Amigos

sexta-feira, outubro 02, 2009

Cartas a Tás (49 de 60) Por que não nós, Dão?

Ituverava, 04 de outubro de 2009.
Tás, acho que cada qual deve ser o que é, e pronto. Sei que assim como eu, você que é cidadão aqui da terrinha, sentiu uma mordida de inveja ao ver que o Rio se Candidatou e venceu Madri, após Chicago e Tóquio serem eliminadas na primeira rodada de votação.
Esta decisão tornou a Cidade Maravilhosa em primeira cidade sul-americana a sediar uma Olimpíada em toda história.
Tudo bem que a campanha do Rio contou com o ilustre apoio de Lula, e Pelé, como dupla de ataque, mas nenhum dos dois é carioca, um é pernambucano natural de Caetés, na ocasião distrito de Garanhuns e o outro, como todos bem sabem, é mineiro “Tricardiaco”.
Por que não apoiariam uma candidatura ituveravense? Por que não? Afinal somos uma potência agrícola, temos altos índices de qualidade de vida e ficamos a um pulinho de 400 km de São Paulo, 100 km de Ribeirão Preto, uns 90 de Franca e pertim de Beraba também, uai. Lembrando que todas as cidades supracitadas possuem boas rodovias que nos levam até elas. Temos um campo de pouso para aeronaves e o céu para voar. Temos o Rio do Carmo e Praia Grande é logo ali. Temos linha férrea. Temos diversos campos e quadras esportivas, temos espaço para construir uma imensa cidade moderna e o investimento para transformas Ituverava em uma cidade moderna, digna de causar inveja nas maiores do mundo, certamente, não seria maior que os que serão realizados na Cidade Maravilhosa.
Não quero parecer rabugento, retrogrado, anti-progressista, nem tampouco posar de palatino da moral. Mas gente; uai, o Rio?
Não é por lá que as balas andam perdidas?
Não é ali que o crime acua a autoridade?
Não é naquela instância que os jornais conseguem a maioria de suas pautas com notícias hediondas? Sim, eu disse noticias e não crimes. Porque tem notícia que francamente...
Bem, eu disse que não queria ser o chato a tacar a primeira pedra na comovente vitória de nossa cidade “maravilhosa”. Fato que, diga-se, levou o presidente ao choro copioso, a abundância lacrimal, a comoção.
No entanto não seria sincero de minha parte apenas alegrar-me. Afinal; onde colocaremos os nossos traficantes e suas balinhas mágicas, capazes de mudar em uma fração de segundo a vida de um trabalhador, estudante, atléta?
Concorda comigo, meu velho?

2 comentários:

  1. Nossa ficou show , parabéns você retrata esse ponto de vista muito bem . suas palavras retratam a realidade do que acontece.
    você esta de parabéns ótimo seu blogger.
    que DEUS lhe ilumine e que lhe der muito mais sabedoria a cada dia ,pois só ele pode te dar este dom maravilhoso .
    fica na paz do SENHOR JESUS...
    ass:willian(líder grupo abta)

    ResponderExcluir
  2. Willian, muito obrigado por suas generosas palavras, amigo! Um grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails