase morri de susto rsrs,mas adorei o texto!

5 de maio de 2011 07:25  
Blogger Mi disse...

ola jef
obrigada pela visita,que azar o filme ser ruim.
otima semana

5 de maio de 2011 10:29  
Anonymous JAN disse...

OI JEFHCARDOSO, EU TBÉM GOSTO DOS TÚNEIS DO TEMPO DA VIDA... E EU TBÉM FUI EDUCADA... MUUUIIITO EDUCADA... UMA "MOCINHA DE FAMÍLIA";-) SEM NENHUM TIPO DE REAÇÃO A COISA NENHUMA.
NEM BRUCE LEE, NEM LIS TAYLOR;-(((

5 de maio de 2011 12:54  
Blogger Thauana de Ávila disse...

Parabens jef, seu blog é OTIMO...
Há muito tempo não entro em uma locadora, sabe que até sinto falta da ansia por chegar o final de semana e alugar filmes.. Bons tempos..

5 de maio de 2011 13:23  
Blogger Sirlana Lima disse...

Muito bom o seu texto, parabéns.;*

5 de maio de 2011 13:27  
Blogger Ma Ferreira disse...

Jefh..seu poema fez o maior sucesso em meu blog!!!
Quer dia desses vou pegar outro emprestado!!

Um beijo!

Ma

5 de maio de 2011 14:31  
Blogger May Pacheco disse...

caramba que promoção legal, eu queria poder levar filmes antigos de graça... as vezes tenho vontade de ter uma locadora pra fazer isso hehe...
normalmente as pessoas só levam pra casa filmes de sucesso, gostaria que na locadora aqui da cidade ( sim só tem uma)... comprasse alguns filmes mais cult, clássicos ou antigos e bons.

Obrigado por ler o meu post e comentar, normalmente as pessoas não leem... ( isso me incomoda).

aproveitando pra divulgar meu blog. http://collegef.blogspot.com/

ah to te seguindo (achei interessante)

5 de maio de 2011 17:13  
Blogger Jacque disse...

Jefh... Eu fiquei sem poder entrar na minha conta nem nos Blogs, dois dias... Hoje que voltou...
ahhhhhh... então já sei... olha a MA rs...( Ela é um amor). E eu vou te pedir um poema pra fazer um vídeo...

Beijo

5 de maio de 2011 19:13  
Blogger Borboleteando disse...

Passando para lhe desejar uma ótima noite e um lindo fim de semana...
Bjs

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ
*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *♥

5 de maio de 2011 20:09  
Blogger Carolina disse...

Oi de novo, Jefh!

Ainda não consegui ler todo o blog por completa falta de tempo, mas pode deixar que vou continuar visitando! =)
Uma das escolhidas pra minha madrinha vive dizendo que eu não "vivi de verdade" os anos 80 porque não tinha idade pra gostar das músicas. A verdade é que meus tios mais novos têm só uns 10 anos a mais que eu e entre os vinis de "Pra gente miúda" e "Arca de noé", cresci escutando eles cantando Marcelo Nova, Plebe Rude, Ira!...

Vou tentar colocar algumas músicas que escolhemos pra festa toda quarta feira, já tem mais umas na lista!

Abs!!!

6 de maio de 2011 05:24  
Blogger Angel disse...

Ainda bem que muitos meninos crescem! E se transforma em excelentes escritores, assim como você Jefh! Parabéns pelo blog e pelo talento! agradeço sua visita no meu blog. Angel

6 de maio de 2011 06:03  
Blogger Luciana Laffront disse...

Nossa adorei seu post, muito bom mesmo!!
Sabe eu não entendo porque as pessoas gostam de machucar as outras, seja fisicamente ou emocionalmente!!
To aqui arrasada com o comentário que li no post anterior no meu blog!!
PORQUE??!! Nossa as pessoas nem conhecem a outra verdadeiramente e já fazem um pré julgamento e maldoso ainda por cima!!!
Eu sou completamente da paz sabe e já fui humilhada de tudo o que é jeito desde a infancia, por ser a gordinha da turma e pobre, (como se isso fosse pecado) no nossso Brasil muitos passam por dificuldades e são honestos, pedem ajuda, socorro, mas não fazem mal a ninguém são honestos e outros que muitas vezes não passam por nenhuma dificuldade na vida agridem assim tão gratuitamente os outros
Vou te seguir, adorei como vc escreve
Bjinhusssssssss

6 de maio de 2011 06:34  
Blogger Bruh Floripa disse...

Adorei sua visita!
Estou iniciando minha vida de blogueira, ou tentando talvez... rs.
Muito obrigada pelo comentário.
Seus textos são bem interessantes!
Volte sempre! =D

6 de maio de 2011 06:45  
Blogger J맧¡¢å ♥ disse...

Pois é faz um bom tempo que nem entro em locadora tb mas tb mesmo pq jamais pegaria um filme desses mesmo que fosse de gratis realmente vc tem razão não dá pra assistir bjkas adorei teu blog to de enxerida aqui rsrs

6 de maio de 2011 06:46  
Blogger Mari disse...

Bom dia,Jefh
Depois que assinei a TV fechada não alugo mais filmes.E tenho assistido preciosidades!Adoro ir ao cinema conferir os lançamentos .Curto a ida,comprar sacões de pipoca e ficar diante daquele telão;enfim é um ritual.
Quanto à promoção de sua locadora,vc já deveria saber que "pobre quando vê muito esmola..."
Quanto a Bruce Lee não é do meu tempo...(risos e mais risos)
Bjus

6 de maio de 2011 06:55  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Con cepillo de esmeraldas
se van atusando las primeras horas
de la incipiente alborada

Con peine de marfil
se van ondulando las últimas horas
del desolado crepúsculo

Con diademas de platino
se van embelleciendo las sienes
del notable fin de semana...

Con el perlado rocío
que estoy recibiendo
atentamente me despido...

...hasta el próximo mimo
que iré compartiendo.

María del Carmen

6 de maio de 2011 07:05  
Blogger MIRZE disse...

Jefhcardoso!

A síndrome do Armelau! Antenas ligadas também para mim. Estou há tanto tempo em casa, que só outro dia reparei que todas as locadoras aqui de Copacabana sumiram. Que que isso?

Bem.... Bruce Lee, foi meu ídolo somente no tempo em que eu fazia Kung-Fu. Meu professor chamava-se Bruce Lúcio (risos) Aprendi o suficiente para me defender e nunca mais quero ver isso.

Como se faz para locar filmes? Será que nas drogarias, igrejas, sei lá!

Muito bom o texto!

Mais uma vez, parabéns!

Mirze

6 de maio de 2011 08:59  
Blogger branquinha disse...

As crianças são incrivelmente sinceras, não sabem mentir, isso nos impressiona, mas é dessa pureza que precisamos kda vez +!!,

obrigada pelo convite, branquinha

6 de maio de 2011 10:24  
Blogger Elisangela disse...

Oiii...faz tempo que não comenta em meu blog rsrs..senti até falta sabia? gostei muito da foto nova,vc ficou bem assim..rs
Um grande abraço e um beijo carinhoso...

6 de maio de 2011 17:32  
Blogger Ana Carvalho disse...

Como vai Jefh. Obrigada por visitar meu blog e deixar um comentário e um questionamento. Prometo que vou pesquisar e te dou uma resposta.Quanto ao texto gostei muito, foi uma crítica sutil e construtiva. Sempre gostei de filmes de ação, luta, terror,suspense e livros do gênero, agradeço a DEUS por não ter ficado nenhuma sequela deste tipo de gosto. Penso que devemos ver de tudo e reter o que é bom. O conhecimento do mal pode também nos ajudar a ficar longe dele.@@@@@@@

6 de maio de 2011 18:58  
Blogger Jefhcardoso disse...

Estou achando incrível todos entrarem e comentarem que locadora é algo muito ultrapassado. Eu não tinha noção disso. Aqui onde moro, em Ituverava, no interior de São Paulo, locadora é algo super comum e freqüentado. Acho que estamos vivendo em algum lugar do passado... [sorrio]

7 de maio de 2011 09:36  
Blogger Rose disse...

aqui em indaiatuba tem várias locadoras! se é algo ultrapassado...então quem somos? hihihi no mais, valeu ler seu texto, me mostrou o quanto crescemos... abração. MUITA LUZ DIVINA!

9 de maio de 2011 18:48  
Blogger Sandra disse...

Muito bom seu texto... as vezes passo por isso tbm talvez não com esse seu sentimento, mas uma nostalgia enorme... hj mesmo assisti com minha filha o filme Eternamente Jovem... e mais uma vez acabei chorando, não sei se saudades do tempo que passou pro personagem ou pra mim... mas mesmo assim, foi emoção pura... Adorei seu blog, e espero que vc me visite mais vezes se puder e siga-me tbm... Um enorme bj e já sou suaq seguidora...
Ass.: Sandra
http//:sandraduarteborges.blogspot.com

10 de maio de 2011 18:47  
Blogger Rosa da Caatinga disse...

Jefh, sempre vivemos em algum lugar do passado... embora o passado não exista. (agora eu sorrio). Tô apaixonada por você. Pela leitura que você faz do mundo. Por esse está no passado, que nada mais é que um "sentir o presente". Sabe, vez por outra tenho que me valer de Bertolt Brecht para influenciar o pensamento de alguns viventes. Agora posso usar você também. Posso? Grande Abraço!
Vai passando aí o link do http://www.rosadacaatinga.blogspot.com/

16 de maio de 2011 04:08  
Blogger Aclim disse...

Como professora de Arte posso lhe dizer que o cinema é arte e como tal acompanha o homem no seu tempo. O que assistimos no cinema reflete a realidade do momento. Filme de 94, momentos vividos pela sociedade da época. Atualmente existe uma arte fragmentada, filmes variados de todos os tipos de efeitos especiais, é a vida contemporânea uma grande mentira com mega produções tecnológicas, vale tudo para manter o homem alienado.

25 de maio de 2011 05:29  
Anonymous Anônimo disse...

Bom texto, mas, há contratempos. "nem que me pagassem valeria meu tempo", Para esse relato, visse o filme, perdesse teu tempo. Só escrevemos daquilo que conhecemos.

25 de maio de 2011 11:21  
Blogger just sing. disse...

Ameeei! Me encanto com todos os seus textos, parabéns Jef, e mais uma vez obrigada pela sua atenção ao meu blog viu! Eu sou a Bia no twitter sim, estou te seguindo viu! Queria twittar essa frase : "Educado não para agredir, mas para o diálogo, para a paz." E claro colocar sua assinatura, e seu tt no final! Fique na paz ;*

2 de junho de 2011 14:27  
Anonymous Neusa Santos disse...

Oi,Jefh,voce escreve muito bem,é espirituoso,direto e profundo.Gosto de ler o que tu escreve.Parabéns.Nada é mais praseroso que um bom texto escrito.Que bom que tu encontrou o presente de sua amada,tenho certeza que ela adorou,pois no final, o que realmente importa é o homem lembrar e ser delicado ao escolher algo especial,principalmente nos dias de hoje onde existem homens tão desprovidos de delcadeza.Um abraco.

16 de junho de 2011 17:47  
Anonymous Anônimo disse...

Olá Jefh!

Retribuindo a visita ao nosos blog! Desculpa a demora.
Abs,

Srta. Bloomberg

13 de julho de 2011 08:11  
Blogger Sandra Blog disse...

OLA jefh boa noite ; nao gosto de filme de artes marciais massssss voce escreve muito bem; parabens; um abraço; o visitarei mais vezes;

24 de fevereiro de 2012 13:37  
Blogger Profª Linéia disse...

Tudo bem, jefh? Parabéns pelo blog, escreves muito bem e obrigada por ter visitado meu blog. Um abraço prof Linéia

9 de maio de 2012 19:10  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial