domingo, dezembro 19, 2010

UM CONTO NATALINO

Três palhaços cabeludos e magros saltaram do opala preto de vidros escurecidos por película, quando três crianças também magras subiam a rua íngreme da creche Lar Abílio de Souza. Os palhaços já estavam prontos para o espetáculo que abrangia números circenses, tais como malabarismos, acrobacias e palhaçadas, é claro. Pararam por um instante para terminar um cigarro que dividiam. Olharam de relance para as crianças que chegavam diante do portão da secretaria da instituição e foram ter com a diretora, que lhes fez o pagamento adiantado. Coisa pouca. Cachê minguado. Algo que certamente consumiriam em algumas cervejas na noite que sucederia à manhã do espetáculo.
O carro da empresa de bens alimentícios Flábio Brasil Ltda. estacionou logo atrás do opala dos palhaços. Trazia alguns brinquedos e alguns doces, os quais seriam entregues pelos funcionários colaboradores do projeto Natal Melhor. Algo que a empresa praticava como parte de uma política de assistência e melhoria da qualidade de vida dos indivíduos da comunidade na qual estava instalada. A diretora fora recepcionar o pessoal da empresa à porta da instituição. Os recebeu com sorrisos e afabilidade. A criança maior das três aproveitou o ensejo e se aproximou da diretora que parecia conhecê-la. Afastaram-se por dois ou três passos, conversaram, e no instante seguinte a criança maior se despedia da menor, e esta ia para dentro do estabelecimento. Era uma menininha de pele morena e longos cabelos de corte irregular e embaraçados. Deveria ter no máximo quatro anos de idade.
A criança maior tomou a do meio pela mão e ambas voltaram ladeira abaixo com a mesma resignação com que haviam subido.
No pátio da creche, os palhaços envolveram completamente a massa infantil, que de suas pequenas cadeiras parecia hipnotizada. Nessa altura dos acontecimentos seria impossível destacar a criança que fora introduzida de última hora ao grupo, por um pedido da suposta irmã mais velha à porta da instituição, se não fosse por algo muito peculiar que atraiu para ela a atenção das pessoas envolvidas na organização da ação.
Após uma hora e meia de palhaçadas as crianças receberam balas que eram atiradas aos punhados. Coloridas, macias e perfumadas, causaram alvoroço na pequena multidão. As crianças ficaram com as mãos e com a boca cheia por falta de bolsos. Em seguida, um Papai Noel bastante magro distribuiu modestos brinquedos, todos muito bem embalados. Uma boneca para cada menina e um caminhãozinho para cada menino. As crianças foram instruídas a não tirá-los da embalagem ali, a fim de evitar transtornos por uma eventual destruição precoce.
A pequenina mais uma vez fugiu à regra. Fez com o dedo indicador um pequeno furo no plástico da frente da caixa, e por esta abertura introduziu uma a uma cada bala que havia angariado na disputa. Depois dos brinquedos vieram os pirulitos. Aos quais a pequenina deu o mesmo destino das balas. E por fim, o encerramento triunfal. Picolés servidos pelas monitoras que faziam a vez de auxiliares de Papai Noel. E adivinhe o que foi que a pequenina fez do picolé que recebeu. Sim. Introduziu na caixa. Uma monitora já havia percebido que ela nada comia e a tudo armazenava. Então se aproximou e teve confirmada a suspeita. Deu ordem para a menina retirar o picolé da caixa e consumir naquela hora. Ordem cumprida...
A pequenina chorava com o picolé derretendo e pingando ao solo. O pessoal da empresa se aproximou a fim de persuadi-la e confortá-la. Contudo ela apenas razoavelmente recobrou a calma diante da promessa de que seriam entregues picolés também para os seus irmãos na hora em que chegassem para buscá-la. Fim de festa. Crianças à porta. Cumprido o trato. Uma pessoa da empresa ficou curiosa quando percebeu que ao invés de desembalar os picolés e caminharem enquanto sorviam, as crianças os levavam inviolados ladeira abaixo.
Uma das colaboradoras olhou para a diretora do estabelecimento com cara de interrogação. Então a diretora disse que não haveria picolés que bastassem. Afinal eram tantos os irmãos famintos que aguardavam em casa.

@Jefhcardoso74 no Twitter

82 Comentários:

Blogger Gracinda disse...

Que tenhamos um Natal melhor, com muita saude e paz.]
bjo

19 de dezembro de 2010 15:59  
Blogger Adriana Alencar disse...

Que maravilhoso exemplo de solidariedade mesmo em meio à pobreza!
um abraço,
Adri

19 de dezembro de 2010 17:12  
Anonymous Anônimo disse...

Triste mas ao mesmo tempo belíssimo conto!.. Infelizmente é essa mesma a situação que milhares e milhares de nossas crianças vivenciam nos dias atuais.. lamentável para a era em que vivemos.. onde o correto seria termos como prioridade o ser humano.. mas.. como estamos na escola chamada vida, quem sabe possamos todos um dia aprender as lições e num futuro próximo não mais presenciarmos esses tipos de acontecimentos.

Um super beijinho em seu coração..
*verinha*

19 de dezembro de 2010 19:31  
Blogger Dóris disse...

Pequenos Anjos...apesar de serem crianças ainda, já sabem dividir o que lhes é dado, nos ensinam um pouco sobre "fraternidade"...igualdade.

Abraço cheio de PAZ Jefh.

20 de dezembro de 2010 03:25  
Blogger Glória de Lourdes Oliveira Araújo disse...

Comovente essa história, o que papai noel pensaria numa situação desta? Bem, creio que totalmente ridicularizado, pois que não daria a cada um, uma satisfação de ter recebido em pleno Natal um pouco de comida?

20 de dezembro de 2010 03:44  
Blogger Administrador disse...

Mto bom o texto.. comovente geral.. parabens!!!

20 de dezembro de 2010 04:31  
Blogger Adriana Moreira disse...

Seu CONTO NATALINO é muito profundo, amigo! E muito tocante num período em que o mundo sofre a ausência da compaixão e do preocupar-se com o "outro". Gostei muito do que li! Obrigada por visitar o meu blog. Estou começando agora, ainda não sei utilizar muitos recursos, mas vou aprender... assim como se aprende a viver: vivendo! Abraços.

20 de dezembro de 2010 04:41  
Blogger IVANCEZAR disse...

O combate à fome - às desigualdades - a garantia de uma infância mínima, tratadas com primor no texto. Deixo o desejo de um FELIZ NATAL. Forte abraço !

20 de dezembro de 2010 05:02  
Blogger Cris disse...

Posso falar? desculpa...
Que merda...
A realidade do mundo é cada vez mais triste e lamentavelmente não vejo melhoras.
Uma criança tão pequena, com essa "missão" de ser o papai-noel dos irmãos.
realidade dura para um serzinho que apensa começa a vida!

Por essas e por outras, há mais de dez anos na minha casa não há mais presentes. Há uma conta comunitária aberta em outubro e fecha-se em vinte de dezembro. Tudo que é arrecadado pela família se transforma em presentes. Brinquedo, mesmo. Acho que assim, a ceia desce mais fácil e a noite parece menos desagregada ao que o aniversariante tentou nos ensinar.

Meu querido, um natal lindo pra vc! Paz e luz!
beijo grande

20 de dezembro de 2010 08:03  
Blogger Nanda Pezzi disse...

Olá, estou passando para conhecer teu blog e te convidar para conhecer o meu ;)

Beijos e uma ótima semaninha

nandapezzi.blogspot.com

20 de dezembro de 2010 09:50  
Anonymous Anônimo disse...

Legal teu texto! beijos

20 de dezembro de 2010 10:02  
Blogger Lulu disse...

Gostei muito de suas crônicas. Posso usá-las em minhas aulas? Com os devidos créditos, claro.

20 de dezembro de 2010 14:44  
Blogger Lulu disse...

Perdão, conto.

20 de dezembro de 2010 14:46  
Blogger Silent Bob disse...

Saudações vikings meu amigo Jefhcardoso, primeiramente, seus textos são muito bem escritos, parabéns, e pelo visto não sou o único que acha isso.

Sobre este texto Natalino, sinceramente, não gosto do natal, é uma data com fundo religioso, mas que só tem a proporção que tem devido a grande movimentação de dinheiro. Um exemplo bem próximo é o Papai Noel, não tenho segurança para descrever como este ícone surgiu, porém sei que o Papai Noel de hoje foi moldado. Originalmente as vestes do bom velhinho eram verdes, porem para a campanha da Coca-Cola no natal, foram trasformadas em vermelhas.

O grande problema não é o consumismo, é o altruísmo que só surge nesta data, como se pessoas não fossem miseráveis em julho também.

Como a menina que guardava as guloseimas para dividir entre os irmãos, lembrará da época do ano em que elas recebem caridade.

Não faço parte nem contribuo para nenhuma instituição, minha responsabilidade social está no meu voto.

Claro que é uma opinião polêmica, mas é sincera.

20 de dezembro de 2010 15:46  
Blogger Fernanda & Amigas disse...

Li A História Realmente é... incrivel>>> legal seu blog continua visitando o meu a minha foto e das minhas amigas estão ai do Lado BJÃO!!!

20 de dezembro de 2010 17:24  
Blogger Herberth disse...

Muito bom amigo kkkkkkkkk

20 de dezembro de 2010 17:29  
Blogger legalmente loira... disse...

querido amigo,
que saudades!!
eu volto prometo rsrs aqui tudo emociona e encanta.
lindo dia com bjos.

20 de dezembro de 2010 21:54  
Blogger José de Araujo Madeiro disse...

Estimado Jefh Cardoso,

Agradecemos à sua visita ao nosso blog, o Brasil Republicano.

Nossos conhecimentos em computação são muitos limitados, mas como somos teimosos, tentamos e vamosfazendo alguma coisa que possa ser útil, em favor daquilo que acreditamos. Na Família Cristã Brasileira, acima de quaisquer circunstância. A célula master da Nação Brasileira, cujos valores verdadeiramente humanos não se restringem apenas aos bens materiais.

Mas quem sou eu, no particular, para comentar as matérias de um jovem sonhador, como você. Ao referir-se que para o legítimo sonhador, não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso.

E nesta frase já transborda-se à sua personalidade, de um jovem que acredita em si, de um jovem inteligente e que desvenda caminhos para construção de um novo tempo, um tempo melhor não sòmente para si, mas para todos que o cercam. A vitória sim, sempre resulta de um sonho inicial e a sua conquista da sua continuidade e perseverança.

Assim ficamos felizes. A felicidade não é um mero bem material, mas uma satisfação pelo legado que deixamos, fazendo os outros felizes. E nesta certeza, através de jovens como você, a felicidade de sabermos que o Brasil não está perdido. Fica transparente que a nossa liberdade tem defesa garantida. A democracia do Brasil subsiste em jovens como você!

Abrçs do Madeiro

21 de dezembro de 2010 05:32  
Blogger Gabi =D disse...

É triste mesmo saber que há tantas crianças famintas pelo país... E também é bonito ver como elas são solidárias com seus irmãos, dividindo o pouquinho que elas ganharam. Realmente, é um fato muito tocante. Muito boa sua crônica, sempre escrevendo assuntos interessantes e abrindo nossos olhos para um mundo que nem sempre vemos e que muitas pessoas ignoram.

Bjos ;)

21 de dezembro de 2010 08:06  
Blogger Carlos E. Garrido - Café com Ócio disse...

Como você me pediu, aqui estou comentando seu "Conto Natalino". Eu ainda não conhecia o blog, mas gostei bastante.

Este "Um Conto Natalino" nos mostra que, ainda mais do que as pessoas que entregavam brinquedos e outras coisas, a menininha é quem mais tinha o espírito do Natal dentro de si. E que sozinha,e mesmo com a ajuda de outras poucas pessoas, não é possível ajudar a todos que precisam. O natal teria que chegar muito além disso.

21 de dezembro de 2010 10:06  
Anonymous Anônimo disse...

Vim lhe desejar um feliz Natal com muita paz,muito amor e muita saúde.
Boas festas meu amigo.
Beijos perolados.

21 de dezembro de 2010 12:34  
Blogger jefhcardoso disse...

Gracinha, assim seja, querida. Abraço! Feliz Natal!

Adriana Alencar, o encanto mora nos corações humildes. Abraço! Feliz Natal!

Verinha, sim. Sejamos otimistas. Vejo muitas pessoas questionarem estes fatos. Creio que algo já esteja mudando. Abraço e Feliz Natal!

Dóris, temos muito que aprender com eles. Abraço e um Feliz Natal, linda!

Glória de Lourdes, Papai Noel somos nós. Temos que arregaçar nossas mangas e colocar a fraternidade em pratica. Abraço e um Feliz Natal!

Administrador, fico feliz que tenha lhe comovido o texto. Um grande abraço e um Feliz Natal, amigo!

Adriana Moreira, obrigado! Que seja longa e produtiva a sua carreira na blogagem, linda. Um grande abraço e Feliz Natal!

IVANCEZAR, muito obrigado, caro amigo! Forte abraço e Feliz Natal!

Cris, que coisa mais linda! Vocês estão dando a sua contribuição para um mundo melhor. Parabéns! Que o seu Natal, de sua família, e dos pequenos que beneficia com presentes seja ótimo, abençoado. Grande abraço! Feliz Natal!

Nanda Pezzi, obrigado. Será um prazer retribuir a visita. Abraço! Feliz Natal!

Prity, obrigado! Beijos! Feliz Natal!

Lulu, tudo bem [sorrio], são contos/crônicas mesmo. Abraço! Feliz Natal!

Silent Bob, não acho a sua opinião polêmica, pessoalmente falando, acho-a verdadeira e consciente. Penso que o altruísmo não deveria ser como um fruto de estação. Você está repleto de razão. A campanha tem que durar o ano inteiro, dia após dia. Isso sim seria um ato cristão. Abraço e obrigado!

Fernanda & Amigas, ok. Muito obrigado! Beijão! Feliz Natal!

Herberth, meu caro. Muito obrigado por sua sempre presente atenção! Fico feliz que tenha curtido. Grande abraço e um Feliz Natal!

Rita, meu Deus! Quanto tempo... O que foi que aconteceu com você, danada? Sumiu... Que bom te ver... [sorrio]. Obrigado por existir! Um enorme abraço e o melhor Natal do mundo pra você e para os seus!

Madeiro, fantástico! Só não sei se estou à altura de tamanha perspectiva. Falo de sonhos. Falo de sonhos enquanto vivo a realidade. Sonho. Acredito no homem onírico, que caminha por entre a luz do dia e a treva da noite. Acredito no ser e no ser. Acredito. Um grande abraço, e muito obrigado pelo magnífico comentário, o qual tenho agora aqui na qualidade de um presente generoso. Espero fazer por receber outros. Feliz Natal, Madeiro! Feliz.

Gabi =D, você é muito linda! Obrigado! Tenha um Feliz Natal!

Carlos E. Garrido, a situação é mesmo muito completa. Você enriqueceu o espaço com a perspicácia de sua leitura. Muito obrigado, amigo. Um grande abraço e um Feliz Natal!

Pérola, obrigado linda! Sempre atenciosa... Desejo-lhe o mesmo. Feliz Natal!

21 de dezembro de 2010 13:00  
Blogger Kami disse...

Olá querido!
Bela história, belas palavras as suas =)
Vim desejar um Natal e um Ano Novo iluminado! Que DEUS esteja habitando vosso coração e lhe guardando onde estiveres.

Beijo grande!
Cuide-se

21 de dezembro de 2010 14:52  
Anonymous Anônimo disse...

Sabe o que eu mais gosto aqui?
Sua sensibilidade para tratar de um assunto tão rotineiro em nossa sociedade, rotineiro porque deparamo-nos com esse tipo de situação todos os dias, mas o "eu" em nossas vidas sufoca a vida do outro de uma forma covarde e implacável.
Acredito que devamos aprender a ser menos "eu" e mais "nós" não apenas nessa época que considero mágica, mas todos os dias de nossas vidas.
Adoro vir aqui e aprender um pouco mais de tudo com seus escritos.
continuo afirmando: "... A verdadeira beleza é vista com os olhos da alma..."
Bjos se cuida um Feliz Natal e Um Ano Novo abençoado, para você e sua família.

21 de dezembro de 2010 17:38  
Blogger Diandra disse...

Ola querido, triste mais real o texto

Tenho selinhos pra ti no meu blog!
Espero de coração que goste

http://bydih.blogspot.com/2010/12/selos-e-mais-selos.html

21 de dezembro de 2010 19:28  
Blogger Karla Cristina. disse...

Passei um bom tempo por aqui. Muito bons os seus textos, Jef. Muito bons mesmo! Parabéns :)

21 de dezembro de 2010 21:35  
Blogger Flavih A. disse...

Mto bom. *.*
Se metade das pessoas fossem assim não é?
O mundo seria bem mais fácil.

BOas festas pra ti.
Beijos

22 de dezembro de 2010 09:04  
Blogger Ilustra GUGAAAAAA!!!!!!!! disse...

Opa Jefh, tdo certo ai??
Poxa agradeço a visita e o comentário. Com certeza sua esposa esta coberta de razão, ainda hoje Navegantes é uma cidade agradável, devido ao crescimento, ela esta se expandindo rapidamente, mas nada que deixe você tranquilo, com uma bela praia, rsrs. Enfim, para diversão eu recomendo de primeira o Beto Carrero, que se localiza ao lado de Navegantes, em Penha. Depois para uma idéia mais romântica ou visitação de Shoppings, Balneário Camboriú, que fica aproxim. 45km daqui. Para o descanso a praia é sempre bem vinda, sou apaixonado por ela, rsrsrsrs.

Com certeza vamos colocar uma daqelas no seu perfil. Mais uma vez agradeço a visita e o comentário. Qualquer coisa, mande um email para mim - luis.gustavo.barbosa@hotmail.com

Abrs do GUGA!!!!!

22 de dezembro de 2010 11:59  
Anonymous Anônimo disse...

Nada mais verdadeiro seu conto. Não me alegra ver tanta fartura para uns e a falta do mínimo para outros. Essa desigualdade social para mim me doí bastante por um pouco qeu faça nada representa num universo tão vasto. Parabéns pela sua habilidade em descrever cenas que são do cotidiano dessas instituições. Abraços.

22 de dezembro de 2010 13:38  
Blogger Paulo Filho disse...

Seu conto é um soco no estômago, nesta época em que o surto de "bom mocismo" toma conta dos espíritos alheios. Os pecados de um ano inteiro são parvamente perdoados em troca de umas quinquilharias (bonecas, carrinhos, balas, pirulitos e picolés).
Acima de tudo, seu conto conseguiu penetrar com uma sutileza memorável em problemas sociais tão sérios: falta de planejamento familiar, pobreza, trabalho informal, exploração do terceiro setor, educação precária...
O conto também revela o descaso governamental por tais questões, com suas medidas emergênciais e viciantes. Balas, picolés e pirulitos não aliviam a fome e nem sanam os problemas da massa miserável deste país, assim como bolsa família e cotas raciais também não.
Fica-se a indagação, até onde as PPPs (parcerias público privadas) são vantajosas?
Afinal "Quanto vale ou é por quilo?"

22 de dezembro de 2010 14:45  
Blogger TheBlueEyes disse...

Adorei,a historia muito,interessante.Feliz Natal para todos!

22 de dezembro de 2010 16:03  
Blogger Polyana disse...

Um Belo texto.
Com certeza teríamos um Natal mais feliz se cada um guardasse um pouco de bem em suas caixas e dividisse com os que não tem.

Adorei o blog, e o estou seguindo. :]

Polyana Sales, http://anoteumaideia.blogspot.com/

22 de dezembro de 2010 17:10  
Blogger geovanehellgrenn disse...

jefh belo blog hein? o meu ainda está engatinhado...
Quanto a sua visita aqui em Navegantes/SC tem uns bares como o havana's e o iguana's, já a praia tem a do gravatá,praia vermelha e trapiche (Penha).
feliz natal e boas festas!
abraço e tudo de bom!

22 de dezembro de 2010 17:11  
Anonymous jeison "a lingua e minha" disse...

ola amigo agadeço pela visita no meu blog! adorei a postagen de "um conto natalino" um belo exemplo de amor e carinho! sobre a cidade de navegantes acho que um dos melhores pontos a se visitar com certeza são as praias! navegantes é uma otima cidade pra se viver tem bastante emprego, e uma das melhores qualidades é realmente a paz! aki é bastante tranquilo! um grande abraço e seja bem vindo a nossa cidade!
gostaria que você olhase meu canal no youtube onde posto alguns videos! http://www.youtube.com/tamoaivivendoavida espero que goste!



para um bom entendedor meis palava basta!
não sei quem escreveu rsrsrs

23 de dezembro de 2010 02:43  
Blogger DE BAR EM BAR... HIC! disse...

Incrível semelhança com real situação ocorrida!
Parabéns...
Humildemente recomendo que visite meu blog "STUDIO PEGASUS" (http://studiopegasus.blogspot.com)na seção "CONTOS & CRÔNICAS".
SAUDAÇÕES E FELIZ NATAL/ANO NOVO!

23 de dezembro de 2010 05:09  
Blogger Gabriel Floriano disse...

Um belo conto , com um puro gesto de solidariedade ,natal é um momento de deixar um pouco os problemas de lado e levar um pouco de sua alegria para as outras pessoas , pois todo ser humano tem o direito de sorrir no natal , crianças desse pais natal para elas é bem mais encantado do que para nós , vi que você comentou no meu Blog e no mesmo esse link você me enviou e olha parabéns acompanharei esse Blog e se permitido colocarei no Blogs parceiros na minha página do Blog . abraços: Gabriel Floriano http://blogdogabrielfloriano.blogspot.com

23 de dezembro de 2010 05:42  
Blogger Marina Magalhães disse...

Nossa, que história, hein? Seria tão bom que esse espírito natalino, de boas ações, solidariedade, durassem o ano inteiro... Às vezes, nós mesmos, acabamos esquecendo...

23 de dezembro de 2010 06:07  
Blogger lea disse...

Jeff querido, te desejo um otimo natal, bjs

23 de dezembro de 2010 08:11  
Blogger Nathália Santos disse...

Serve para sempre nos lembrarmos da solidariedade, mesmo quando as situaçoes sao precárias, o que vale é a intenção, ainda existem seres humanos bons em quem apostar :)
feliz natal a todos

23 de dezembro de 2010 09:10  
Blogger OutrosEncantos disse...

Jeff, me perdoa as minhas ausências tão prolongadas, me roo de remorsos muitas vezes.
Digo para mim, amanhã tenho que passar no Jeff, é o momento em que esqueço: - não deixes para amanhã o que podes fazer hoje...
... porque o amanhã passa e de novo eu não venho...

Então hoje, te deixo o presente da minha amizade, e o desejo de que o teu Natal seja em Paz, com muito amor de volta de ti e saúde também, junto de quem te quer bem.
Beijo, Amigo.

http://www.youtube.com/watch?v=MfpCVoI3h6I

23 de dezembro de 2010 10:31  
Blogger Élida Mercês disse...

Olá! Bela lição.Precisamos mesmo aprender a dividir e pensar mais no próximo. Obrigada pela visita! bjs

23 de dezembro de 2010 11:00  
Blogger Thalita Prado disse...

Muito lindo seu conto !!!
Infelizmente a muitas crianças que não tem opotunidades de ter um natal digno.
A pessos também que acha que só no natal deve ser feito caridades, porém, sera que só no natal as pessoas estão necessitando de ajuda? ...
O que a pequenina fez foi um ato que mostra bem o espiritu natalino, e espirito de amor a quem esta ao seu lado.

Feliz natal

23 de dezembro de 2010 12:41  
Blogger Sonhadora disse...

Meu amigo

Hoje passando apenas para agradecer o carinho de sempre e deixar votos de um Natal Feliz, cheio de amor e paz, junto de quem amas.

Beijinhos
Sonhadora

23 de dezembro de 2010 13:35  
Blogger CARLA TEIXEIRA disse...

Obrigada pela visita no meu blog
Um abençoado Natal pra vc!

23 de dezembro de 2010 13:36  
Blogger legalmente loira... disse...

querido amigo,
"Que neste Natal
Aquela magia toda guardada durante todo o ano
Venha presente nos corações daqueles que festejam o amor.

Que não apenas seja uma comemoração,
Mas um início para uma nova geração.

O Natal simboliza nova vida,
Pois nele comemoramos o nascimento do Homem
Que modificou a nossa maneira de ver o mundo.
Trazendo-nos amor e esperança.

Que neste natal sejam confraternizados todos os desejos
De um mundo melhor.

Que todos estabeleçam um novo vigor de humanidade.
E que nada seja mais forte do que a união
Daqueles que brindam o afeto entre eles."

Feliz Natal
COM CARINHO DA LOIRA.... adorei seu recadinho daqui rsrsr

23 de dezembro de 2010 13:50  
Blogger Ellen disse...

Jefh, muito bom seu conto!!!

Expressa o verdadeiro espírito natalino, que as pessoa acabam esquecendo, e comemoram o Natal como uma festa qualquer, sem pensar no seu próximo, no seu irmão.

Lendo a estória podemos dizer que os palhaços são os trabalhadores que ganham uma miséria, mas mesmo assim continuam ganhando seu dinheirinho honestamente, mesmo que seu salário seja uma "palhaçada" e as crianças são os mais pobres, os mendingos, os que mais passam necessidades, mas mesmo assim , o pouco , a esmola que ganham dividem com seus outros irmãos.

Essa história retrata uma realidade, e devemos refletir muito, e também fazer a nossa parte, dividindo o pouco que temos com o nosso próximo...não só no Natal, mas sempre que pudermos... E que tal começarmos logo, antes que o mundo fique cada dia mais pior, né?

Gostei muito da leitura!

Feliz Natal e volte a me visitar sempre que quiser!!!

Abraço.

23 de dezembro de 2010 13:57  
Blogger Rosa Carioca disse...

Um conto natalino, infelizmente, muito real...
Para si, desejo que em 2011 continue a presentear-nos com seus textos.

23 de dezembro de 2010 14:22  
Blogger ELIZANDRA ARANDA disse...

Vim a pedido de seu convite em meu Blog. Certa vez Jesus disse que se não nos tornássemos como crianças jamais entraríamos em seu Reino. Uma das coisas mais lindas num coração puro de criança, é o desejo de compartilhar, repartir, renunciar, abrindo mão do egoísmo. Criança se contenta com coisas tão pequenas e simples, como relatou nesse conto. Que bom, se todos pudessem escolher esse coração. Eu posso....você pode. Deus abençoe sua vida, suas escritas e seu futuro!!!!!
http://meamouprimeiro.blogspot.com

23 de dezembro de 2010 14:34  
Blogger (בן ברוך) Ben Baruch disse...

Querido amigo Jefh, muita paz!
É sempre um prazer visitar seu espaço. Quando desejar faça-nos uma visita e não deixe de emitir seus comentários, pois serão importantes para a edificação de todos que nos acompanham.
Venho desejar a você um feliz Natal, pleno de alegria e felicidade com muita paz, harmonia, crescimento e realizações espirituais.
Sabemos que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro como comemoramos, mas isso pouco importa. O que realmente importa é o seu significado: demonstração de um Deus amoroso que enviou Seu próprio Filho ao mundo para resgatar os perdidos, nós, eu e você.
Natal é tempo de renovação espiritual. Não fujamos ao nosso destino, mas a exemplo do Mestre, sigamos os Seus passos, amando a todos que nos cercam, compartilhando o que temos com os necessitados do corpo e da alma: uma palavra amiga e um gesto de carinho muitas vezes valem mais que um alimento para o corpo físico. Agindo assim o Natal terá efetivamente um valor mais importante que a entrega de presentes e as comemorações exteriores que uma grande parcela pensa ser o mais importante, marcará o inicio de uma nova caminhada com o Senhor.
Que possamos no ano se inicia prolongar esse sentimento de fraternidade e de amor ao próximo que tão de perto nos fala ao coração quando essa data tão significativa para a Cristandade se aproxima.
Que Deus te abençoe grandemente e a todos que procuram através do testemunho de vida e da mensagem do Cristo transformar esse mundo em um mundo melhor, onde as pessoas se amem e se entreguem ao Senhor.
Que ao final de 2011 possamos dizer: Valeu a pena seguir a Jesus e testemunhar do Seu amor.
Muita paz!
Ben Baruch

23 de dezembro de 2010 16:15  
Blogger jefhcardoso disse...

Karla Cristina, fico feliz que tenha gostado. Um grande abraço e obrigado! Feliz Natal!

Flavih A., sim, é verdade. Abraço! Boas Festas!

Ilustra Gugaaa!, sim, conheço os lugares que citou. São realmente muito legais. Amigo, agradeço por sua atenção e não dispenso mais informações. Um grande abraço, obrigado, e um Feliz Natal!

SoniaRevoredo, sim. Nada fácil. Obrigado por seu gentil comentário e um grande abraço! Feliz Natal!

Paulo Filho, o Natal passa, o trenó de Papai Noel passa por sobre as nossas cabeças, e a miséria continua assombrando tantos... Obrigado por seu comentário e um grande abraço! Feliz Natal!

TheBlueEyes, que bom que gostou. Obrigado! Feliz Natal!

Polyana Sales, é verdade. Obrigado por compartilhar aqui a sua opinião. Seja muito bem vinda! Grande abraço e um Feliz Natal!

Geovanahellgrenn, muito obrigado pelo gentil comentário e dicas. Um abraço e Feliz Natal!

Kami, obrigado! Um grande abraço e um Feliz Natal!

Arigi Kuwanna, obrigado! Viva o “nós”! Abraço! Feliz Natal!

Diandra linda, muito obrigado! Um grande abraço e um Feliz Natal!

Jeilson, valeu! Obrigado pelos convites e um grande abraço! Feliz Natal!

DeBarEmBar, agradeço pela visita e convite. Um grande abraço e Feliz Natal!

Gabriel Floriano, será uma honra figurar em suas parcerias. Obrigado! Um grande abraço e Feliz Natal!

Marina Magalhães, sim. Esquecemos rápido. Um grande abraço e Feliz Natal!

Lea linda, muito obrigado. Desejo-te o mesmo. Abraço, Feliz Natal!

Nathália Santos, é verdade. Abraço! Feliz Natal!

OutrosEncantos, festejo a sua linda visita. Venha quando puder. Sempre ficarei muito feliz. Um grande abraço! Obrigado! Feliz Natal!

Elida Mercês, é tempo de aprendermos. O Natal também nos propicia isso. Abraço! Feliz Natal!

Thalita Prado, obrigado por seu sincero comentário. E viva a solidariedade! Abraço! Feliz Natal!

Sonhadora, que agradece sou eu. Um grande abraço! Feliz Natal!

Carla Teixeira, foi um prazer. Abraço! Feliz Natal!

Rita, obrigado, linda. Obrigado por tudo. Você é fundamental para mim e para o meu blog. Desejo-te o mesmo. Abraço e Feliz Natal, linda!

Ellen, você tem toda razão. Obrigado por seu lindo comentário! E façamos hoje o que pudermos. A vida é agora. Abraço e um Feliz Natal!

Rosa Carioca, obrigado por tudo, por toda força, carinho e atenção. Continuarei contando com você. Um grande abraço, linda! Feliz Natal!

Elizandra Aranda, muito obrigado! Sejamos como as crianças o quanto pudermos. Que estas bênçãos estejam sobre todos nós. Abraço! Feliz Natal!

Bem Baruch, obrigado pelo carinho e atenção da visita, e pelo presente do texto. Um grande abraço e um Feliz Natal!

23 de dezembro de 2010 16:26  
Blogger Cantinho She disse...

Querido, passando para te desejar FELIZ NATAL, tudo de bom pra vc e os seus e que o seu ANO NOVO seja MARAVILHOSO! ;)
Bjo, bjo!
She

23 de dezembro de 2010 16:47  
Blogger Alaila Resende disse...

Olá,muito bom! você sabe mexer com o seus leitores.
Boas festa, e que os anjos lhe mandem inspiração para continuar.
Abraço!

24 de dezembro de 2010 01:27  
Blogger Helena Castelli disse...

... aqui também bate o sineiro
um sino doce, pequenino
e da branca torre, no Natal,
todo ano como num encanto
desce do Deus menino
um soprinho.
(Fernando Campanella)

Desejo que já estejas usufruindo com seus familiares e amigos...
das bençãos que nos trás o Natal.

Beijos de Feliz Natal!

24 de dezembro de 2010 12:03  
Blogger (Pedro/Dark) disse...

olá jefh !! sou eu pedro do "depontacecablog.blogspot.com" pow, muito legal essa sua postagem, eu to a 7 meses sem escrever pq meu computador quebrou e eu tive que esperar pra comprar outro, mas agora eu estou de volta, vou começar a pstar coisas novas daqui a alguns dias!! abç e sucesso pra ti.

25 de dezembro de 2010 11:47  
Anonymous Pastor Lauro Cabral disse...

Pastor Lauro Cabral

Excelente texto. Parabéns! Que Deus continue te abençoando ricamente...Um forte abraço e um FELIZ ANO NOVO.

26 de dezembro de 2010 06:28  
Anonymous Pastor Lauro Cabral disse...

Obrigado pela visita e comentário inserido no meu Blog. Que a paz, prosperidade e saúde, sejam os símbolos do ANO NOVO que se aproxima. Um abraço desse humilde servo de Deus.

26 de dezembro de 2010 06:38  
Blogger Gαbrielα monteiro disse...

Muito comovente essa crônica Jefh, gostei muito mesmo e obrigada pelo comentário que você fez em meu BLOG , também te desejo um feliz natal e um próspero e feliz ano novo, que Deus te abençoe mais e mais.

26 de dezembro de 2010 12:51  
Anonymous Anônimo disse...

Olá Jefh! Vim retribuir a visita! E dizer que adorei o texto, profundo,tocante, triste , e real... Maravilhoso!!!
Otimo final de ano e parabéns!!!
Adriana

26 de dezembro de 2010 15:23  
Blogger Bella disse...

Como sempre a sua sensibilidade me comove Jef....que bom estar de volta para ler suas pérolas. Bjs e um feliz natal pra vc querido. bjs

26 de dezembro de 2010 15:52  
Anonymous Adriana Braga disse...

Emocionante! Chorei, viu? Um maravilhoso 2011 para você. Adoro seus textos. Um abraço.

27 de dezembro de 2010 04:21  
Blogger Débora Layne disse...

Muito lindo e triste *---* mesmo assim está otimo'

27 de dezembro de 2010 07:41  
Blogger Carlinha disse...

Obrigada por passar no meu blog, você escreve bem!
Historias tristes são normais, os pequenos detalhes são o que fazem um bom conto.
;]

27 de dezembro de 2010 08:27  
Blogger • Paloma (sz) disse...

Meu avô jaa leu este Conto para mim , me emocionei quando li lembrando dele contandadool . Beijos . Fique com Deus

27 de dezembro de 2010 10:38  
Blogger Grotto do Grotesco disse...

É meu amigo Jefh Cardoso... o negocio não está mole para niguém. Entra natal e sai ano, e parece que os necessitados que nosso governo afirma que não existem mais são lembrados apenas em datas comemorativas e supostamente cristãs... deveriam não ser esquecidas nunca, quanto mais lembradas de vez em quanto.

Parabens pelo Blog!!! Irei segui-lo! e Obg pelo comentario no meu blog!

27 de dezembro de 2010 11:07  
Anonymous Anônimo disse...

Obrigado pela visita, Jefh. Gostei do conto. O natal sempre me trouxe um quê de melancolia e impotência. Teu texto me fez perceber isso com mais veemência.

Abração e um excelente ano novo!

27 de dezembro de 2010 11:12  
Blogger formadores de opinião disse...

muito bom e interessante gostei, ainda bem que ainda é possível encontrar bons conteúdos na net

parabéns pela crônica , há gostei do BLOG , em relação ao link que você mim perguntou eu vou mim inteirar mas , porque eu crie o meu blog a pouco tempo , e depois manda pra você como se faz.

um abraço.

27 de dezembro de 2010 12:19  
Blogger Um novo mundo está para nascer... disse...

Caro Jefh,
Muito obrigado pela visita e pelo comentário no meu blog. Tenho que admitir que me senti lisongeada. Como me pediu, estou aqui comentando seu Conto Natalino. Quer saber a opinião de uma simples garota que curte leitura e é louca para publicar um de seus livros?
A-do-rei! Extremamente curioso e envolvente, com uma linguagem sofisticada e bem elaborada, que conta nada mais do que a triste realidade de muitos natais do mundo inteiro. Não que minha opinião vá fazer muita diferença, mas eu realmente gostei muito. Não sei se já o fez, mas deveria investir na sua carreira de escritor. Parece ser feita para você!
Espero um dia chegar um pouquinho perto do que você se mostrou capaz de fazer. E olha que eu só li um conto... Imagine o resto!
Adorei sua visita ao meu blog, e estarei sempre visitando o seu!
Um grande beijo, Bianca.

27 de dezembro de 2010 13:41  
Anonymous Anônimo disse...

São muitas as percepções que se pode ter sobre solidariedade, amor... É - não encontro palavras senão intereçante, ver como no meio de tanta crítica o homem consegue ainda ser tão egoista a ponto de se desumanizar.
Belo texto. Parabéns.

27 de dezembro de 2010 15:13  
Anonymous Anônimo disse...

Gostei do conto. Lindo e comovente.

28 de dezembro de 2010 05:11  
Blogger Dominique Melo disse...

Incrivel crônica, você escreve MUITO bem .

29 de dezembro de 2010 04:08  
Blogger Eliana Romeu Trevizani disse...

Pois é Jef!!!! Ontem disse ao Matheus um pouco de td o q vc narrou aki. Assistimos ao filme Quem quer ser um milionário? e disse a ele q não precisa ir a India para ver o sofrimento de crianças abandonadas. Isso existe aqui no Brasil mesmo e ele (meu neto) não era um deles e devia agradecer sempre por isso. Td essa conversa foi por causa que ele não queria jantar e ficava dizendo q não gosta disso e não gosta daquilo ai eu comentei sobre o filme. Ele raspou o prato todo e parou de reclamar! Grande abraço pra ti tb e vc não me deu as dicas q pedi não é????

29 de dezembro de 2010 05:26  
Blogger Anna Camila Nobre Gomes disse...

Essa é a situação do nosso país... muito triste mas é isso! Que 2011 venha com paz, solidariedade e melhores oportunidades para todos!

29 de dezembro de 2010 16:17  
Blogger LoveToRestart disse...

Gostei muito da crônica, Feliz 2011!

30 de dezembro de 2010 11:23  
Blogger Jefhcardoso disse...

Cantinho She, eu agradeço por sua atenção e carinho, os quais jamais me deixa faltar. Abraço e Feliz 2011! Beijos!

Alaila Resende, obrigado! Que eles digam amém. [sorrio]. Feliz 2011!

Helena Castelli, sim. Foi um ótimo natal o que tivemos. Obrigado pelo carinho. Feliz 2011!

Pedro/Dark, bom te ver cara. Espero que volte a produzir as suas crônicas, que são show de bola, jovem. Abraço e Feliz 2011! Aguardo mais notícias. Valeu!

Pastor Lauro Cabral, muito obrigado. Desejo-lhe o mesmo. Siga em paz, amigo. Feliz 2011! Ricas bênçãos!

Gabriela Monteiro, muito obrigado! As bênçãos de Deus pra você e para os seus eu desejo também. Feliz 2011!

Adriana Luardamandala, fico muito feliz que tenha gostado do texto. Obrigado! Feliz 2011!

Bella, obrigado por seu carinho e atenção. Você é muito gentil. Obrigado, linda! Um grande abraço e um Feliz 2011!

Adriana Braga, que linda a sua sensibilidade. Fico feliz por ter alcançado as suas emoções. Achei lindo você compartilhar isso. Venha mais. Abraço e Feliz 2011!

Débora Layne, muito obrigado, linda! Feliz 2011!

Carlinha, muito obrigado! Um grande abraço! Feliz 2011!

Paloma, o conto é de minha autoria. Foram vivências que tive que me inspiraram nele. Mas fico muito feliz por ter remetido à lembrança o seu avô, linda. Um grande abraço e Feliz 2011!

Grotto do Grotesco, nada é fácil. Convenhamos, a humanidade é uma obra em andamento. Abraço e seja muito bem vindo. Feliz 2011!

Cleomilton Filho, é uma honra ter alcançado o campo de tuas reflexões com meu humilde conto. Obrigado por sua atenção e por partilhar aqui. Abraço e seja muito bem vindo, amigo. Feliz 2011!

FormadoresdeOpinião, obrigado por sua atenção. Fico feliz que tenha gostado. Um grande abraço e Feliz 2011!

Bianca (Umnovomundoestáparanascer...), sua opinião faz toda diferença. Eu invisto em minha carreira de escritor em cada letra que projeto. Não sei onde vou, mas eu escrevo. Seja onde for, eu irei escrevendo. Abraço linda, e honra minha ter um comentário tão doce e forte como este que fez. Sucesso para nós! Feliz 2011!

Inácia, muito obrigado por sua atenção e comentário. Abraço! Feliz 2011!

BernardoeCecilia, fico feliz que tenham gostado. Abraço! Feliz 2011!

Dominique Melo, obrigado! Você é muito gentil. Abraço, Feliz 2011!

Eliana Trevizani, precisamos ensinar as crianças a valorizar a sorte que possuem, e a consumir com moderação. Desculpe, mas eu para dicas sou uma lástima. [sorrio]. Abraço e Feliz 2011!

Anna Camila, que venha! Abraço! Feliz2011!

LoveToRestart, que bom que gostou! Obrigado por vir! Abraço!

30 de dezembro de 2010 16:45  
Blogger Viviane disse...

OBRIGADO POR PASSAR LÁ NO BLOG, TE DESEJO UM 2011 MUITO LINDO. BJOS.

31 de dezembro de 2010 12:36  
Blogger Jefhcardoso disse...

Cantinho She, eu agradeço por sua atenção e carinho, os quais jamais me deixa faltar. Abraço e Feliz 2011! Beijos!

Alaila Resende, obrigado! Que eles digam amém. [sorrio]. Feliz 2011!

Helena Castelli, sim. Foi um ótimo natal o que tivemos. Obrigado pelo carinho. Feliz 2011!

Pedro/Dark, bom te ver cara. Espero que volte a produzir as suas crônicas, que são show de bola, jovem. Abraço e Feliz 2011! Aguardo mais notícias. Valeu!

Pastor Lauro Cabral, muito obrigado. Desejo-lhe o mesmo. Siga em paz, amigo. Feliz 2011! Ricas bênçãos!

Gabriela Monteiro, muito obrigado! As bênçãos de Deus pra você e para os seus eu desejo também. Feliz 2011!

Adriana Luardamandala, fico muito feliz que tenha gostado do texto. Obrigado! Feliz 2011!

Bella, obrigado por seu carinho e atenção. Você é muito gentil. Obrigado, linda! Um grande abraço e um Feliz 2011!

Adriana Braga, que linda a sua sensibilidade. Fico feliz por ter alcançado as suas emoções. Achei lindo você compartilhar isso. Venha mais. Abraço e Feliz 2011!

Débora Layne, muito obrigado, linda! Feliz 2011!

Carlinha, muito obrigado! Um grande abraço! Feliz 2011!

Paloma, o conto é de minha autoria. Foram vivências que tive que me inspiraram nele. Mas fico muito feliz por ter remetido à lembrança o seu avô, linda. Um grande abraço e Feliz 2011!

Grotto do Grotesco, nada é fácil. Convenhamos, a humanidade é uma obra em andamento. Abraço e seja muito bem vindo. Feliz 2011!

Cleomilton Filho, é uma honra ter alcançado o campo de tuas reflexões com meu humilde conto. Obrigado por sua atenção e por partilhar aqui. Abraço e seja muito bem vindo, amigo. Feliz 2011!

FormadoresdeOpinião, obrigado por sua atenção. Fico feliz que tenha gostado. Um grande abraço e Feliz 2011!

Bianca (Umnovomundoestáparanascer...), sua opinião faz toda diferença. Eu invisto em minha carreira de escritor em cada letra que projeto. Não sei onde vou, mas eu escrevo. Seja onde for, eu irei escrevendo. Abraço linda, e honra minha ter um comentário tão doce e forte como este que fez. Sucesso para nós! Feliz 2011!

Inácia, muito obrigado por sua atenção e comentário. Abraço! Feliz 2011!

BernardoeCecilia, fico feliz que tenham gostado. Abraço! Feliz 2011!

Dominique Melo, obrigado! Você é muito gentil. Abraço, Feliz 2011!

Eliana Trevizani, precisamos ensinar as crianças a valorizar a sorte que possuem, e a consumir com moderação. Desculpe, mas eu para dicas sou uma lástima. [sorrio]. Abraço e Feliz 2011!

Anna Camila, que venha! Abraço! Feliz2011!

LoveToRestart, que bom que gostou! Obrigado por vir! Abraço!

Viviane, obrigado! Foi um prazer! Abraço e Feliz2011!

31 de dezembro de 2010 15:57  
Blogger friends disse...

linda a história ! volte sempre ! ;D

3 de janeiro de 2011 15:02  
Anonymous silvia santos disse...

Oi Jeph,
Adorei seu conto natalino, mas amei de paixão o CONSUMISMO, pois acho que o mundo seria muito melhor, se parassemos de dar valor a um monte de bugigas, que compramos apenas ``pra pissuir``
coomo diz uma velha amiga.
Já estou te persseguindo, amigo ...
bjs.
Silvia.

6 de janeiro de 2011 16:18  
Blogger Florisvaldo disse...

Olá! Curti muito o seu blog e esse conto, principalmente. É triste saber que o natal, uma data tão especial, nem sempre é um dia feliz para algumas pessoas. Gostei muito.
Além disso, valeu o comentário lá no meu blog. Eu estou apenas começando e, por isso, as únicas pessoas que o conhecem são a minha mãe e eu(snif snif). Agradeço muito.
Continue assim! Um abraço.

7 de janeiro de 2011 12:32  
Blogger Jefhcardoso disse...

Friends, obrigado! Voltarei sim. Grande abraço!

Silvia Santos, esta é uma questão para nos dedicarmos em pensar. Obrigado pela “perseguição”. [sorrio]. Grande abraço!

Florisvaldo, obrigado por sua atenção. E que seu blog se torne a cada dia mais conhecido, amigo. Grande abraço!

22 de janeiro de 2011 14:31  
Blogger Wills Williams disse...

eaew jefh...essis dia vc posto la no meu blogs,
essis dia nao ano passadu kkkk...tbm sou di itu..^^
eu parei di mecher no blog por um tempo...ai nem deu pra responder mais ja voltei..
flw abrasss....

13 de fevereiro de 2011 12:42  
Blogger Nyce Pinto. disse...

Olá meu amigo Jefh! Passou um ano...é Natal mais uma vez, e Jesus novamente quer renascer em cada coração, em cada lar... Daqui alguns dias estaremos comemorando o aniversário do maior modêlo que temos...nosso IRMÃO, AMIGO, MESTRE! Fiquei emocionada lendo...pensando nos tantos irmãos que se encontram em condições semelhantes, me pergunto sempre "que possso eu fazer"? Como agir, como ajudar? Saio daqui levando comigo, bem forte, o sentimento de solidariedade da "pequeninha que fugiu a regra"... Grande abraço amigo e que Jesus esteja no teu lar, abençoe tua família e te faça cada dia mais fraterno. FELIZ NATAL! FELIZ ANO NOVO!

20 de dezembro de 2011 17:09  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial