quarta-feira, janeiro 06, 2010

Meu Blog Minha Casa


*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Não venha zombar de minha casa,
Tampouco dizer que é uma casa muito engraçada,
Que não tem teto,
Que não tem nada.
É a casa de minhas idéias;
Seu teto é o topo da minha rudimentar caixa craniana.
E mesmo sem chão entra quem quer;
Não é necessário firmamento aos de alma alada.

Oras! Como pode dizer tais inverdades;
Que em minha casa não se pode dormir na rede por falta de paredes?
Aqui se forra a rede no ar e lança-se a sonhar;
Querendo deita-se em qualquer;
Mas minha casa tem sim belas paredes invisíveis,
Nascem do alicerce cravado no solo virtual.

Sim, admito que não haja pinico,
Mas há espaço para comentários,
E cada qual pode fazer à sua maneira,
Tenho recebido rosas,
Porém, se vier xixi ou qualquer coisa não os lançarei fora.

Verdade que fora construída com muito esmero,
Com isso devo concordar,
Contudo a rua dos bobos é a debaixo,
A nossa é a dos bufões, sábios, artistas, escritores, sonhadores e falastrões.


Estas linhas foram inspiradas na canção de Vinicius de Moraes “A Casa”.

16 Comentários:

Blogger Bia Monteiro disse...

Oiiiiiiiiiiiê...
Primeiramente passei pra agradecer
Pelo carinho em meu blog...
E em segundo, passei pra espiar... hehe
E vi qta coisa linda tem aki...
Esse post entaum... inspirador...
Gostei tanto da tua "casa" que resolvi ficar...
Posso?!... hehehe
Um excelente 2010 pra vc!
Bjo grande
=D

6 de janeiro de 2010 03:48  
Blogger jefhcardoso disse...

Seja muito bem vinda, Bia! Minha casa também é sua.
Abraço: Jefhcardoso.

6 de janeiro de 2010 05:20  
Blogger Prof. Adinalzir disse...

Olá!
Geralmente todo bom blogueiro tem no seu blog uma extensão da sua própria casa. E eles sempre postam uma resposta a quem comenta. Foi por isso que gostei do seu blog.

Adorei a inspiração do texto... Pode contar com mais esse morador.

Abraços, :-)

6 de janeiro de 2010 15:03  
Anonymous Anônimo disse...

Olá Jehf, tudo bem? Cara, desculpa a demora em responder, mas é que eu viajei para o interior, e cá estou até agora. Aqui fica difícil acessar a internet, quando dá!
Enfim, confesso que não consegui entender direito a sua proposta, mas estou disposto a ajudá-lo da maneira que eu puder
Daqui 5 dias estarei em casa(SP), com acesso ilimitado à internet, e livre de certas obrigações. Por favor, faça-ma a gentileza de me comunicar novamente sua proposta, e eu vou dar asas à ela com todo o carinho.
Mudando de assunto, adorei esse texto, muito tocante!
Abraços, e bom início, meio e fim de ano!

6 de janeiro de 2010 15:49  
Blogger jefhcardoso disse...

Prof. Adinalzir, sabe que é muito estimado nesta casa, não tenho ocultado isto. E a qualidade de seu trabalho no blog, reflexo de sua sabedoria e conhecimento, dispensa qualquer comentário. Muito me honra em poder chamar-lhe de amigo.
Abraço: Jefhcardoso.

6 de janeiro de 2010 16:15  
Blogger jefhcardoso disse...

Zehca, bom que veio amigo. Bom também que esteja curtindo sua temporada interiorana; faz bem variar os ares. Estarei aguardando você retornar a São Paulo e então lhe falarei com calma sobre o projeto de textos para os quadrinhos.
Desejo a você um 2010 de grandes vitórias.
Abraço: Jefhcardoso.

6 de janeiro de 2010 16:20  
Blogger Tati Rodrigues disse...

'não é necessário firmamento aos de alma alada'

concordo plenamente homem comum rs... belos versos, fostes feliz nos paralelos que traçastes...

bjs e até.

6 de janeiro de 2010 17:59  
Blogger jefhcardoso disse...

Tati, você? Que bom que veio. Obrigado!

6 de janeiro de 2010 18:02  
Blogger FHAZ NEW disse...

Grande poeta Cardoso

Obrigada vc é muito gentil.

Eu também sempre saio navegando de blog em blog,enche minha tela de alegria!

E sempre acho blogs bem interessantes como o seu.

Vejo que realmente vc gosta de escrever e tudo que a gente faz por que ama ,sempre faz bem feito. E é gostoso de ler,ver e visitar.Adorei!

Estarei sempre por aqui

Abs amigo

7 de janeiro de 2010 11:38  
Blogger Maria Caroline disse...

Oi!
Vim retribuir a visita q vc fez à minha "casa".
Desculpe pela brincadeira c receitas e artesanato... é que apesar de eu ser "menina" são duas coisas que definitivamente eu não sei fazer. Por isso escrevo. E talvez por isso eu seja tão ácida nos meus textos... heheehhe!
Puro despeito!
Volte sempre. Eu voltarei ao seu c certeza!

Abraço

Carol do Amenindades (q não tem nada de ameno..)

7 de janeiro de 2010 14:01  
Blogger Porpettinha disse...

Era uma casa muito engraçada não tinha teto não nada... Mas era feita com muito esmero...
Adorei o Post, quem desdenha quer comprar.
Um local muito bom, com letras idéias interessantes que se entrelaçam de forma única nos deixando viciados em leitura, quero mais e mais...
Obrigada pelo post no meu blog onde estava tentando coragem de publicar coisas pessoais.
Bom, hoje postei a primeira parte de conversando com meus botões. Obrigada pela
visita e seja sempre bem vindo!
Bjos

7 de janeiro de 2010 14:34  
Blogger Maria Clarinda disse...

obrigada pela tua visita ao meu sombras,...hoje vim retribuir a visita e dizer-te o quanto gostei de por aqui andar.Jhs

7 de janeiro de 2010 14:38  
Blogger Gô! disse...

Olá! PAssei para agradecer sua visita e experimentar um pouco seu blog também.

Achei super legal essa sua coisa de ir passando nos blogs! Sabia que a tecnologia mudou nos últimos meses e agora os blogs do proximo são "sugestões" que o google acha que você vai gostar? Antes caia naqueles escritos naquelas letrinhas estranhas e não dava coragem de ler.... HEheheheh Quer dizer, eu nem sei ler =P

Ah! Também não sei se é configurável ou não.

Sobre isso de casa, acho que não tenho o que comentar. Eu gosto de jardim quando tem um monte de ervas, todas onde elas nasceram, no meio das flores. Minha irmã gosta de jardim planejado, e sem nenhuma erva!

Então, cada um gosta de um tipo de casa.

Mil beijos e obrigada pelo carinho

7 de janeiro de 2010 17:01  
Anonymous Anônimo disse...

Olá, Jef Cardoso.

Obrigada pela visita e comentário.
Estou passando para lhe dizer que doravante o estarei acompanhando.
Seus textos são muito interessantes, além do que, você possui criatividade e originalidade.
Acho que também devo acrescentar sensibilidade.
Todo escritor, poeta, sabe bem o significado da palavra sonhar, que nada mais é do que a arte de fazer com que suas palavras se transformem em algo especial tanto para si, quanto para seus leitores, pois não raro, é capaz de levar um pouco de magia e encantamento aos corações aflitos, ávidos por afeto e também ser capaz de recebê-lo.
E é nesta troca de energias, que o mundo gira e faz com que a gente o acompanhe, encontre amigos inusitados, que fazem com que renovemos nossa fé e esperanças por um mundo melhor, mais terno e harmonioso, mesmo em sonhos.
Que nossa amizade aos poucos se fortalece

Beijos afetuosos

7 de janeiro de 2010 18:00  
Blogger Geyme disse...

Ahhh está aqui o blog que li primeiramente, estamos com dois blogs, nao??? Olha, dei uma lida nos seus textos, vc parece o tipo de escritor sensível, um cara humilde que sabe fazer uso das palavras!! Deixo aqui minhas felicitacoes!!!!! Saudacoes literárias e um abracao!!! PS: Nao tenho os símbolos de acento no meu teclado pq uso uma configuracao alema, sorry!!!!!!

8 de janeiro de 2010 04:59  
Blogger Sandra disse...

Oi, td bm?
claro q me lembro...obrigada pelo carinho, gosto de vc!

ah, eu não sei de quem é o poema, achei na net.

beijos doce

:)

9 de janeiro de 2010 08:38  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial