sexta-feira, agosto 12, 2011

O CASAMENTO DE PAULO CESAR

Depois de tantos incidentes só nos restava acompanharmos o final da cerimônia de casamento de minha irmã em relativa tranquilidade. A consumação dos votos de eterna e cada vez mais breve e fugaz dedicação, fidelidade e lealdade.

Padre Berzerk talvez não percebesse, mas transparecia sarcasmo a cada pergunta e resposta. Parecia inconscientemente disposto a preservar e fortalecer sua fama de sacerdote moderno e liberal. Fez questão de alertar aos noivos de que poderiam desistir antes de confirmar o absoluto sim: “Ainda há tempo para desistirem, depois...”. Dizia isso com certa malícia explicita no tom de sua voz e em sua expressão facial.

Hans estava visivelmente impaciente. Tinha absoluta pressa e se precipitava nas positivas. Estava muito necessitado de ir ao banheiro eliminar alguns litros do chope acumulado por uma tarde inteira de bebedeira.

Sarah estava distante e indiferente. Divertia-se focando com o olhar vagante os rostos dos convidados que estavam em seu campo de visão. Parou em Paulo Cesar. O rapaz não se conteve e rompeu em um choro dolorido, desconsolado, compulsivo. Temi o pior. E meu temor se fez justificar.

Paulo César começou a ver-se no lugar de cada mártir de gesso que habitava e ornava o interior da catedral. Viu-se ainda bebê no colo de Maria. Viu-se amarrado e flechado como São Sebastião. Viu-se crucificado e desfalecido no madeiro do calvário. Soltou um grito agudo e prolongado. Caiu resvalando nos convidados que estavam ao seu lado. Sarah recolheu o leve ar de sorriso e fez-se toda espanto. Paulo César ia ao solo pela segunda vez naquela noite. Arrependi-me e culpei-me por não o ter enviado a um hospital, teria evitado mais aquele episódio imensamente triste. Para piorar ainda mais a situação, o rapaz, ao invés de tomar seu comprimido, improvisou tomando um dos de papai. Justamente um que previa em sua extensa lista de reações adversas poder causar alucinações.

Padre Berzerk deixou os noivos e foi em socorro do pobre convulsivo. Vendo que ele tardava em sair da crise epiléptica e apresentava-se cada vez mais roxo, gritou para que chamassem o resgate. Eu mesma liguei.

As pessoas se afastavam com terror e medo estampados em suas caras assustadas. Papai gritava “Asmodeu!” como se tivesse visto sua profecia confirmada. Os garotos se aproximaram com celulares filmando e dizendo que o zumbi iria bombar no You Tube. Eu me sentia muito culpada, e era mesmo culpada.

Um senhor, médico ortopedista, após verificar que o enfermeiro roxo não mais tinha pulso, começou a massagear seu tórax e solicitou que outro homem, um fisioterapeuta, fizesse respiração boca a boca. Logo a equipe de resgate estava dentro da igreja assumindo o controle das ações e tentando reverter o quadro. E foi sob manobras de reanimação que Paulo César recuperou a respiração e a freqüência cardíaca. Posicionaram-no em uma maca. Colocaram-lhe uma máscara de oxigênio. Transportaram-no para o interior da ambulância. Paulo César só voltaria à consciência no dia seguinte. Teve ainda mais duas crises convulsivas do trajeto da igreja até o hospital onde fora admitido na UTI.

Todos convidados esqueceram o casamento. Acompanharam curiosos e excitados à ação da equipe de paramédicos. Hans foi ao banheiro e, quando retornou, não mais viu Sarah que foi embora a bordo de um Corsa prata de alguns amigos. Eu e o restante da parentela fomos para casa com papai. Não houve casamento naquela noite e em nenhuma outra até a presente data. Os noivos estão dando um tempo. Paulo César nunca mais teve crises epiléticas. Está tomando o remédio com a devida regularidade. Papai esqueceu-se por completo de Asmodeu. E eu um dia voltarei para contar sobre casamentos e ou divórcios.


103 Comentários:

Blogger Ma Ferreira disse...

Ola meu amigo Jefh... sempre que posso venho dar uma espiadinha na surdina para ver se vc postou algo. Hj foi dia de sorte.
Na correria de visita aos blogs que me comentam, confesso que muitas vezes faco a leitura correndo. Mas aqui..sempre eu leio com calma, pois quero me deleitar com cada paragrafo escrito.

Voltando... a gente sabe que foi melhor para a Sara, n'e!

Um beijo..

Ma

12 de agosto de 2011 18:31  
Anonymous Anônimo disse...

Jef, não imagina como fico feliz pelo desfecho da história! Graças a Deus, a Sarah nao casou com o barril de chopp ambulante.
As crises do Paulo Cesar foi providencial heim? Mesmo que bombe no you tube, é infinitamente melhor que a Sarah casar com o Hans.
Adorei, adorei e adorei! Você foi sucinto e conseguiu se fazer entender bem.
Pelo texto, que ficou "the best" mereces uma beijoka doce e um fim de semana maravilhoso. Fique na paz!

12 de agosto de 2011 18:52  
Anonymous Anônimo disse...

Voltando... O Paulo Cesar foi o calo no sapato novo do Hans heim? Tomou toda atenção e brilho (se bem que seria melhor nao brilhar nunca desse jeito) do casamento... Rsrsrsrsrs você foi cruel mocinho! Mas, foi maravilhoso com a Sarah.

12 de agosto de 2011 18:55  
Blogger Celinha disse...

Gostei muito do final sem o casamento kkkkk Toda vez que imagino o pai gritando "Asmodeu" choro de rir. Abraços, muito obrigada pelo seu blog. bj

12 de agosto de 2011 19:33  
Blogger Rosa Carioca disse...

Você é incrível! Sua escrita é surpreendente.
Amei.

13 de agosto de 2011 04:40  
Blogger Keli Cristina disse...

Olá Jefferson!!
Gostei muito do desfecho da história,você sabe escrever muito bem meu amigo!!!!
Abraços e um excelente final de semana!!!Keli.

13 de agosto de 2011 05:24  
Blogger Josinete Beatriz disse...

Bom dia, Jefh! Menino, que confusão, hein? Sarah ganhou em não casar com Hans, mas seu Turíbio tinha razão em chamar Asmodeu! Paulo Sérgio, tadinho...roubou a cena com seus xiliques, parecia ter amor recolhido por Sarah e no fim, nenhum casamento aconteceu...ufa! Acho que foi bom pra todo mundo!!!
PArabéns pelos escritos e vim te desejar uma final de semana feliz. ! Bjus. Josi

13 de agosto de 2011 05:30  
Anonymous Anônimo disse...

rsrsrs eitaaa que me surpreendeu o desfecho desse famoso casamento rsrsrsrs.. bom.. pensando bem.. acredito que foi melhor assim.. pois já pensou como seria depois? rsrsrsrsrsr

Beijo grande em seu coração Jefh!

13 de agosto de 2011 08:01  
Blogger Borboleteando disse...

Oi, querido! Tem um selinho bem fofo e saboroso para você em meu blog:
Bjs, ótimo fim de semana

13 de agosto de 2011 09:29  
Anonymous JAN disse...

OLÁ JEFH, COMO DIRIAM OS GAROTOS:
_" SINISTRO"!

"BOMBOU" AQUI TAMBÉM!

BEIJÃO
JAN

13 de agosto de 2011 10:47  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi jefh, achei interessante esse padre.Ainda há tempo para desistirem, depois. Muito moderno e liberal mesmo. Parece que estava prevendo o final desse casamento.Acho que por isso que o Hans estava tão impaciente. Que boca desse padre, acho que por isso que foi essa loucura, esse corre-corre. O casamento terminou antes de começar...Tive até pena do Paulo César, que ele continue tomando os medicamento bem certinho . E a Sara, acho que não saiu livre ainda...Corsa prata deve ter história. Gostei muito do desfecho da história . Mostrou que é um ótimo escritor, conduziu muito bem cada detalhes. Parabéns e parabéns! Volte logo com suas história, estarei por aqui aguardando.
Desejo um ótimo final de semana cheio de muitas coisas abençoadas e muito feliz.
Beijos !
Smareis

13 de agosto de 2011 11:02  
Blogger Paulo Bouvier disse...

Amigo,
você se superou nesta obra... uma verdade obra de arte.
Pensei seriamente que Paulo iria vir a falecer... que susto você me deu cabra!
Não. Por favor... continue essa história.
O "pai" me lembra o Seu Javarine... se lembra dele?
Adorei amigo!

13 de agosto de 2011 11:56  
Blogger A Bailarina Gorda disse...

Ah, que isso!
Me desculpe por não passar antes. Não posto com tanta frequência, mas quando o faço respondo todo mundo!
Beijos.

13 de agosto de 2011 15:30  
Blogger Maria Tereza disse...

Legal vc relatar o casamento da sua irmã! Só faltou as fotos desse casório... Pra comentar sobre vestido teria de ver fotos da noiva.

=]

14 de agosto de 2011 15:54  
Blogger Diandra disse...

Olá querido amigo, agradeço o carinho, e fico a espera do seu conto!
Olha só a minha vida até agora daria um grande livro, pena que não se escrever assim como você.
}Uma ótima semana!
É sempre maravilhoso ler seus contos!
Um grande abraço!

:)

14 de agosto de 2011 17:05  
Blogger Fatita Vieira disse...

Jefh,

Agradeço a visita ao meu blog. Feliz Dia dos Solteiros para você também.

Adorei o conto! Lerei os outros depois, com calma.

Parabéns pela criatividade e talento!

15 de agosto de 2011 05:50  
Blogger Nyce Pinto. disse...

Jefh!!! você é danado menino!!! Mas eu gostei, não sou de torcer contra, mas confesso que "não fazia muito gosto" neste casamento (risossss),a Sarah merece um "moço" com perfil mais próximo ao dela (olha só eu achando que entendo de casamento!!! Um grande abraço amigo...
ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

15 de agosto de 2011 07:17  
Blogger Chocolove disse...

Vc é muito inspirador,parabéns pela sua escrita,muito legal e obrigada pela visita,sucesso pra vc!

15 de agosto de 2011 07:27  
Blogger Marili Alves disse...

muito bom, gosto muito dos seus texto!!
Parabéns

15 de agosto de 2011 11:13  
Blogger Janaína Pupo disse...

Oi meu amigo, linda semana pra você.
Beijos

15 de agosto de 2011 11:14  
Blogger Evany Bastos disse...

Jefh você mandou bem no desenrolar do casamento, ah e o padre tem sexto sentido êh, eu estava torcendo contra esse casamento desde o inicio a sorte caiu do céu pra Sarah.
Abraço.

16 de agosto de 2011 04:15  
Blogger Ju Bernal disse...

Olá Jefh! Obrigada pela sua visita e por me convidar a ler seu blog. Achei sua narrativa muito interessante! Voltarei sempre! bju

http://jubernalmaquiagem.blogspot.com

16 de agosto de 2011 04:37  
Blogger Alécia Ana Fernandes disse...

Olá! Vim retribuir a sua visitinha! No Brasil o Folclore é comemorado no dia 22 de agosto. A data foi criada em 1965 através de um decreto federal. Tbém concordo com vc, o folclore brasileiro é muito rico e que podemos estar explorando com os nossos alunos em qualquer data.
Uma ótima semana!

16 de agosto de 2011 05:25  
Blogger Binha Martins disse...

Nossa!!!
Sugiro aos noivos que fiquem solteiros!!!

bjs!

16 de agosto de 2011 10:06  
Blogger Luciana disse...

Obrigada pela visita (e pela generosidade do comentário!)!

Excelente conto, Jefh! Adorei! Teu texto tem ritmo, tem fôlego. Muito bom!

Bjss

Lu

16 de agosto de 2011 13:01  
Blogger Ana Lara disse...

com tão humeildes palavras vc consegue tirar sorrisos do meu rosto,simplesmente amei esta história!!Vc realmente escreve muito bem!!
P.S.:acho q essa foi uma das suas melhores histórias!!

16 de agosto de 2011 15:58  
Blogger Sidney disse...

Oi Jeferson, obrigada pela sua visita, gostei muito do seu blog, ainda não li tudo, apsreça sempre, com carinho

17 de agosto de 2011 06:29  
Blogger Shii disse...

Fico feliz de vc ter me visitado..adorei o texto e irei ler todos prometo..
um bjo..e se cuide

17 de agosto de 2011 21:48  
Blogger Ana Maria Braga disse...

Vim conhecer seu blog. Bem interessante o seu post.....rs.Com calma quero ler os outros posts. Um ótimo dia. Abraços

18 de agosto de 2011 09:25  
Blogger Solange disse...

é Jefh..

de uma certa forma, o padre estava absolutamente certo em seu pensamento,
e na pronúncia de algumas palavras
que incentivaram a noiva a seguir em um corsa com os amigos..

bjs.Sol

18 de agosto de 2011 10:15  
Blogger Borboleteando disse...

Oii,
Passando por aqui para deixar uma abraço,
ótimo fim de tarde.
Bjs
Keila M.

18 de agosto de 2011 13:20  
Blogger Stephanie disse...

Oii Jefh,
Que isso rs não tem problema mesmo pq eu não conhecia aqui e adorei :)
Vc escreve muito bem e sem ficar cansativa a leitura. Com ctza virei mais vezes sempre com calma para ler um novo post!
Parabéns.
Beijos
Stephanie Parizi

lolaporlola.blogspot.com

18 de agosto de 2011 17:00  
Blogger Paulo Bouvier disse...

Amigo.
Convido-lhe para ler e comentar a última parte da série de contos "Ser Escritor". Irá se surpreender.
(http://paulobouvier.blogspot.com)

Obrigado.

18 de agosto de 2011 17:17  
Blogger Carla disse...

Olá, passei por aqui por acaso, mas gostei muito do que encontrei...

Parabens pelo blog.

Estou seguindo.

Bjus

19 de agosto de 2011 06:28  
Blogger Rafael Castellar das Neves disse...

Boa Jefão!! É...essa dos divórcios seria interessante...rsrsrs

[]ssss

19 de agosto de 2011 08:13  
Blogger Borboleteando disse...

Gostei muito do desfecho desse casório, muito bom mesmo...
Parabéns!
Bjs, ótimo fim de semana

Keila M.

http://simplesmenteborboleteando.blogspot.com/

19 de agosto de 2011 09:20  
Anonymous Anônimo disse...

...Finalmente terminamos. Fiquei com medo de mim mesma agora. Sei que não devia, a situação pode ocorrer na vida real. Mas dei tanta gargalhada com essa última parte que pensei, Jefh vc deve escrever um livro de comédia. kkkkkkkkkkkkkkkkk, muito legal. Amei ler a sequencia com calma e curtir cada pedacinho da sua amada e alegre história. Ainda bem que Paulo César não morreu. Tadinho, agora vamos ver se ele não mistura mais os remédios.
Saúde e muita luz para vc querido Jefh!!!!
Realmente virei leitora assídua de suas histórias, vc tem potencial para escrever. Gostei mesmo. :)

19 de agosto de 2011 11:09  
Blogger Sheila Lima disse...

Olá, Jeferson, fiquei feliz com seu comentário, que frase linda você escreveu, amei!!!

Confesso que ainda não li seu post inteiro, mas vou voltar aqui depois, verdade!!!

Mil Sweetkisses \o/

19 de agosto de 2011 12:47  
Blogger luci disse...

Se voce observar ,cada casamento que comparecemos tem no mínimo uma duzia de contos para produzir!Matéria prima não falta!
Um beijo menino!!!!!!!

20 de agosto de 2011 06:25  
Anonymous Anônimo disse...

Olá amigo Jefferson!!
Gostei muito da história, você sabe escrever e gosta também, pois achei muito legal.
Carinho e Bjs!
Fau

20 de agosto de 2011 10:23  
Anonymous Anônimo disse...

amigo,me perdí varias cosas,publicadas, por ti,pero lo que acabo de leer me en-can-tó!
he vuelto...luego de muchísimo tiempo!
muchas gracia,un abrazo
lidia-la escriba

20 de agosto de 2011 13:17  
Blogger Eliana disse...

Oi Jefh, eu leio o texto todo, mas não sei porque, fico curiosa para ver o que fala de Paulo Cesar rsrs... êta Paulo Cesar danado... esse tem histórias, viu? E para melhorar agora... sonhou na catedral! rsrs.

Tenha uma ótima noite!!!

Áh! Quando puder, dê uma passadinha no Palavras que Abraçam, deixei um recadinho lá para todos! Beijos

20 de agosto de 2011 14:35  
Blogger nisia disse...

Oi Jeferson, que bom que vc dividiu sua crônica, pois assim pude somá-la ao meu imaginário! Multiplique sua inspiração e continue dividindo!
Abraços....

20 de agosto de 2011 16:19  
Anonymous Anônimo disse...

Tadinho do Hans... Que será do pobre barril de chopp de cereja??
Fala pra sarah fugir, fugir e fugir desse casamento, afinal um raio(Paulo Cesar) não cai no mesmo lugar duas vezes... Beijokas doces pra ela e outras tantas pra você.

20 de agosto de 2011 18:02  
Blogger Paulo Bouvier disse...

O Seu Javarine, foi um trabalho de algumas crianças travessas, cujas eu conheço pessoalmente.

Abraço.

Obrigado pelo comentário.

21 de agosto de 2011 07:38  
Blogger Favo de Mel disse...

OI passei para te deixar um abraço.

21 de agosto de 2011 07:53  
Blogger Taciana disse...

Obrigada pelo comentário.
Parabéns pelo seu blog, escreves muito bem.

http://aambicaocerraocoracao.blogspot.com

21 de agosto de 2011 08:25  
Blogger Ale Quejinho disse...

Que blog interessante, amei. Minha primeira vez por aqui.
Ale

21 de agosto de 2011 12:18  
Blogger Luciane Morais disse...

Interessante!
Não li palavras por palavras...fiquei imaginando...De quando você sabe que a resposta de alguém que tanto ama, vai fazê-lo chorar. O que fazer, esperar...ou desiste antes de ouvir o "Não".

Gracias por sua visita. Não conhecia seu blog. Muito bom*

Tenha uma iluminada semana*
Abraços
Lu

22 de agosto de 2011 06:28  
Blogger Denise Vieira Doro disse...

Jefh, muito me honrou sua visita e comentário! Tive a oportunidade de aqui vir e entusiasmei-me. Sua crônica é impecável! Dei boas risadas. Sou seguidora de seu Blog. Desejo vir sempre aqui para usufruir de seus textos tão bem escritos. Abraços!

22 de agosto de 2011 06:35  
Blogger RejanePaiva disse...

Adorei seu blog e já estou te seguindo!!!
Rejane Paiva

22 de agosto de 2011 09:20  
Blogger Lucimar da Silva Moreira disse...

Oi Jefhcarsdoso, eu vi no seu blog que você tem anúncios de propaganda só não sei se é do Google, Jefhcardoso a gente sabe quando um visitante vai ao nosso blog é difícil o visitante clicar nos nossos anúncios, pois a gente só ganha se outra pessoa de outro computador clicar, então gostaria de fazer um acordo com você, quando você for ao meu blog você clica nos anúncios do google do meu blog, e quando eu for ao seu blog eu clico nos seus anúncios, alguns dos meus amigos de blog já concordaram e já estamos ganhando, caso você aceite me avisa no blog amigo, beijos.

22 de agosto de 2011 09:43  
Blogger Janaína Pupo disse...

Amigo querido, obrigada. Linda semana pra você. Beijos

22 de agosto de 2011 10:36  
Blogger Maria Tereza disse...

Legal as postagens sobre casamento! Q bom vc ter gostado do meu post sobre os relógios!!!

Obrigada por ter comentado!
http://noestilonamoda.blogspot.com/

22 de agosto de 2011 13:21  
Anonymous Anônimo disse...

Pois so faltou mesmo as fotos! Amei o post ! obrigada pelo carinho e comentários! Tem post novo no blog.
Beijo no coração!
Janaína Pereira O
Rosa & Pink by Jana
_________________________________

Blog : (www.rosaepinkbyjana.com)
Twitter: @blogjanna

22 de agosto de 2011 16:19  
Blogger Tânia Camargo disse...

Oi Jeh.. Desculpe andar sumida... Trabalho demaissss!rsrsrs..
Mas continuo seguindo seu blog e sempre que posso venho aqui.
Mas, fiquei com dó do Hans!rsrsrs...

Bjs querido e uma excelente semana,

Tânia Camargo

http://taniadecamargo.blogspot.com

22 de agosto de 2011 22:16  
Blogger Drica disse...

Olá Jeferson,
Obrigada pela visita e parabéns pelo seu espaço. Achei muito interessante, vou guardar o endereço para ler com calma.
[]s

23 de agosto de 2011 05:17  
Anonymous Anônimo disse...

Amigo querido,

És demais, amei o final..parabéns, só poderia ser assim, idéia e final genial.

23 de agosto de 2011 06:07  
Blogger Fernanda Souza disse...

Muito bacana. Fique na paz

23 de agosto de 2011 06:08  
Blogger Dany Guimarães disse...

Valeu pela visita, muito interesante a historia do seu post.

23 de agosto de 2011 18:03  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

Jefh, passei só pra matar a saudade e ver como anda Paulo César. Será que anda se cuidando rs. Um abraço jefh!
Smareis

23 de agosto de 2011 21:04  
Blogger Cris Leal disse...

Oi, Jeferson!
Vim retribuir a visita que vc fez ao meu blog e gostei muito de tudo por aqui. Sou a sua mais nova seguidora!
Abraço

24 de agosto de 2011 04:53  
Anonymous Anônimo disse...

muito obrigada pela visita e comentario..... adorei...pois meu blog e novo. gostei demais do teu.... estarei sempre te visitando...... e, conto com tuas visitas e comentarios. gostei muito de ler o que escreves.... matilde. bigtrecos..

24 de agosto de 2011 14:20  
Blogger Καλλιόπη . . . disse...

haha, gostei mais do recadinho no final: "aceito comentários críticos"... me fez pensar... quem vai criticar o que aqui! rsrs Aí vim correndo ver os comentários!
Obrigada pelo convite, você escreve muito bem!

Bjus

25 de agosto de 2011 04:21  
Blogger ♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Bom dia Jeferson

Vim retribuir a visita, adorei você ter estado por lá. Gostei muito do teu blog, li apenas duas postagens e já me encantei.
Ficarei te seguindo e lerei o restante com certeza. Você escreve muito bem e prendeu minha atenção. Vou ler do início. Espero que tenha gostado do meu blog também... E se quiser seguir ficarei muito feliz.

Beijos e uma quinta feira cheia de amor.
Ani

25 de agosto de 2011 05:23  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

Jeferson, obrigada pelo beijos do Paulo César rs.Ótimo fim de semana.Beijim!

Smareis

25 de agosto de 2011 08:58  
Blogger Borboleteando disse...

Oii!!
Passando para lhe deixar o meu carinho...
Tem um lindo presente pra você em meu blog.
Beijos, linda tarde

Keila M. – Borboleteando
http://simplesmenteborboleteando.blogspot.com/

25 de agosto de 2011 09:24  
Blogger Milena disse...

Obrigado pela comentario e visita.
Amei o blog, estoou te seguinto também.
Um abraço e sucesso.

25 de agosto de 2011 09:35  
Anonymous Anônimo disse...

Oi...muito interessante suas Histórias, voce é bem criativo...boa sorte e felicidades Crys

25 de agosto de 2011 13:24  
Blogger osmar disse...

e Jefh vc é mesmo porreta hein?!
abraços Guri!!

25 de agosto de 2011 15:55  
Blogger ღEterna aprendizღ disse...

Olá Jefferson!!
Gostei muito do desfecho da história e adorei seu blog e ja estou seguindo e te espero tambem beijosss

25 de agosto de 2011 16:13  
Blogger Sonia Pallone disse...

Oi meu lindo...quanto tempo não venho te ver não é mesmo? Mas aqui estou, admiração independe de tempo, uma vez que as pessoas criam raízes em nossos corações. Bjs meu querido.

25 de agosto de 2011 17:12  
Blogger Kathleen disse...

OiJefh! Muito obrigada por prestigiar meu blog e por me convidar para ler o seu. Adorei a sua forma de escrever, muito interessante, de verdade! Espero que vc possa acompanhar meu blog. Aos pouquinhos irei postando mais informações. Espero que goste.
Acompanharei seu blog a partir de agora.rs ^^
Beijos e boa noite.

25 de agosto de 2011 19:16  
Blogger Adriana disse...

Jef, obrigada pelas palavras de carinho, adorei seu blog e vou acompanhá-lo com atenção.
Adorei isso: “Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia” (Jefhcardoso)
Abraço e bom final de semana

Dri

26 de agosto de 2011 04:30  
Blogger Valéria disse...

OI Jefh!

Obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao meu blog! Gostei muito do seu e da forma como amarrou bem a estória do casamento. Assim em capítulos ganhou um suspense que teve este desfecho inusitado. Certamente chegará a hora de Sara(nome de minha filha caçula) ser feliz. Ficarei aqui para os próximos capítulos!rss

Abs

26 de agosto de 2011 06:16  
Blogger SANDHARA disse...

Olá Jeferson,

Achei interessantíssimo o seu blog,lhe desejo sucesso em suas obras...e quanto ao desfecho de sua crônica, de verdade, parabéns...arrojado, moderno, cômico....chega a ser até mesmo enxadrístico...
Obrigada,por visitar meu blog...
Um abraço,

26 de agosto de 2011 09:43  
Blogger cantinho da mami disse...

Olá amiguinho, tudo bom, vim matar a saudade.E te desejar um ótimo final de semana! Bjinhos no coração! Deus te abençoe, seu Blog tá mara! Fique com Deus! Márcia Valéria.

26 de agosto de 2011 14:24  
Blogger Gilda Maria disse...

Oi,Jefh, agradeço sua visita ao meu blog! Adorei ler suas histórias, parece que eu também estava nesta igreja (rss)...Já estou querendo saber o que você vai escrever agora!Bom final de semana!Abraços.

26 de agosto de 2011 18:38  
Blogger Eise disse...

O que me pareceu foi que o incidente com o Paulo veio em tom de uffa,foi por pouco !!! para os noivos.A cada dia vemos o quanto a ideia de casamento anda na contramão da ideia inicial onde "seria uma só carne " Cada vez mais vemos relatos de casa separa.Acho isso muito triste porque não deveria ser visto como algo tão fácil de ser resolvido!Deveria ser uma decisão de maneira muito bem pensada e quem sabe não era isso que o casal estava precisando para decidir o que querem realmente porque no dia em que eu casar não quero que meu marido esteja ansioso para a cerimônia acabar logo para ele ir para o banheiro esvaziar sabe lá o que kkkk ( Ainda bem que o meu namorado nem bebe assim quando nos casarmos estarei livre disso !!!kkkkk...) Parabéns pelas historias,elas fazem refletir e trazem coisas boas aos nossos dias.Num outro momento volto para ver as outras historia .Ah! ia esquecendo do rapaz que pode até ter achado que seu problema destruiu a cerimônia dos amigos mais como diz o antigo ditado " Há males que vem para bem" e ele não se preocupe que ela acabou até ajudando e que bom que ele ficou bem!No final todos acabaram bem exceto pelos custos da cerimônia que não aconteceu.

26 de agosto de 2011 19:06  
Blogger Liz Albuquerque disse...

gostei bastante do que você escreveu :D gostei do ritmo, que prende a atenção, gostei dos personagens, que vc consegue apresentar em poucas linhas ;)
Não li as outras partes, mas depois te digo o que achei rss

obrigada pelo comentário no meu blog ;) minha foto do perfil já é meio velha, acho q deve ter uns 6 meses, por aí :D

http://theredlilshoes.blogspot.com/

27 de agosto de 2011 15:23  
Blogger Liz Albuquerque disse...

ritmo é uma coisa bem importante para mim: apesar de ser historidora, odeio ler rss parece engraçado, mas é assim mesmo. Um livro bom ou uma história boa tem sempre um ritmo para me carregar. (acredite, qdo digo que o ritmo é bom, é um enorme elogio).

é meio velhinha e tb estou com megahair na foto:D meu cabelo está na altura dos ombros, nada mto longo... ainda :D

um beijo,
Liz

http://theredlilshoes.blogspot.com/

28 de agosto de 2011 05:40  
Blogger Dicas Femininas disse...

Olá vi conhece seu blog e amei parabéns estou seguindo beijos me visite se gosta me segue


http://rosanadicasfemininas.blogspot.com/

28 de agosto de 2011 09:38  
Blogger Arte e vida-Rosana disse...

Olá, gostei de conhecer seu espaço, tambem gostei da escrita.
Parabens.

28 de agosto de 2011 11:25  
Blogger Ticy disse...

mtooo bom o "final" da historia
kkkkk
e pior tava tao curiosa e nem teve casamento kkkkk

parabens!!!!

28 de agosto de 2011 12:12  
Blogger solmedina disse...

Olá, Jeferson,
Estou adorando os seus contos. Parabéns.
Obrigada pela visita ao meu blog. Fico feliz que tenha gostado do que escrevo.
Afetuoso abraço.
Solange

28 de agosto de 2011 15:18  
Anonymous vanilda disse...

Obrigado pelo comentário.
Gostei do seu blog! Breve, com mais tempo, darei uma olhada nas outras postagens.
Um abraço
Vanilda

29 de agosto de 2011 05:45  
Blogger Rachel disse...

Muito legal o blog!!! Aos poucos estou lendo todos os posts! =D
beijos

29 de agosto de 2011 05:50  
Blogger Biblioteca Erilda Célia Pereira - E.M.Amâncio Bernardes S.A.Monte disse...

Parabéns pelo seu blog, suas histórias...Adorei...

29 de agosto de 2011 05:52  
Blogger ApCavalcante disse...

Olá Jeferson Cardoso.
Li "O casamento de Paulo César"... casamento que não aconteceu... (rsrs)
Obrigada pela visita!
Excelente semana pra ti, também.

29 de agosto de 2011 09:52  
Blogger About me disse...

Eu agradeço pelo comentário! Acertou na saia viu?
Vou ler sim.. Estarei seguindo o blog tá? E agradeço se for recíproco! Abraços.

29 de agosto de 2011 11:14  
Blogger Danelize Gomes disse...

quantos posts de casamento,meu deus.
quantas histórias e quantas enrolações.
Gostei disso, Jeff!
Beijão!

29 de agosto de 2011 16:11  
Blogger Psicóloga Silvana Parreira disse...

Retribuindo a visita..obrigada pelos elogiso ....e parabéns pelo seu blog.....gostei das histórias......

30 de agosto de 2011 10:55  
Blogger Claudete T. da Mata disse...

Meu amigo escritor, vc é fantásticos nas suas escrituras. Elas retratam a realidade escondida por uns e estampadas por outros. É a vida nua e crua. Parabéns! Tentei seguir seu blog, mas não consegui.

30 de agosto de 2011 17:29  
Blogger Claudete T. da Mata disse...

Adorei sua visita no meu blog. Obrigadaaaaaaaaaa!

30 de agosto de 2011 17:30  
Blogger TIA´S ARTEIRAS ATELIÊ disse...

é uma delicia ler seus textos...parabéns!

31 de agosto de 2011 08:58  
Blogger Rafaela Ribeiro disse...

Olá Jeferson (:

Adorei receber a tua visita no meu pequenino blog.
Serás sempre bem-vindo por lá :)

Parabéns pelo seu blog, adorei os teus textos, super bem escritos.

Um beijo, feliz setembro!

1 de setembro de 2011 04:31  
Blogger IRANI disse...

Obrigada pela visita ao meu blog/site. Fiz uma visita ao seu, e já sou mais um membro. Ri à beça com sua postagem "O casamento de Paulo César". Você realmente tem o dom da palavra.
xero,

1 de setembro de 2011 08:49  
Anonymous Helena Duarte Xenofonte disse...

Bom dia Jeferson Cardoso.
Adorei os casamentos, fantástico mesmo!!!!
Agradeço a bela visita ao meu blog!!!
xeros e tudo de bom pra ti!!!

9 de setembro de 2011 05:13  
Blogger Júh disse...

Oi Eu vi que vc visitou meu blog obrigado pela visita e li o seu texto gostei muito. bjusss

11 de setembro de 2011 04:06  
Blogger Juliana Ferrer disse...

Oiee,valeu pelo seu coment no meu blog de moda' ;D
o seu é muito bom,muito mesmo.Parabéns vc escreve muito bem! :*

18 de setembro de 2011 18:14  
Blogger Cira. disse...

Oi, obrigada pelo comentário no meu blog (Whatever). Desculpa a demora, não estava conseguindo postar comentários :/
Ps.: Você escreve muito bem, quando eu começava a ler alguma das suas histórias, haha, não conseguia parar.
;*

16 de outubro de 2011 18:07  
Blogger Ceiça disse...

Oi Jefh! Coitadinhos dos noivos! Por que após a ída do Paulo César ao hospital, não deram continuidade a esse casamento? Parece que o destino deles é serem solteirões! Se aproveitaram o momento e fugiram ,é porque ambos queriam somente um motivo pra fugir dali!(SORRI)Adorei! Abraços!

8 de novembro de 2011 06:32  
Anonymous Sabrina Muller disse...

Oi Jefh! Estou adorando teus textos! Começo sempre pelas postagens de agosto (mês do meu aniversário) e achei bárbaro este texto, de verdade e por razões bem pessoais (risos). Agora, vou continuar a leitura... Abraços!

16 de novembro de 2011 03:11  

Postar um comentário

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial