domingo, outubro 02, 2011

UM DIA COMUM

Tudo pronto. Você pisa na rua e seu papel está sendo desempenhado publicamente. Talvez você não pense assim e ache-se o mesmo dentro ou fora de seu ambiente mais restrito, sua casa, mas é hipocrisia do pensamento afirmar isso, tampouco você é obrigado a refletir sobre essa questão. Pessoas do ramo já refletiram e refletem de mais sobre todas as questões questionáveis. Cidadãos comuns não precisam ser filósofos para conquistar o sustento. Sócrates pensava muito. Dizem que, certa ocasião, em Potidéia, ele teria permanecido imóvel, absorto em seus pensamentos, durante vinte e quatro horas, tudo diante da estupefação dos colegas soldados numa campanha militar. Mas Sócrates, além de soldado dos bons, foi um filosofo dos melhores. Você não é um Sócrates, pode levar sua vida sem se ocupar tanto em pensar, pensar, pensar.


Voltando ao assunto, convenhamos: ninguém é o mesmo dentro e fora de seu ambiente doméstico, seu lar. Assumimos um personagem assim que colocamos os pés para fora de casa, e abandonamos o outro personagem, e claro que, um leva em si partes e influencias do outro. Esse que “vai” é o ser social, e não o ser íntimo que “ficou”. Se fosse o contrário, apenas um exemplo básico: banheiros e quartos seriam comunitários, um para cada quarteirão. Imagine você dormindo com o quarteirão inteiro em um tatame, e na hora de defecar trocando informações sobre a vida alheia com o vizinho de vaso. Imaginou? Eu nem quis imaginar uma coisa tão bizarra, desculpe, não sou muito imaginativo.


Trabalhadores partem para desempenhar as mais variadas funções, nos mais variados locais, em suas mais variadas condições e pensamentos. Você viu um pouco de cidade e adentrou à empresa em que trabalha. A empresa, antes de existir, foi o sonho de alguém. Dom Quixote imaginou e empreendeu uma grande empresa. Queria ser o último dos cavaleiros andantes, queria salvar princesas, enfrentar dragões, promover a justiça. Para tanto, recrutou Sancho Pança. Eram nobres os ideais daquele velho lunático. A empresa na qual você atua, e não por acaso é usado o termo ‘atuar’ para designar o exercício de função, também começou do sonho de algum sonhador. Alguém que não apenas sonhou, mas empreendeu em uma direção, por um objetivo. Cada um cumpre seu papel. Não é Dom Quixote quem atua como Sancho Pança, nem o contrário.


Farei uma afirmação, de certa forma, irresponsável. Você pode até discordar e rebater no espaço aqui destinado aos comentários, não me ofenderei de modo algum. O texto não é pessoal. Mas quero me atrever a dizer que acredito que, você é o seu sonho. Ou seja, seu papel, o qual você desempenha, é seu personagem no palco da vida, e a maneira como você o faz é sua marca pessoal. Observe o dia comum. Faça um blog. Diga ‘bom dia!’. Sorria. Seja. Pense. O dia comum foi feito para atuarmos. René Descartes já dizia a frase que se tornou um hit através de tempos e gerações: “Eu penso, logo existo”.


Obs. Esta postagem inaugura a sessão de postagens comemorativas do terceiro ano deste blog, a completar-se no dia 01.01.12, e também a adesão de mais de 3500 generosas pessoas que me apóiam nesta empresa [sorrio]. Será uma série de singelas postagens onde pretendo revelar peculiaridades dos dias comuns de um homem comum vivendo uma vida comum.


Peço o seu voto para este blog no Top Blog 2011. Caso queira, clique no selo logo abaixo do meu perfil e vote.


A arte gráfica ilustrativa é de Davi Santarosa, meu filho de onze anos.

50 Comentários:

Anonymous JAN disse...

JEFH,ÓI EU AQUI TRAVEIS.
QUERO DIZER QUE SER DF NÃO FAZ NENHUM FILÓSOFO... MAS TEMOS QUE PENSAR MUITO, POIS NÃO PODEMOS ANDAR PELA RUA;-)
OBS: "PENSO,LOGO EXISTO!"

AINDA QUE VC ENTENDE O OUTRO LADO.

JAN

2 de outubro de 2011 16:20  
Blogger Nyce Pinto. disse...

Boa noite amigo! Depois de passar o dia entre livros, peças teatrais, musicais e muitos encontros, abraços... Na 14ª Feira do Livro de Bagé...Entro na tua casa, onde sempre sou recebida com "pétalas de flores"...Para minha felicidade ser ainda maior, encontro nova mensagem... Li com atenção, quem sabe encontro algo para discordar (sorrio), criticar (como?), mas só tenho a dizer que concordo com tudo que está escrito...estamos neste palco da vida...atuando cada minuto e vivênciando cada nova experiência com entusiasmo, com garra... Várias personagens dentro de um único ser...Parabéns querido amigo, pelos 3 anos e por todos esses seguidores que você conquistou, você merece!!!

2 de outubro de 2011 17:26  
Anonymous Luzinete Rocha disse...

Diga ‘bom dia!’. Sorria.Li e Reli,e gostei.Sábia que um bom Sorriso desintoxica,alivia estresse:Uma boa gargalhada tem o mesmo efeito de três quilõmetros de caminhada.
***Charles Chaplin***
A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

2 de outubro de 2011 18:26  
Blogger ana costa disse...

(estou à cinco minutos olhando para o espaço em branco das mengs, pensando o que dizer...)
Acho que vou comentar analisando-me...
Adoro teatro, gosto muito de representar... sou uma pessoa a quem a vida tornou triste...
Quando saio de casa a primeira coisa que faço: ponho o meu melhor sorriso, quando chego junto dos colegas: dou a minha habitual gargalhada.
Perguntam se sou falsa? não, não sou.
Simplesmente vivo em cima de um palco, que é o palco da vida, e as pessoas pagam para ir ao teatro para rir, não para ver caras tristes...
Quando a peça acaba e entro em casa?
Retiro as pinturas e dispo o fato...
Parabéns por este lindo trabalho!
Beijo e boa semana

3 de outubro de 2011 01:08  
Blogger Ana Moura disse...

Olá Jeferson

Interessante seu post ,tambem acho que vivemos em um palco em que não somente um, mas vários personagens nos revestem, variam de acordo com o ambiente (casa,trabalho,igreja...).
Abraços tambem desejo um ótimo mes e Outubro pra você.

3 de outubro de 2011 07:00  
Blogger Wilma Rosa disse...

Nossa.. Jeferson, que perfeito!
Ainda bem que reativei minha vidinha blogueira (rs)
Parabéns pelo blog.. ao seu filho também (amado)
Estarei sempre por aqui...
Obrigada pelo carinho. Adorei mesmo suas palavras.
Ótima semana.
Um abraço bem apertado ;)

3 de outubro de 2011 07:53  
Blogger Lingerie Juliana Oliveira disse...

Olá Jeferson vim retribuir a visita lá no http://apaixonadasporlingerie.blogspot.com/, agradecer pelo comentário e por nos apresentar seu blog e aproveito também para parabeniza-lo pois este espaço esta show.

3 de outubro de 2011 07:57  
Blogger Danielle Oliveira! disse...

" Gostaria de te desejar tantas coisas. Mas nada seria suficiente. Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes. E que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua felicidade!” C.D.A.

Ótimo Outubro!! Beijinhos Doces!

3 de outubro de 2011 12:02  
Blogger Janaína Pupo disse...

Você como sempre, dando um show com as palavras.
Beijos querido

3 de outubro de 2011 12:17  
Blogger Gilda Maria disse...

Ótimos suas postagens! Parabéns pelo blog!Legal, ter tantos seguidores!Abraços.

3 de outubro de 2011 17:29  
Blogger Cida Londe disse...

BOM DIA JEFERSON!!!
Que bom que existem blogueiros viajantes, e você certamente é sempre bem vindo... uma simpatia de pessoa, enfim uma pessoa "comum".
Lindo texto! Realmente não precisamos ser Sócrates, Dom Quixote e por aí vai, para sermos heróis, pois, já nascemos heróis.
Todos somos heróis, dentro de nosso contexto de vida. Somos heróis para nós mesmos, para os outros... nossas atitudes que o digam.
Nesse mundo tão tecnológico, tão frio, onde está-se cada vez mais difícil ser "comum", sermos quem realmente somos, valorizando o simples; eu creio que o simples é que é belo, é sincero... é simples.
Estamos na ribalta!
Deixo aqui um pensamento poema de Ana Carolina Moreno Manzani, que encontrei em minhas viagens ...
"Não importa quantas "metamorfoses ambulantes"
minha vida sofra,minha alma será sempre a mesma.
Essa é a maior dádiva:
deixar-se renovar sem perder a raiz,
aquilo que você realmente é."
Um abraço carinhoso, fique sempre com Deus!!!
Cida Londe

4 de outubro de 2011 04:59  
Anonymous Sueli disse...

Bom Dia!
Obrigada pela visita!
Pergunto: O que é um "DIA COMUM"?
Pra mim cada amanhecer é um NOVO DIA...as vezes surpreendentes, felizes, tristes, decepcionantes,nenhum dia tem sido igual ao outro...
Bjus

4 de outubro de 2011 05:49  
Blogger Edinir-Croche disse...

Oi amigo,
vim agradecer a sua visita e ja me tornei
seguidora do seu blog.
Temos em comum a escrita e a leitura
Deus o abençoe em todos os seus passos
Jesus ti ama e eu tambem ti amo em Cristo Jesus
Um abraço da amiga
Edinir-Croche
crochê simplesmente crochê

4 de outubro de 2011 06:27  
Anonymous Anônimo disse...

Ola estou retribuindo a visita não passei antes pois estou sem tempo. Parabéns vai muito bem com as palvras gostei da qui, sempre que puder passarei beijoos ♥

4 de outubro de 2011 12:29  
Blogger Mada Aveiro disse...

Olá Amigo obrigada pela sua visita ao Angelica Meu Jeiro de Ser.Vim retribuir a visita!Parabéns pela página.

4 de outubro de 2011 13:22  
Blogger Mada Aveiro disse...

Abraços

4 de outubro de 2011 13:23  
Blogger Telma R Barbieri disse...

OLÁ JEFH,LI SEU ARTIGO E CONCORDO PLENAMENTE COM O FATO DE SERMOS DIFERENTES NA RUA DO QUE SOMOS DENTRO DO NOSSO ESPAÇO INTIMO,TB CONCORDO COM O FATO DE FAZERMOS ACONTECER,ATUAR NO PALCO DA VIDA,APENAS ACHO NAO SER PRECISO FILOSOFAR MAS TER ALGUNS MOMENTOS RESERVADOS PARA REFLETIR É PRIMORDIAL PARA ATITUDES COERENTES.PARABÉNS PELO ARTIGO,UM GDE BEIJO!

4 de outubro de 2011 14:14  
Anonymous Anônimo disse...

Oi Jefh,

Cá estou para dizer o que é para mim um dia comum, obrigada pelo convite!

Um dia comum é capaz de nos fazer trocar de "máscara" várias vezes, não que queiramos nos fantasiar ou esconder (às vezes até que sim), somos obrigados a isso. Convenções e regras de comportamento nos permeia, precisamos nos adaptar à situações, a lugares e atividades que vivenciamos ao longo do dia e isso fazemos com a maestria dos que aprenderam que sobrevivência e adaptação exige encenação.

Ah! Postei a frase que você deixou no comentário em meu TT, achei ótima.Obrigada pela generosidade do comentário.

Abraço de navegante pra navegante

" Navegar é preciso...viver..."

4 de outubro de 2011 14:39  
Blogger Nildecora disse...

Oi muito obrigada por sua visita.
gosto muito como você escreve parabéns.escrevo para você um dia comum
UM DIA COMUM É ACORDAR AS 5 DA MANHÃ E OUVIR OS PASSARINHOS EM SUA JANELA É TENTAR VIAR PARA O LADO QUERENDO TODOS OS MINUTOS DE SONO POSSIVEIS QUE TE RESTA...É ABRIR OS OLHOS E NADA VER POR QUE ESTAIS SOZINHO...LEVANTAR...TOMAR BANHO...COMER SEU CAFÉ DA MANHÃ SOZINHA E SONHAR QUE UM DIA TUDO ISSO SERA DIFERENTE...A VIDA SOMENTE E COMUM PARA OS QUE NÃO SABEM SONHAR BJS
NILDECORA

4 de outubro de 2011 16:31  
Blogger Gilda Maria disse...

Oi, Jefh, obrigada pela sua visita!Aqui onde moro os dias são quase sempre iguais, pois a cidade é muito pequena,os dias são comuns, mas gosto de movimentos, conforme vc diz, estou sempre atuando em alguma coisa, viajando, buscando coisas diferentes, ajudando, conversando...E aí nem vejo o tempo que passa tão rápido,quando dou por mim, o dia já acabou.Abraços.

5 de outubro de 2011 09:59  
Blogger SORHAIA*; disse...

ooi como prometido fiz uma visita ao seu blog , adorei o comentario na meu blog , estou seguindo o seu ganhou uma fã , se puder siga o meu tb ficarei feliz .. espero que tenha gostado do http://sorhaiacomvc.blogspot.com/

Beijos e uma otima quarta feiraa ( Sorhaia Brito )

5 de outubro de 2011 11:39  
Blogger Vanusa Babaçu disse...

Um dia comum, eu ainda não experimentei. Cada dia para mim tem tantos episodios às vezes eu os construos, por vezes eles se descortinam além de mim, e eu os vivo.
Como saberia sobre um dia comum?

Adorei tua visita ao meu blogger, que penso muitas vezes que ele é só meu, como o diário da minha adolescência. Portanto, um comentário desse porte me faz acordar e perceber que eu não estou só. E agora, tô cá pensando sobre: Um dia comum.

abraços de palmeira

Segue lá o meu blogger, vou gostar muito.

5 de outubro de 2011 14:48  
Anonymous Kely disse...

Oi, caro colega....Adorei a mensagem.Obrigada pela inspiração...Tudo de bom para você. Fique com DEUS. E continue escrevendo. Kely

5 de outubro de 2011 20:07  
Blogger Enigma disse...

Olá Jeferson,

Obrigada por sua visita e convite: ))) Um dia comum na minha opinião, não existe. Eu preciso agradecer a Deus por mais um dia de vida, nada comum... por quê? Porque eu vejo um milagre acontecer todos os dias quando todos os que eu amo acordam para viver esse mesmo dia, bem pertinho de mim. Quanto a sermos personagens, eu não sei quanto aos outros, mas na minha concepção, intimidade e necessidade fisiológica, não tem nada haver com carater. Eu só tenho uma cara, eu posso até fazer uma certa careta na hora de fazer xixi, ou cocô, mas continuo sendo eu. Ahah! Escrevi porque você tocou no assunto: ))) Rsrs! É o que penso, eu tenho uma amiguinha chamada Any, ela tem apenas 15 anos e vai morrer porque está com câncer, os médicos disseram que os seus dias estão contados. Deus pode fazer um milagre na vida da Any, e quem sabe, ela um dia também possa escrever sobre um dia comum, ou dias de vida e milagre! Um beijo meu anjinho, fica com papai do céu. Parabéns pelos 3 anos de blog e os seguidores do mesmo. Gostei muito daqui. Kiss!! Kiss!!

6 de outubro de 2011 13:06  
Anonymous Larissa disse...

Olá Jeferson, aqui é a wanessa potter e o Marvin, do MarvinCode. Obrigada pela sua visita e seu comentário, parabéns pelos seus textos. Um dia comum para mim é um dia cinza, com lagrimas nos olhos e aperto no peito. a vida não é uma caixa de areia, na qual podemos construir nosso castelo da forma que bem quisermos. Nao podemos salvar quem amamos nem matar quem odiamos. Ainda assim, a vida é uma benção. Por mais que cada dia seja cinza, um dia o sol pode se abrir. Esperamos sua visita novamente. Um abraço.

6 de outubro de 2011 17:07  
Blogger Daniela disse...

Oi Jeferson!!!
Bom dia!!!

Vi seu comentário no meu cantinho e vim aqui conhecer o seu!! Claro também vim responder ao seu convite em lhe dizer o que para mim é um dia comum...
Meus dias comuns de hoje não são mais como já foram um dia...
Já tive dias comuns trabalhando em um restaurante meio periodo e fazendo nutrição
na outra parte do dia, tive dias comuns fazendo faculdade de direito e trabalhando em escritorios fechados, alguns até bem arejados..rss já tive dias comuns trabalhando em dois empregos e carregando uma barriga enorme andava de lá pra cá para construir um futuro melhor para um novo ser que logo chegaria... cabecinha cheia de sonhos apesar de não ter mais 20 anos de idade...
Mas quando meu segundo filho nasceu decidi não mais viver em busca de meu futuro e viver o meu presente, larguei meus dois empregos, mudei de casa, de cidade, de marido, mudei de vida...
Quis assim ter cada dia comum mais especial, cuidando de plantas, casa, crianças e tudo mais que esse "novo velho" mundo tem a oferecer...
Por hoje tenhos sonhos diferentes que em outros tempos poderiam ser loucura para mim.
Dias calmos, casa limpinha, cheiro de bolo quente, barulho de criança no quintal, maquina de costura trabalhando... são para mim dias felizes e comuns...
Assim desejo a você um dia comum muito especial!!

7 de outubro de 2011 05:53  
Blogger Nadja Webber disse...

Oi Jeferson, bom dia! Adorei seu blog, to seguindo ja.
Se puder passa la no meu tb:
http://csdemulher.blogspot.com/
bjo
Nadja

7 de outubro de 2011 06:03  
Blogger Roberta disse...

Oi Moço!
Tem uma frase da Clarice Lispector que é uma forma de mantra pra mim. E me esforço pra pratica-lo todos os dias comuns e incomuns!

"Renda-se, como eu me rendi.
Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."

Eu simplesmente vivo!

grata!
Roberta

7 de outubro de 2011 06:52  
Blogger Rafael Castellar das Neves disse...

Concordo, Jefhão!

Por mais que tentemos evitar, temos que desempenhar diversos papéis durante os nossos dias. É difícil, mas entre eles mantemos o nosso verdadeiro caráter, nossos reais valores (se ainda existirem). E acho que esta definição sua, de ser o que sonhamos, vem de encontro e completa este sentido. Acredito que sonhos são para ser vividos, e isso nos define, o que queremos viver e concretizar, nos define...mas, acima de tudo, nossos métodos nos definem...

Gostei!!!

Abraço meu amigo!

7 de outubro de 2011 07:59  
Blogger Juliana Luz disse...

O dia comum para mim:
É simples.
Tudo se move,mas sem grandes impactos.
Não que seja um dia qualquer,ou,sem graça.Apenas comum

7 de outubro de 2011 08:06  
Blogger apaixao-desconceito disse...

O dia comum foi feito para atuarmos.gostei muito, me trouxe uma sensação agradável e concordei em muito :]

7 de outubro de 2011 09:07  
Blogger ROCHETTE disse...

obrigada por sua visita la sempre terá receitas faceis que até vc conseguirá fazer viu nunca duvida da sua capacidade e seja sempre bem vindo estouno face book tbm rosangelamarchette ok lindo fim de semana.Adorei o que escreveu parabens

7 de outubro de 2011 09:45  
Blogger manu disse...

Olá jefh, muito obrigado por visitar meu blog.
Não sei se você percebeu mais não tenho muitos seguidores,(risos),talvez as pessoas, não tenham tempo para apreciar as coisas bonitas do dia-á-dia. Mais isso não me incômoda, eu tenho outro blog de receitas, se tiver um tempo da uma olhada tá. Abraços, fica com Deus.(ladyameliakitchen.blogspot.com)

7 de outubro de 2011 15:17  
Blogger Simoninha disse...

Olá, obrigada pela visita ao meu blog, andei lendo o seu e achei interessante. Muito bem escrito. Beijos
http://baudebatom.blogspot.com

7 de outubro de 2011 18:07  
Blogger ... disse...

A vida é realmente um palco, onte nos fazemos de atores principais para nós mesmos, e coadjuvantes aos outros! Penso que neste sentido aumenta mais ainda minha responsabilidade em ser uma pessoa agente da transformação social, pois ora eu vivo a história, ora eu posso estar mudando!
Obrigada por proporcionar momentos de reflexões como este!
Abraços!

8 de outubro de 2011 11:33  
Blogger Camila Jornada "Análise do ser" disse...

Olá Jeferson!
Muito obrigada pelo carinho que demonstrou em meu blog! Obrigada por indicar o seu. Aqui fico e sigo. Um grande abraço

8 de outubro de 2011 11:33  
Blogger Matheus Silva disse...

Olá, primeiro obrigado pela visita e pelo comentário no meu blog. Parabéns pelo Texto, bastante interessante.
Abs.
http://coitotedacaatinga.blogspot.com/

8 de outubro de 2011 11:51  
Anonymous Anônimo disse...

Boa tarde Jefh!
Fui lendo seu texto e me lembrando de uma amiga do magistério em São Paulo. Convidei Aninha para almoçar em casa antes de irmos dar aulas em uma escola particular, ela aceitou. Fomos da escola para minha casa em uma farra total (bagunça de adolescentes) ao passar para dentro de minha casa mudei 100%, ela apenas observando.
No outro dia ela foi me zuar diante as amigas. Gente a Bia aqui é uma coisa na casa dela parece uma freira. kkkkk, jamais esqueço desse momento.
E quanto ao que somos, concordo plenamente. Somos tudo aquilo que planejamos e desenvolvemos durante nosso período de vida.
Parabéns pelos três anos de blog e por tantos seguidores.
Também com textos lindos e com sua dedicação em sempre retribuir os comentários, faz por onde merecer tamanho sucesso.
Um forte abraço, muita luz e paz sempre!
Att.: Beatriz!

8 de outubro de 2011 13:22  
Blogger Legis disse...

Uia. Gostei da mensagem, interessante, querido.
Parabéns pelo blog, acompanharei as mensagens "comemorativas"(risos).
bjo

8 de outubro de 2011 18:36  
Blogger Joana Maria disse...

Não achei de forma nenhuma uma invasão. Gostei particularmente do comentário. è muito bom saber que, além de escrever para mim própria, consigo fazer as pessoas pensar com as minhas próprias experiências de vida, é algo que me motiva ainda mais a escrever sempre e nunca parar. Agora sou eu que agradeço o prazer da leitura, uma vez que achei o seu blog encantador :)

8 de outubro de 2011 19:18  
Blogger Menina sapeca disse...

Ola Jeferson.
Pode se referir a mim pelo meu nome, Jéssica.
Verdade, mudar é uma lei da vida.
Gostei muito do seu texto, concordo plenamente quando dizes que quando saimos de casa, viramos um personagem.
Apenas acho, que cada personagem que viramos, mostram um pouco de nós mesmos. Mas sem nos mostrarmos totalmente, concordas?
Bom.. Fico por aqui..
Sempre que eu puder visitarei seu blog
gostei muito dele
Com Carinho
Jéssica Rizzardo

9 de outubro de 2011 07:52  
Blogger Cigarra Arte disse...

Oi,Amigo.
Tem selinho para vc no meu blog.
Abraços

9 de outubro de 2011 10:02  
Anonymous Anônimo disse...

Ola, jeff...obrigada pelo toque e pelo carinho
e parabens pelo seu blog !!!

Beijo Dai Carpe Diem

9 de outubro de 2011 16:04  
Blogger Vanesca Farias Soares disse...

Por isso é tão importante sonharmos: quem mais faz é aquele que mais sonha.
Por incrível coincidência hoje fiz uma postagem sobre Sócrates.
Parabéns pelos 3 anos de blog!
Um abraço!

11 de outubro de 2011 11:53  
Blogger Ceiça disse...

Olá Jeferson olha eu aqui de novo! Mais um texto lido e aprovado! Um dia comum tá muito legal! Parabéns! Continue pensando e existindo! Um abraço,Ceiça Vou votar novamente seguindo sua orientação! Grata

29 de outubro de 2011 18:56  
Anonymous Anônimo disse...

Olá Jeferson,adorei seu post,me fez pensar...
sim somos todos coadjuvantes no palco da vida,e espero estar desempenhando meu papel direitinho..
beijos e um ótimo fim de semana.

29 de outubro de 2011 19:19  
Blogger Ma Ferreira disse...

Olá querido amigo Jefh!
Quanto tempo!!
Você continua escrevendo lindamente.
Achei muito interessante a tua crônica.

Eu penso assim....

Somos uma alma...essa é nossa essencia.

E esta alma que habita um corpo, como voce bem disse, desempenha muitos papéis.
E na minha humilde anaálise..somos Um em cada papel. Somos, pais, amigos, filhos, profissionais, etc.
Cada um desses papéis exige de nós uma conduta.
Então diante da minha análise somos muitos em uM.
U juntando todos esses papéis..as vezes me pego perguntando quem EU SOU realmente.
Hoje eu sei.....quem eu sou..sei mais que ontem.. e com certeza amanhã saberei mais..

Quanto a pensar.. Acho que ao invés de pensarmos tanto, o segredo estaria em esvaziar a nossa mente.

Meditação..todo dia..dar uma parada .. deixar a poeira abaixar..

E começar cada dia do zero.

Dificil é..mas não impossível..

Deixo aqui o meu carinho e a toda sua familia.

Semana de paz a vc..querido amigo ESCRITOR!!

30 de outubro de 2011 06:08  
Blogger Nilma Pessoa disse...

Não gosto de teatro, muito menos de atuar. Prefiro recriar.

30 de outubro de 2011 09:53  
Blogger P@TTY S@NTOS disse...

parabéns amigo obg por tudo

24 de novembro de 2011 18:47  
Anonymous Anônimo disse...

gostei muito do teu blog parabéns do diário da kaka

26 de novembro de 2012 09:22  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial