segunda-feira, março 28, 2011

A CASA DE PORTINARI

A arte que um homem faz pela vida a fora é nada mais que sua reação diante de todas as coisas que lhe chegam aos sentidos. Um dom é uma coisa maravilhosa. Uma atribuição divina. O artista é todo aquele que existe. O artista que alcança frutos e fama através de sua arte é um afortunado, um privilegiado, pois tudo neste mundo é arte e ele obteve a sorte de conquistar o mundo através da sua. Deus premia quem cria com fidelidade a Ele, com perfeição e paixão, mesmo na imperfeição. Um homem tem que saber de si, tem que admitir-se, pois se não, passa a ser uma imitação de algo, uma fraude, uma cópia. Abre mão de si próprio para agarrar-se a uma imagem que não é a dele.


Diante da casa de Portinari pude ver que a ostentação é uma ilusão barata que abriga alguma falha, é a fachada de algo inconfessável, talvez de uma falta de alegria diante da própria vida, a qual se tenta suprimir com ricos adornos, objetos caros. A casa de Portinari é simples como as casas de minha infância. As casas de aluguel nas quais vivi os meus dias de menino pobre. As casas de meus tios e tias, de meus amigos. A Casa de Portinari é casa sem luxo, sem ostentação. De luxuoso só o valor de suas pinceladas em um ou outro afresco repousado numa parede de um cômodo. De riqueza somente o valor claro que é atribuído à família. De sofisticada somente a presença dos modernistas e suas declarações fixadas nas paredes.


É bom perder-se pelos cômodos da casa de Portinari em uma tarde chuvosa de final de verão e descobrir que ele era poeta e ilustrador. Descobrir em seus versos que ele conservava sua alma de criança. Atestar que sua casa crescia e ganhava um cômodo em cada tempo, pois era um bom anfitrião. Ali podemos ficar perplexos diante da complexidade de um ateu muito religioso, um comunista muito cristão. Ou como disse Antonio Callado em Retrato de Portinari: “um ateu saudosista dos tempos de crença, um comunista incapaz de arregimentação”. Portinari foi um bom filho, um bom neto, um grande amigo, um grande irmão. Em casa de Portinari, é forte a presença de toda sua família e principalmente de Dona Dominga, sua mãe. Isso fica muito claro ao ver ascender o retrato que conta coisas sobre os Portinari imigrantes italianos. É fascinante ler o quarto onde as paredes são cobertas por poesia. Leia o quarto e depois diga que leu certa vez não uma carta, um texto, um livro, como é o costume, mas um quarto inteiro de poesias. Vá ao jardim, e veja que DIO habita ao lado de roseiras centenárias, goiabeiras ao fundo e simplicidade em toda parte. Caminhe até a capela e veja as imagens sacras, presente para avó enferma, que já não mais podia deslocar-se à igreja para professar a sua fé católica. Contudo, não se iluda. Ali é tudo muito simples e é preciso desprendimento para sentir o privilegio de estar naquele lugar. Se é luxo que procura, melhor ir à casa de gente mais sofisticada. Em casa de Portinari só há Portinari, família, simplicidade, história e arte.



Obs. No texto O Caminho Para Casa de Portinari: A primeira foto é da placa que fica à entrada da casa. Essa placa, como podem ler na foto, fora uma homenagem do Governo Abreu Sodré. A segunda foto é uma escultura realizada por seus concidadãos em homenagem ao pintor. A terceira foto é da fachada da Igreja de Santo Antônio, onde o pintor retratou Santo Antonio e sob a condição daquela imagem jamais deixar o interior da igreja. No texto A Casa de Portinari: As fotos são da fachada da casa e do exterior da mesma, incluindo o jardim e quintal. Não era permitida a realização de fotos no interior da casa. Sendo assim, resisti à tentação e não transgredi em momento algum.


No Twitter @Jefhcardoso74

95 Comentários:

Blogger ♪♪Junio♪♪ disse...

muita riqueza escondida na simplicidade...
ótima semana

Hasta luego!!!

28 de março de 2011 17:43  
Blogger Suzana Drummond disse...

Jefh,

que casinha mais linda! Faz relembrar minha infância quando viajava para casa do avó no interior de Minas...
Ai que saudade boa...De uma infância muito gostosa de pé no chão, correndo pelas ladeiras abaixo...
Hummmmmmm...
Abraços,
Suzana Drummond

28 de março de 2011 18:08  
Blogger ♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Lindo texto, lindas fotos, lindo lugar.
Traz um "quê" dos dias antigos, do tempo que não vivi, mas que parece que tudo era mais feliz...

Tempos que vc não passa no meu blog hein?? rsrs

BeijO*-*
http://evesimplesassim.blogspot.com/

28 de março de 2011 18:25  
Blogger Aline Carla disse...

Jefh que postagem singular sobre a casa de Portinari, você conseguiu fazer com que eu andasse nela através de suas palavras.
Parabéns por seu estilo único!!!
Gostaria de postá-la no meu blog com os devidos créditos é claro!!!
Entre em contato se for possível!!!
Um grande abraço poeta.

28 de março de 2011 18:29  
Blogger Adriana Alencar disse...

Jamais imaginaria a casa dele com tamanha simplicidade, é admirável! Obrigada por compartilhar isso conosco, é um grande exemplo de humildade.
Um abraço,
Adri

28 de março de 2011 19:11  
Blogger eroimperatriz disse...

Jefh,
A simplicidade na arte e no viver é um dos predicados básicos para a felicidade.
Abração,
Eró

28 de março de 2011 19:27  
Blogger Andrews Fernandes disse...

Queria eu ir lá tbm *--*. rsrs. Olá Jefh. seguindo... teu blog ai que já aprecio :). enquanto não posto contos mais serios, dar uma olhada nesse texto que sei que você deve ter uma boa visão de literatura. "Som Da Despedida" e comenta o que pode achar.

http://leiaemcasa.blogspot.com

28 de março de 2011 19:37  
Blogger João Fábio Sommerfeld disse...

Curti o txt!!!
Quando tiver oportunidade, também vou conhecer este lugar!!! ^^
abraços

João Fábio Sommerfeld

28 de março de 2011 19:44  
Anonymous anasha disse...

Oi Jefh, muito sensível seu texto, nos dá vontade de ir até lá. Eu cortaria apenas o primeiro parágrafo...Blogueiros unidos. Namastê. Anasha

28 de março de 2011 20:16  
Blogger Suyanne Correia disse...

"Um homem tem que saber de si, tem que admitir-se, pois se não, passa a ser uma imitação de algo, uma fraude, uma cópia. Abre mão de si próprio para agarrar-se a uma imagem que não é a dele."

Tão simples e ao mesmo tempo tão intenso... gostei da sua escrita autêntica e sem "fraudes" :P
Adorei você ter me atraído até seu blog, parece que eu fiquei no lucro podendo te ler! :D

Boa noite procê e muita inspiração pra que eu tenha sempre motivos pra me surpreender em cada uma das minhas visitas aqui...

Já estou seguindo...

28 de março de 2011 20:18  
Blogger Andrews Fernandes disse...

Olá Jefh, obrigado pela visita e comentario. Postei um conto mais serio agora. Queria q vc dessem uma olhada nele e comenta-se o que acha.

PS: Acho que esse não é tão autobiografico quanto o ultimo rexto. rsrs.

http://leiaemcasa.blogspot.com/2011/03/insucessiva-criacao.html

28 de março de 2011 22:34  
Blogger C. disse...

Ei Jefh, que prazer logo cedo ler um texto tao bem escrito, e tao rico em reconhecimento ao que o ser humano apenas ostenta, nao lhe dando a verdadeira felicidade. Até me emocionei, inclusive fiz uma frase para o meu Facebook de hoje: "Ostentação é uma ilusão barata que abriga alguma falha, é a fachada de algo inconfessável, talvez de uma falta de alegria diante da própria vida." (Jefh Cardoso)

Nao tem um grande nome que eu tenha conhecido e que nao tenha nascido em estrebaria!

E concordo plenamente contigo, aquilo que o artista exprime naquele momento único e divino de inspiração é todo bonito, nao tem o que nao seja nao é.



Um belo dia pra você!

29 de março de 2011 02:22  
Blogger Ma Altoastral disse...

Obrigada pela visita.Gostei de como escreve.
Parabéns!

29 de março de 2011 06:41  
Blogger Anabela Jardim disse...

Muito bom esse texto. Há alguns anos ajudei uma criança a fezer uma pesquisa escolar sobre Portinari e fiquei surpresa com a simplicidade que descobrimos sobre sua vida pessoal.

29 de março de 2011 07:13  
Blogger dja disse...

Obaaaa finalmente rsss


Que lindo esse Jefh

"Um homem tem que saber de si, tem que admitir-se, pois se não, passa a ser uma imitação de algo, uma fraude, uma cópia. Abre mão de si próprio para agarrar-se a uma imagem que não é a dele."

Vou guardar pra colocar lá no meu cantinho, com seus devidos creditos.

Poxa que pena não poder tirar as fotos no interior da casa, mas vc a descreveu de uma forma que posso bem imaginar.

Adorei e dái fomos pra onde? já que tô nesse passeio rsss.

beijos
Carinho sempre.

29 de março de 2011 08:35  
Anonymous Anônimo disse...

Que fantástico Jefh.. há coisas que realmente valem a pena e certamente se tornam inesquecíveis. Ao ler sobre sua visita ficamos aguçados a conhecer essa maravilha!
Beijocas em seu coração..
Verinha

29 de março de 2011 09:40  
Blogger Nana Piacente disse...

Poxa, adorei a casa. Parece mesmo aquelas casinhas antigas que dá um ar de simplicidade e paz. Queria conhecer tbm...rs

29 de março de 2011 10:45  
Blogger Messias Daniel disse...

olá mt bom a sua iniciativa de propagar a riqueza da cultura brasileira em seu blog!
parabéns por seu trabalho
abçs

tem + uma continuação no meu blog e talvez vc achara semelhanças com esse seu texto

29 de março de 2011 12:20  
Anonymous Adriana disse...

Ótimo texto Jefh,
acho que o mais impactante da casa, é perceber que existe aquele chão de barro vermelho que ele pintou em tantos quadros.

29 de março de 2011 12:29  
Blogger Doreni Tuni disse...

Olá, amei, pois é na simplicidade dessa casa, que observamos a riqueza e a criatividade desse grande artista. Parabéns, conseguistes me remeter a de minha infância.Portinari tem isso nos faz lembrar de nossa infância. Abraços e boa semana para você.

29 de março de 2011 12:46  
Anonymous ArtNews, By Morangos! disse...

O seu texto é de uma profundidade e de uma riqueza nas informações. Com certeza vou utilizá-lo em um momento oportuno com meus alunos.
Uma ótima semana para você!

Janaina Cristina.

29 de março de 2011 13:42  
Blogger CF disse...

Este texto está recheado de conhecimento... e você tem uma escrita muito cuidada... já fui espreitar na net as pinturas de portinari e gostei... principalmente dum quadro com trabalhadores num campo de café... Esta expressão acho muito significativa, num mundo onde a falsidade e o fingimento são constantes...

"Um homem tem que saber de si, tem que admitir-se, pois se não, passa a ser uma imitação de algo, uma fraude, uma cópia. Abre mão de si próprio para agarrar-se a uma imagem que não é a dele."

PS: pode adicionar-se como meu seguidor? é que assim é mais fácil ver os seus post do que buscar o endereço... Se não se importar, claro...

29 de março de 2011 15:03  
Blogger Taciana disse...

Que belo texto! Além do conhecimento, me fez lembrar da minha infância no interior.
Adoro Portinari.
Parabéns!

29 de março de 2011 17:00  
Blogger Cvarella - Ceição Varela disse...

Foi com prazer que recebí seu carinhoso comentário em meu blog. Parabéns por seu artigo, tão rico qto o acervo de Portinari. Da simplicidade do lugar nasceu um dos mais "ricos" artistas, um ícone. Aos poucos vou ler todos os seus artigos e os comentarei. Um abraço e bem vindo, obrigada pela visita, apareça sempre, ok?

29 de março de 2011 17:26  
Blogger . disse...

Olá Jefh Cardoso!

..É com imensa alegria que agradeço sua visita e ao seu belo comentário!

É uma honra conhecer um Blog com tamanha beleza e informações importantes como o seu...

Seguindo com enorme prazer!

Boa noite :)

29 de março de 2011 17:47  
Blogger Andrews Fernandes disse...

Ah Obrigado Jefh, porque nunca parou com um cafézim a noite pra escrever ? rsrs. Durante a noite escrevo sem café msm, mas isso sempre parece "romantico" \o/. Obrigado pela atenção ao ler. tem algum contato que possamos nos falar melhor ?. Segui o blog ?. Mto boa noite pra vc. Abraço

29 de março de 2011 19:18  
Blogger Informática e Arte Educação - Tudo é Ação disse...

Obrigada pela visita e comentário.
Fico imaginando quantos mistérios envolvem esta casa repleta de histórias. Um passado que se faz tão presente...
Seu blog está lindo, em aparência e conteúdos inteligentes. Parabéns!
Como gostei do seu blog vou seguir.
Fike com Deus

29 de março de 2011 19:38  
Blogger a senhora das ilhas de bruma disse...

A arte que um homem faz pela vida a fora é nada mais que sua reação diante de todas as coisas que lhe chega

"LHE CHEGAM" - SUJEITO É "COISA" - PLURAL

"ASCENDER" - É SUBIR - DIFERENTE DE ACENDER. O QUE VOCÊ QIER DIZER?
FICO TÃO ENCANTADA COM SUAS CRÔNICAS QUE PRRECISO ME POLICIAR PARA VER OUTRAS COISAS.
PARABÉNS, CRONISTA.
VOU LER UMA CRçONICA POR DIA.
DEUS O ILUMINE SEMPRE.

29 de março de 2011 19:48  
Blogger Cecília Sousa disse...

Gostei muito desse texto, Jefh! Lindo. Quase tao prazeroso quanto ir pessoalmente à casa de Portinari. "a ostentação é uma ilusão barata que abriga alguma falha" (!)

http://bernardoececilia.blogspot.com/

30 de março de 2011 04:44  
Blogger Andrews Fernandes disse...

Filhos que levantam cedo ? :O rsrs. vc perguntou o que eu tava lendo atualmente nem respondi(esqueci, rs). Bom eu não tou lendo mto, tenho poucos livros =/. Então tou mais escrevendo do que lendo, ultimo livro q tentei ler q não terminei ainda foi um de contos de terror e misterio do Edgar Allan Poe *--*. Vou seguir no twitter :)

30 de março de 2011 06:29  
Blogger PAULINHA SALES disse...

OLÁ JEFT, TUDO BEM????

VIM AGRADECER SUA VISITINHA AO MEU BLOG... JÁ ESTOU TE SEGUINDO... MUITO RICO O SEU BLOG... PARABÉNS!!!

PAULINHA SALES
flordechitadeamargosa.blogspot.com

30 de março de 2011 06:33  
Blogger Rhaísa Lara disse...

Ahhh, amei a postagem!
E todo o blog. O tipo de blog que gosto de seguir, então é o acabei de fazer, ta?!
Ah principalmente gostei o seu comentario lá no meu. Que bom que gostou! Normamente escrevo solitária. São poucos os amigos que me visitam e que comentam, mas amo escrever e escrever então...
Volte sempre!
Abraços e fique com Deus!

30 de março de 2011 08:26  
Blogger Sulla Mino disse...

A riqueza e sua formas...Minha andança por aqui hoje foi maravilhosa. Sucesso.

Bjk Poética,

30 de março de 2011 09:31  
Blogger Evanir disse...

Amigo que postagem !!!
Creio não ter lido em nenhum blog ,e, nem ter visto tantas fotos da casa de Portinare imaginava uma casa antiga sim mais grande e imponente em sua arquitetura.
Sem palavras,beijos no coração,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

30 de março de 2011 13:36  
Blogger Andreza Real disse...

Lindo texto! Portinari é isso mesmo... o simples, que via beleza na simplicidade.. Saudades de quando passava as tardes na Pinacoteca, sempre ia dar um oi para o "Mestiço", de Portinari... Tanta dignidade e firmeza traduzidas em pinceladas...

30 de março de 2011 17:08  
Blogger sala disse...

Olá, Jeff!
Encontrei seu blog nas andanças pela internet. Simplesmente amei seu jeito de construir dos textos e a escolha das imagens.
Abraços e sucesso!
Juliana

____
http://extensaosaladeartes.blogspot.com/

30 de março de 2011 17:44  
Blogger LIDIA BARRETO disse...

Oi Jef, não só fiquei feliz em saber esses detalhes sobre Portinari como fui capaz de me sentir lá na casa tamanha foi a sua capacidade de descrever os detalhes... senti até o cheiro de chuva batendo na terra e me remetendo a miha infancia, também pobre, mas de qd ia pra casa dos meus avós e brincavamos na terra molhada. Portinari teve essa infancia, um provilégio de quem viveu em lugar como esse que vc visitou e quanto a mim, artista como Portinari, posso dizer que, como ele, tive essa contato especial com um lugar simples pra depois saber representar coisas outras em nossas telas...

30 de março de 2011 18:14  
Blogger RôPenna disse...

Olá Jefh! obrigada pela sua visita. Gostei mto do seu escrito sobre Portinari. Ele era especialmente simples, pois levava uma vida pacata em torno de seus pincéis e tintas, não obstante, seu imenso legado para a arte brasileira q colocou o Brasil na rota cultural do mundo. Belo blog, abraço volte sempre. Tb sou um pouco paulistana pq vivi na capital durante 26 anos de minha vida.

30 de março de 2011 21:05  
Blogger joao victor. disse...

muito bom... visite meu blog... coloquei mais videos

31 de março de 2011 07:51  
Blogger joao victor. disse...

http://instoeincrivel.blogspot.com/

31 de março de 2011 07:53  
Blogger Ma Ferreira disse...

Jef...parabéns mais uma vez.

"A beleza da verdade é tão simples! Funciona como alquimia. Não importa quantos disfarces possam vir a sua frente, a luz da verdade não pode permanecer oculta. Ela atingirá as pessoas com uma linguagem simples e profunda. O mensageiro da verdade sempre incorpora formas comuns, leva vida simples e traz beleza à vida dos outros.
Portinari é como um joalheiro que torna preciosa cada jóia impecavel, mas permanece recolhido a sua simplicidade.
Este pensamento eu tirei do Livro a Paz de Todo dia, do Brahma Kumaris.

Portinari era um HOMEM DA VERDADE.

Hoje aprendi mais um pouco sobre ele. Obrigada por compartilhar.

Um abraço amigo. Ja te considero!!

Ma Ferreira

31 de março de 2011 10:47  
Anonymous Anônimo disse...

Muito obrigada pela quase inauguração em meu blog, afinal, você foi a segunda pessoa que comentou... Como professora de Letras (português, inglês e literatura), devo dizer que "a casa de Portinari" também foi muito edificante pra mim... tendo vindo ele de familia humilde e sido um brasileiro espetacular em suas obras, meus parabéns pela dedicação! PAZ!

31 de março de 2011 11:20  
Blogger Sapa disse...

Olá, te lendo lembrei da fascinação que tenho por casas antigas,essas casas que sobrevivem as monstruosas construções que temos nesste grande mundo da Era dos homens,rs...casas que contam histórias e guardam segredos...É maravilhoso lembrar da minha infância vivida na minha casa engraçada que tinha muitas coisas,menos o nada,rs.Obrigada por escrever esse texto e passar no meu Blog,beijos

^^

31 de março de 2011 17:04  
Anonymous Anônimo disse...

Amém! Bom, obrigada e eu também estarei por aqui... PAZ!

31 de março de 2011 18:53  
Blogger Vilarejo disse...

Parabéns!
Gostei e agora sigo!
=)

31 de março de 2011 22:52  
Blogger Talento e Cia disse...

Ola jefh, obrigada pela visita, agradeço.
So um artista pode pensar e ver o mundo atraves de uma casinha azul tão simples .Voce é um artista com muita sensibilidade e inteligencia suficiente para poder ter tantos comentarios não é?Nunca perca esse seu amor interno "forte".

1 de abril de 2011 05:38  
Blogger porcelain doll disse...

Realmente!grande é o ser que sabe fazer de sua própria arte ,uma estrada a ser seguida.Que possamos fazer de nossos dons algo positivo que sirva de lição e aprendizagem para outras pessoas.
Um abraço.

1 de abril de 2011 06:38  
Blogger LúùH disse...

Olá Jefh tdo bem ?
então eu estudei um semestre em artes visuais e fiquei encantada em poder ver essa imagens da casa de portinari! impressionante !
mto bonito e simples como vc descreveu !
grande beijo

1 de abril de 2011 07:35  
Blogger Rosa Maria disse...

Teu texto ilustra teu pensamento de forma clara e objetiva. Muito bom encontrar consciências como a tua. Obrigada por visitar e comentar no 'Traços'. Segue o link de meu outro Blog, com uma singela homenagem ao mestre Portinari: http://blogillustratus.blogspot.com/2010/05/candido-portinari.html

Um beijo :*

1 de abril de 2011 11:15  
Blogger Rhaísa Lara disse...

Eiiiiiii,
vim aqui conferir se ja tinha postagem nova. E dar OI.
Lá no meu tem post novo, beijosss!!!

Fique com Deus, bom final de semana!

1 de abril de 2011 13:53  
Blogger Tiago Viana disse...

mostrar um constatar a vida com a arte,uma expressiva contraste da vida portinari,uma beleza em um simples poste,achei muito bom,expressa a vida de um excelente artista clássico do contemporâneo brasileiro.

1 de abril de 2011 15:43  
Blogger Letícia Arruda disse...

Boa noite :D
Obrigado pelo recado, fiquei feliz em saber que você gostou do meu blog !!! To seguindo você me segue tambem http://lettymorenaa.blogspot.com/
Adorei o seu blog vou vim aqui mais vezes !!
Abração

1 de abril de 2011 16:03  
Blogger Guilherme Ramos disse...

Jeff,

Obrigado pela visita. Vc não sabe como é importante para mim, sua presença em meu mundo virtual. Como chegou nele? Rssss...

Sobre esse post: vc é um poeta que escreve em prosa, amigo. As sensações que vc deixa transparecer entre as linhas são deliciosas. Senti-me perambulando pelas áreas citadas, como se eu fosse parte da paisagem. Tentador, diria. Fiquei com muita vontade de respirar esses ares.

Mais uma vez, obrigado pela visita. Meu período "mais fértil" no blog foi entre 2008 e 2009. Se puder, passa por lá e veja as poesias. E sobre as músicas, obrigado tmb! Foram feitas sem pretensão nenhuma. Apenas um "ensaio" que puxou outro... e outro... e mais outro... e por aí vai. Rsss...

Um abraço,

Isso pode ser o início de uma bela amizade,

Guilherme.

1 de abril de 2011 18:11  
Anonymous Kika De Pauli disse...

Lindo texto, gostei da sua maneira de escrever... Tenha um ótimo findi.
Bjos

http://praticaecriativa.blogspot.com

1 de abril de 2011 18:58  
Blogger Guilherme Ramos disse...

Ah! Vc se refere a "Samsara: os Filhos do Sempre"! É... Um sonho-meio-verdade meu. Rssss... Um dia eu termino esse livro. Mas preciso me esforçar mais! Rsss... Tá demoraaaando... Grande abraço! De vez em quando mando um link, sim. E vamos nos falando! É sempre bom fazer novas amizades. Ainda mais quando encontramos amigos-irmãos-de-arte! :))))) T+!

1 de abril de 2011 19:12  
Blogger Fernanda Alencar disse...

ola, fiquei feliz em saber q vc compartilha das minhas ideias, gostei da forma como vc ve a vida e vou t seguir sem culpa, ate mais

2 de abril de 2011 08:02  
Anonymous Anônimo disse...

Obrigado por visitar o "Roberto Piva".
Percebi a necessidade de um espaço para homenagear esse poeta da transgressão. Nosso Walt Whitman e Álvaro de Campos.
Assim que puder, publicarei mais.

Já estou te seguindo. Este é meu blog: http://cinzaemedo.blogspot.com/

Um abraço.

2 de abril de 2011 13:40  
Blogger ♪♪Junio♪♪ disse...

Obrigado pelos conselhos...mas não dirijo não eu vou numa splinter para o serviço...ae vou e volto dormindo rsrs abração...ótimos final de semana

2 de abril de 2011 14:21  
Blogger osmar disse...

Parabéns, muito bom seu blog!!!!
Uma palavra tem o poder de fazer:Sorrir,Chorar, Amar,perdoar,Matar,Salvar. É isso aí Amigo continue usando seu talento!!!!

2 de abril de 2011 16:08  
Blogger Michele P. disse...

Jefh

Vim retribuir a visita e agradecer pelas palavras deixadas em meu blog.
Achei interessante as diferentes temáticas que desenvolve por aqui.

Um abraço

2 de abril de 2011 16:58  
Blogger Rhaísa Lara disse...

Oiiiiii.
Obrigada!
Queria há um bom tempo colocar pra fora o que coloquei em meu ultimo post. Sinceridade? Um desabafo quase. Obrigada.
Mas saiba que eu sou adimiradora de sorrisos, os faceis então...
Tem bastante gente a minha volta que não economiza o sorriso, e eu adoro isso neles. Eu que sou seria demais (defeito), mas tento consertar!
Inspirado em mim, vai twitar aquela frase?
Ahhh, ainda não tenho twitter, não me adaptei e fexei ele. quero ver se me animo novamente!

beijosss, e obrigada denovo!

2 de abril de 2011 17:59  
Blogger Clyo disse...

Obrigada pela visita no meu blog e parabéns pelo seu!

2 de abril de 2011 19:03  
Blogger Guilherme Ramos disse...

Jeff:

O livro foi "Amar Pode Dar Certo" (Roberto Shinyashiki & Eliana Bittencourt Dumêt)

De fato, o curso é muito bom! São 18 meses de estudos profundos, autoconhecimento, vivências ... entre tantas outras coisas.

Nossa próxima leitura será: "A Linguagem dos Sentimentos" (David Viscoti, Ed Summus Pensamento). É preparar-se para novos desafios... Autoconhecimento dói, hein? Rssss...

Abração!

2 de abril de 2011 19:21  
Blogger neli araujo disse...

Olá, Jefh!

Obrigada pela presença em meu blog e pelas palavras carinhosas! Gostei de ler tuas impressões sobre a Casa de Portinari. Nossa casa reflete muito do que somos, e fiquei impressionada (muito bem impressionada) com a simplicidade da casa dele.

Ostentação, tô fora!

Um abração,
Neli

3 de abril de 2011 03:47  
Blogger Prof.: JOSÉ CARLOS disse...

Fiquei encantado com seu espaço cultural e educativo. Desta forma posto este pensamento da minha poeta preferida e, deixo a tod@s seguidor@s do seu blog.
"Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina". Namastê...
Cora Coralina
Prof. José Carlos
http://projetosead.blogspot.com

3 de abril de 2011 04:49  
Blogger just sing. disse...

Jefh parábens pelo blog, tá maravilhoso!
Adorei este post, muito bom! Rico nas palavras, nas informações.. einfim! Muito bom.

um bj

3 de abril de 2011 05:49  
Blogger Ana Tapadas disse...

Estive a ler as crónicas anteriores e esta, claro.
Fiquei encantada. OS temas maravilhosos. Sou grande admiradora da pintura de Portinari.
Beijo

3 de abril de 2011 07:08  
Blogger Fabiane Teixeira disse...

Olá, Jeferson!

Primeiramente, obrigada pela visita no Viagens e Vivências...

Adorei seu blog, há grande diversidade de assunto... e diga-se que todos são muito interessantes!

Já estou seguindo...

Abs,

3 de abril de 2011 07:57  
Blogger SANDRA BIANCO disse...

ola obrigada pelo seu comentario em meu blog.
sim e mt interresante sim o seu blog, sim sobre a casa de portinari e a primeira vez que leio algo e que e mt profundo, esclarecedor e lindo .
parabens

3 de abril de 2011 08:08  
Blogger Fabrício Pontes disse...

Parabens pelo trabalho meu amigo jefh! seu blog é realmente maravilhoso, fiz o link e estou seguindo tbm ok
ah! muito obrigado pela visita e pelo comentario lá no meu humilde espaço.
um grande abraço meu caro!
sucesso pra nós! que Deus lhe abençoe cada vez mais, vc e sua familia.

3 de abril de 2011 09:09  
Blogger Cristine Lima disse...

Nossa, gostei demais do seu blog e do modo como escreve. Estou seguindo você.
Gostaria que convidá-lo para visitar meu cantinho também. Comentários são muito bem vindos.

3 de abril de 2011 12:00  
Blogger Artelinear disse...

Olá Jefh que linda crônica, que momento extraordinário este de encontrar na rede um artista valorizando o talento de outro. Parabéns pela sensibilidade e muitíssimo obrigada pela sua visita.
Realmente Portinari é um ícone.
Escreva sobre outros pintores, estarei aguardando suas postagens.
Abraços e muito sucesso, estarei lhe sequindo.

3 de abril de 2011 13:13  
Blogger Cristina Lira disse...

Oiii...
É sempre bom vir aqui e receber essas energias que fluem de suas palavras.
Energias que inspiram e acalmam, que agitam e nos poe pensamentos e ideias na cabeça.
Bjos no coração e tudo de bom pra vc. É bom poder estar aqui...

3 de abril de 2011 13:58  
Anonymous Marisa de Abreu disse...

Gostei muito da forma que vc escreve.
Conheci a casa de Portinari ano passado. Senti que faltava alguma coisa, talvez muita coisa, pois Era A Casa de Portinari, mas parecia que ninguém se importava com a importância cultural, poucas pessoas, carinhas de pouco caso... Enfim, faz parte de nossa cultura.

4 de abril de 2011 07:17  
Blogger Arlete Nogueira disse...

Jefh, se me permite chamar assim...

Adorei como você encanta com as palavras... Consegui até sentir a paz que deveria predominar neste ambiente... Pois família é isto... é simplicidade..é a possibilidade de sentir a presença Dele em todos os locais para onde os olhos conseguem enxergar... é sentir as lágrimas de pura felicidade e de encontrar a paz tão estimada... e procurada...
Agradeço a sua visita no meu blog...

Abçs

Arlete

4 de abril de 2011 11:59  
Blogger Jefhcardoso disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

4 de abril de 2011 17:11  
Blogger Simples Maria disse...

OLÁ Jefh gosto do seu bloge do que voce mostra! estas casas antigas são muito bonitas lembra a casa dos meus avós e o passado volta a tona!fico com muitas saudades..
Parabens pelo o seu trabalho... Bjoss no seu coraçao....

7 de abril de 2011 07:07  
Blogger Abrahão disse...

A história me fez lembrar os próprios mineiros que dizem "logo ali" o que pode significar quilômetros de distância ou em qualquer lugar.
O seu texto também me faz refletir sobre o gostar das coisas simples, longe do contexto onde são colocados os grandes artistas. Parabéns! Muito bacana!

7 de abril de 2011 07:51  
Blogger dedearts disse...

Oi Jefh
Obrigada por comentar a munha ilustração para minha amiga Deusa.N verdade eu copiei o desenho e só fiz alguns ajustes.
Já conheço a casa de Portinari e me emociono de saber que um artista com tanto talento representa nosso país muito bem em suas obras pelo mundo.Continue escrevendo sobre ele
Ah! vou seguir voce agora,tá?

8 de abril de 2011 14:42  
Blogger Miguel disse...

Que casa maravilhosa, sua simplicade me faz lembrar algumas casas em que vivi minha infância, também de garoto pobre, na cidade de Jaboticabal-sp. No caso específico da casa de Portinari, a simplicidade talvez trouxe a imensa inspiração para aquele gênio. Belíssimo texto meu caro, logo mais estaremos retornando. Inté.

11 de abril de 2011 08:03  
Anonymous Chris Ribeiro! disse...

Olá Jefh, obrigada pela visita no meu blog.

Muito bom o texto, fez jus a obra do artista. Lindas palavras, muito bem colocadas. As fotos da casa de Portinari mostram a simplicidade de sua vida, talvez este sendo o segredo de sua arte.

Beijos!

12 de abril de 2011 05:55  
Blogger Interagindo com as Artes disse...

Olá

Obrigada pela visita no meu blog, adorei a postagem sobre a Casa de Portinari, me deu vontade de ir também...mas deu para fazer uma viagem só com o que você nos mostrou, muito bom!

Parabéns pelo blog!
Até mais;)

12 de abril de 2011 13:09  
Blogger Jefhcardoso disse...

Obrigado pelos comentários, amigos! Estou indo aos respectivos blogs para manter contato e agradecer. Abraços!

14 de abril de 2011 20:31  
Blogger Thais Fernanda. disse...

Bacana o texto Jefh.
Principalmente por se tratar de algo ou melhor de um pintor que não teve o devido valor enquanto estava vivo, é um dos meus favoritos alias *-*

E achei super interessante, parabéns (:

Bjo :*

15 de abril de 2011 15:43  
Anonymous Alessandra Henrique disse...

oiee!!!
adorei seu texto e imagens.
Parabénsss!!
Não deixe de visitar meu blog também...
www.sylasemfoco.blogspot.com
www.galeriadeartecib.blogspot.com e
www.novaitariri.blogspot.com
bjsssssss

17 de abril de 2011 09:01  
Blogger Shayra disse...

Olá, amigo!
Que delícia é a internet, não?!?!
Poder trocar experiências, compartilhar saberes, pensamentos, sensações, contos, arte!
Que privilégio o seu! Adoraria também sentir na pele a simplicidade não só da casa mas também das obras de "Candinho"!
Concordo quando você se expressa em "A casa de Portinari" dizendo que "o artista é todo aquele que existe". Todos somos artistas? O que torna um homem que existe um artista?
Quando paramos para analisar vida e obras de artistas renomados como Candido Portinari percebemos que toda a ostentação, grandiosidade, perfeição, genialidade presentes em suas produções têm como pano de fundo a simplicidade, aquela que você encontrou na casa do artista. Deve ser justamente esse o x da questão: algo só se torna luxuoso se for simples.
Parabéns pelo texto.

23 de abril de 2011 07:34  
Blogger Lilian Abreu disse...

Olha a casa do portinari, eu visitei ano passado, adoro o jardim... parabéns pelo blog super legal

28 de abril de 2011 06:46  
Blogger Lete disse...

Simplesmente maravilhoso!!!abraços

29 de abril de 2011 13:23  
Blogger Nanda disse...

Adorei a matéria, parabéns!

2 de maio de 2011 17:03  
Blogger Cristiane Iannacconi disse...

oi, Jefh,
tudo bem?
obrigada pela visita lá no Ciclicca...
conheço a família Portinari, mas não conhecia a casa dO Portinari... rs.
muito legal sua postagem.
grande abraço,
Cris

9 de maio de 2011 10:32  
Anonymous horta educativa disse...

Agradecemos o incentivo que nos deu. Aceitámos o convite e visitámos o seu blog. Parabéns pela iniciativa na divulgação da cultura brasileira, apesar dela ser mais divulgada em portugal do que o contrário.

10 de maio de 2011 07:58  
Blogger Camilla Marchese disse...

Oi :D
Adorei esse lado cultural do seu blog. Continue assim
Abraço, Camilla

11 de maio de 2011 15:00  
Blogger Nathaly Maniga disse...

Muito legal seu post, tenho muita curiosidade em conhecer, quem sabe um dia né!
Obrigado, Beijos!

21 de maio de 2011 11:08  
Anonymous Anônimo disse...

Oi estou passando para agradecer a visita ao meu blog e dizer que sou apaionada pela obra de Portinari. Gostei do seu jeito de escrever e vou acompanhar seu blog.
Abraços

10 de junho de 2011 06:39  
Anonymous Anônimo disse...

Ola Jeff,obrigada pelo comentario no meu blog. e tambem pela materia sobre a casa de Portinari.
Nos 450 anos de Sao Paulo fiz um "oratorio de viagem" referente a obra de candinho fiquei muito curiosa para conhecer a casa de Portinari. Legal vc retrata-la para nós. Valeu! Lucia

29 de março de 2012 17:07  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial