domingo, março 25, 2012

RIDE THE LIGHTNING

A vida dele nunca foi fácil. Gostava de rock. Era o estilo que transformava a opressão que sofria em energia pra reagir, saltar, dar cabeçadas e socos no ar. E essa era toda sua rebeldia. Sem álcool, sem drogas, sem dinheiro, sem convites para festas e lugares.

O rock lhe salvava de qualquer violência sofrida ou melancolia oportunista. Em sua mente compunha contos fabulosos onde sob a violência dos acordes tornava-se um herói de si mesmo, seu próprio defensor. Não entendia piorra nenhuma do inglês gritado pelos americanos. Fora algum refrão, tudo era um emaranhado ininteligível, uma gritaria enfurecida, uma extravagância charmosa e sedutora. Gostar de rock, para ele, e para alguns, era ser ferrado na vida com estilo.

Um dia foi espancado violentamente. Levou tantos socos na cabeça que por fim já não os sentia. Não havia a quem apelar. E quem poderia lhe ajudar se acovardava. Após a surra, após a saraivada de golpes sobre sua caixa craniana, a entidade monstruosa fartara-se em desferir pancadas, tinha as mãos inchadas pelo impacto, precisava descansar. Foi então que ele teve um momento de trégua. Com um curto circuito labiríntico, com a cabeça dando pau, arrastou-se pelo corredor inteiro até o quarto. Fechou a porta, trancou-se. Estava a salvo. Aquela porta não cairia naquele dia. Ao menos ele assim cria. Ergueu o som sem se importar com a mão determinada (mesmo inchada) que agora veio deitar murros na porta de seu quarto. Que esmurrasse a porta. Nada mais importava. Quando a dignidade fica em um canto do corredor, é hora de juntar os cacos. Já estava em posse do antídoto para aquele veneno todo, era só aumentar o volume. E no mais, antes murros na porta do que em sua cabeça.

Who made you God to say
"I'll take your life from you!!" (Metallica)

43 Comentários:

Blogger Araúja Kodomo disse...

Muito bom ;) *

25 de março de 2012 13:28  
Blogger JAN disse...

Oi Jefh!
De fato, melhor murros na porta do que na minha cabeça.

Mas... Ai, que dor que senti agora!

Beijo Jan

25 de março de 2012 15:46  
Blogger Solange disse...

coloco o som sempre no último volume Jefh..
principalmente quando a minha porta está aberta.

bjs.Sol



saudade..passa lá...bjoo

25 de março de 2012 16:33  
Blogger Thays Barros disse...

Nossa , você se espessa muito bem amei o seu blogg ,

26 de março de 2012 03:51  
Blogger Eterno Amor disse...

me segue ae Jeferson http://www.ellenamoreterno.blogspot

26 de março de 2012 05:54  
Blogger Lane disse...

Pelo visto gosta muito de rock

Obrigada pela visita e pelo comentário. Espero que tenha escolhido a sua preferida

26 de março de 2012 06:33  
Blogger Rafael Castellar das Neves disse...

É isso aí Jefhão...tem horas que tem que parar tudo e recomeçar continuando....Rock is not dead!!

[]s

26 de março de 2012 06:47  
Blogger Feer disse...

Muito lindo o blog ! Bem criativo , adorei o post !

26 de março de 2012 07:06  
Blogger Fábia disse...

heheh... Adorei :D
xehoooo!!!

26 de março de 2012 11:23  
Blogger Isabella Gregory disse...

Muito bom seu texto.

O primeiro parágrafo me descreve com uns 13 anos.
Hoje não curto rock como antes mas, como diz meu marido,
Metallica acalma.

Li outros posts, gostei muito, irei sempre.

Quando der, passa lá: http://isabellagregory.blogspot.com.br/
Não posto tão frequentemente, mas comecei a escrever pelo mesmo motivo que você e também tenho tido bons resultados.

26 de março de 2012 12:16  
Blogger Janaína Pupo disse...

Caramba, que muito bom isto!
Boa semana, meu querido amigo.

26 de março de 2012 12:52  
Blogger Carolina Carvalho disse...

Música cura.
Metallica é uma das minhas bandas preferidas.
Adorei o texto!
Nina
http://carolina-carvalho.blogspot.com.br/

27 de março de 2012 06:02  
Anonymous Valéria disse...

O rock para mim, sempre foi minha liberdade de expressão, é onde encontro forças, me identifico, é minha identidade.
=)

27 de março de 2012 06:41  
Blogger Juliana Vicente disse...

Que texto forte. Terminei de ler com o coração pesado de saber que isso realmente acontece.

Beijos

27 de março de 2012 06:47  
Blogger Marcelo Mattos disse...

Obrigado pela visita!

Seu texto tem muito a ver comigo lá pelos meus 16 anos... graças a Deus só com relação ao gosto pelo rock a todo volume... pancadas na cabeça NUNCA!!! Meu pai não curtia mas nunca implicou.

Sucesso! Sempre que puder, volta pra me visitar http://eradapaz.blogspot.com.br/

Grande abraço!

28 de março de 2012 00:23  
Blogger Edilene Amaral disse...

Pois é Jefh, seria melhor o camarada dar a cabeça pelada para correr o risco de alguns socos a ter que se explicar sobre a amizade com Carlinhos Cachoeira rs rs
Grata por sua visita e seu comentátio.
Tenha um lindo dia!

28 de março de 2012 02:56  
Blogger Shi disse...

Parabens pelo texto, bem emocionante, siga em frente vc , com certeza foi abençoado com esse dom
Abçs
Shi

28 de março de 2012 04:04  
Blogger Maari :) disse...

Confesso que fiquei surpresa com a sua visita, mas valeu a pena, precisava mesmo me lembrar que um dia Metallica também foi minha válvula de escape, por qualquer motivo. Estou ouvindo agora mesmo, rs. Obrigada!

www.proibidotirarbife.blogspot.com.br

28 de março de 2012 05:48  
Blogger Make me Mucci disse...

Muito legal seu Blog, gostei =)
Obrigado por comentar no meu =)

By: Juliana Mucci

http://makememucci.blogspot.com.br/

28 de março de 2012 05:55  
Blogger Luiza Siqueira disse...

Me fez lembrar uma pessoa, rs...
Pessoalmente falando, música, independente do estilo, traz uma sensação de libertação naqueles dias que tudo que você quer é ficar em companhia de si mesmo e entrar em contato com recanto mais profundo e misterioso da alma.
Gostei do seu blog. Seguindo ;)
Beijo

28 de março de 2012 12:00  
Blogger Aline Canela disse...

Parabéns pelo seu Blog! Gostei muito :)
E obrigada por comentar no meu.

http://supermercadosqueirozapodi.blogspot.com

29 de março de 2012 04:03  
Blogger Feito a mão disse...

interessante...

29 de março de 2012 04:14  
Anonymous Alice disse...

Oii Jeferson gostei do seeu Blog!
Briigadu por ter curiado o meu!
Fica com Deus Beiijos!

29 de março de 2012 06:45  
Blogger kittymoz disse...

Rock on! Muitas das vezes só o Rock salva! Ele é o caminho...rs.
Curti isso aq. Tô te seguindo.

abs!

kittymoz

:-D

29 de março de 2012 06:49  
Blogger Valéria Brigante disse...

Gostei da forma que você se expressa. Deixa claro o que está querendo dizer. Parabéns. Bj

29 de março de 2012 08:09  
Blogger gaby disse...

valeu jeferson,muito bom

bjs

29 de março de 2012 10:22  
Blogger Elisabeth disse...

Ás vezes só resta mesmo juntar os cacos e aumentar o volume, enquanto a fúria alheia não passa ou mesmo a fúria interna. Ótima semana! Muito bom seu texto!

29 de março de 2012 11:28  
Blogger Sandra disse...

Olá!!gostei do seu blog.Estou seguindo ele.Bastante interssante.Obrigada pela a visita no meu blog criancascedec.Um abraço

29 de março de 2012 12:57  
Blogger Miriam Montibeller disse...

Sensacional esse texto. Incrível como vc conseguiu escrever tantos sentimentos (implícitos) em tão poucas palavras. Me parece que a vida "dele" não foi fácil mesmo, mas tenho certeza que ele deu a volta por cima. Explêndido!

30 de março de 2012 05:21  
Blogger Miriam Montibeller disse...

Ah, vou publicar no meu blog, depois espia lá. Abraço!

30 de março de 2012 05:22  
Blogger Aquele Poema disse...

Olá Jeferson gostei do teu blog!!!! Parabéns você se expressa muito bem. A escrita é uma arte que precisamos aprimorar a cada dia. Obrigada por visitar http://aquele-poema.blogspot.com.br/ . O blog é recente ainda não tem um mês de "vida" Foi criado em sala de aula de EJA - Educação de Jovens e adultos e o objetivo é a inclusão digital a partir do mundo fantástico dos poemas. Visite-nos mais vezes, sugira outros poemas seja um seguidor.
Abraços Poéticos!

30 de março de 2012 06:53  
Blogger Dra. Ju Poppi disse...

Jeferson, Parabéns pelo Blog, gostei muito do texto. Estou inicando essa fase de blog e confesso que tenho gostado bastante. Obrigado pelo comentário, espero poder contribuir um pouco para a vida de todos! Vou continuar acompanhando os seus textos!
Abraço!

30 de março de 2012 10:47  
Blogger Pri Couri disse...

Olá!!!
Muito obrigada pela visita!!!
Adorei o blog e já estou seguindo!!

Beijos

31 de março de 2012 04:41  
Blogger Flor de Ana disse...

Quando a dignidade fica em um canto do corredor, é hora de juntar os cacos. Metallica é muito bão, gostei parabéns *-*

31 de março de 2012 05:10  
Blogger josi disse...

Oi Jefferson,tudo bem??
Vc deixou um comentário no meu Blog e deixou o linck do seu.Agradeço pois ñ conhecia,e,adorei.Parabéns.

31 de março de 2012 05:33  
Anonymous Anônimo disse...

Primeiramente, obrigada pela visita ao Salainen Seremonia.
Que texto belo, guri. "A realidade nua e crua", diriam. São coisas inexplicáveis assim que acontecem com muita frequência. Eu nunca tive problemas nesse ponto, meus pais sempre que apoiaram em praticamente qualquer coisa, mesmo que o restante da família me ache estranha e sem futuro.
A surra que levei não foi no corredor, e sim no meio da rua, mas assim como seu personagem, o antídoto melhor de todos sempre foi o poder da música.
Continuarei a visitar teu blog.
Até.♥

31 de março de 2012 06:31  
Blogger Aline Galdino disse...

Retribuindo a visitinha!
Adorei o texto. Gosto das traduções!
Muito obrigada!
Estou te seguindo!
Siga-me e curta meu Blog tb!!
http://alinegaldinopsi.blogspot.com.br/

31 de março de 2012 06:46  
Blogger Mi disse...

Olá Jeferson...
Obrigada pela visita aO M[eu],volte sempre... *_*
Muito bom seu blog, estou seguindo...

Ótimo fds pra vc tbm!

31 de março de 2012 09:30  
Blogger socorro moreira disse...

Valeu a pena o recadinho. Blog muito interessante!
Parabéns!

Abs

Socorro Moreira

31 de março de 2012 12:09  
Blogger Denize Muller disse...

excelente texto. Grata pela visita ao meu blog quase falecido e pela oportunidade de conhecer sua escrita bjs

5 de abril de 2012 04:54  
Blogger karina Pires disse...

Parabéns!! Belo blog

12 de abril de 2012 09:05  
Blogger Procurando minha galera. disse...

Parabéns! Beijos sinceros.
Dulce

29 de abril de 2012 11:08  
Anonymous Anônimo disse...

\o/
mtoo massa *--*

1 de maio de 2012 10:37  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial