sábado, janeiro 16, 2010

A revolução que te criou,

Fez-me robô,

Produzo, corro, durmo pouco

Descanso remunerado. Pô!

Sadraque.

4 Comentários:

Blogger Virgínia Lupinni disse...

Vejo cenas semelhantes todos dias aqui na praia.
São heróis marcados pelo sol escaldante.

17 de janeiro de 2010 20:46  
Anonymous Mônica Chaves disse...

Olá Jefh, vim agradecer e retribuir a visita...
Obrigada pelos elogios, minhas mandalas, hoje, são o combustível que me fazem acreditar que minha caminhada vale a pena...

bjos de luz...
Mônica Chaves

19 de janeiro de 2010 05:55  
Anonymous Anônimo disse...

Dá para ver a sua disposição.
Uma hora é vendedor de óculos,roupas e sorvete,outra hora comerciante ufa!!!
O homem de mil e uma utilidades.
A principio,o q é Sadraque,sou professora e confesso nunca ter lido isso antes.
Beijos.

16 de março de 2010 17:56  
Blogger jefhcardoso disse...

Retirei o nome de uma passagem bíblica que muito me impressiona que é a que trata dos homens que são lançados em uma fornalha e saem ilesos (Sadraque, Mesaque e Abdinego; se não estiver esquecido agora) A passagem é do livro de Daniel. O nome ficou em minha mente. Isso sempre acontece comigo e um dia surge em forma de texto. Sem mais nem menos. (sorrio).

16 de março de 2010 18:02  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial