Amigos

quarta-feira, março 31, 2010

Ilusão, Desilusão e Sonhos


Tomei um café preto, quente e doce
Peguei uns papéis rotos, manchados e amassados
Fui pela rua larga, movimentada e famosa
Cheguei diante do prédio grande, antigo e sombrio
Senti as mãos trêmulas, inquietas e suadas
Subi pela escadaria escura, longa e demorada
Cheguei à sala do editor fumante, magro e carrancudo
Estendi os meus poemas sujos, amarrotados e úmidos
Ele leu com desdém, pressa e descaso
Olhou-me de cima abaixo, reparou nos sapatos e no penteado
Disse para que eu voltasse outra hora, noutro dia e noutra ocasião
Perguntei se ele havia lido, compreendido e apreciado
Ele não sorriu, não respondeu e não fez caso
Eu pedi para que ele não gastasse mais tempo, não iludisse e enganasse
Ele foi direto, categórico e insensível
Falou que minha poesia era comum, mais uma e nada diferenciada
Tomei meu poema mais querido, mais lido e comentado nos meios desprestigiados
Li com a voz embargada, amarrada e arrastada
Ele não aprovou, mostrou-me a porta e o corredor
Disse-me para voltar quando estivesse triste, magoado e com poemas de verdade
Fui embora perplexo, confuso e angustiado
Toda tristeza do mundo invadiu meu peito, meus olhos e meu sonho
Deitei essas linhas tortas, improvisadas e jogadas
Guardei o sonho, os planos e as letras
Agora espero em você, somente em você e em mais nada
Diga se mereço tamanho descaso, desfeita e destrato
Vamos, diga a verdade, somente a verdade e nada mais.

71 comentários:

  1. Acho que conheço esta história, Jefh. Neste país, poesia é mesmo "território de aventura" e a internet "única porta que se abre, enquanto todas se fecharam" - (Augusto de Campos). Aqui resistimos. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela visita,Jefhcardoso. Seu texto é bom e interessante. O editor é que é fumante, magro e carrancudo... e insensível!!!

    ResponderExcluir
  3. Não merece, afinal, o poeta coloca-se ali nos versos. Quem os rasga, imagina o que faz dentro do poeta?

    Eu gostei muito do texto e me identifiquei bastante =).

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Cheguei aqui tomando um café, amargo e requentado, para ler esse poema traçado e carregado de sentimentos por muitos experimentados.

    Perfeito amigo, ao subir as escadas já nota-se o sentimento, pesando, nos ombros do poeta!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Ola. vim agradecer sua visita em meu blog e conhecer o seu!! Gostei e estou seguindo, segue o meu tambem?? te espero mais vezes la =)
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Pow! Gostei muito.

    Uma poesia sobre o amor de se fazer poesia.

    "Disse-me para voltar quando estivesse triste, magoado e com poemas de verdade"

    Às vezes eu penso mais ou menos assim: Só a tristeza e a mágoa trazem bons poemas. Quando folheio meus antigos cadernos e vejo poemas já esquecido, percebo que os que mais gosto são aqueles mais lúgubres.

    "Toda tristeza do mundo invadiu meu peito, meus olhos e meu sonho
    Deitei essas linhas tortas, improvisadas e jogadas"

    E essas duas estrofes creio que são a garantia que o eu lírico podem voltar ao "editor fumante, magro e carrancudo", pois dessa vez terá, ao menos, esse poema aceito.

    ResponderExcluir
  7. Nydia Bonetti, bendita internet! Digo mais, digo: aqui vivemos. Abraço e muito obrigado pelo sensível comentário!

    Rubens Oficial, o editor era amargurado, se fosse triste seria poeta. (sorrio). Abraço!

    Lara Amaral, o poeta agradece deveras a tua solidariedade. Abraço!

    Joakim Antonio, muito obrigado por seu elogioso comentário. Conto com sua presença, amigo. Abraço!

    Wevertton, obrigado por sua atenção e segui-lo-ei. Abraço!

    O Trovador, nobre Trovador, sorte ao poeta da “Triste Figura”! (sorrio). Abraço e muito obrigado por seu maravilhoso comentário!

    ResponderExcluir
  8. Caro Jeff,
    você escreveu palavras que muitos poetas de nós gostaríamos de ter escrito! Denunciou muita coisa... E descobriu outras coisas:
    que ilusões foram feitas para se desmancharem nas desilusões... e que sonhos, são outras coisas! Gosta da vida de Cora, aos 75 publica seu primeiro livro... mas desde pequena escrevia... porque quem é escritor, de verdade, pode passar uma vida inteira sem ser conhecido, mas não passa um dia inteiro sem escrever ou criar... As vezes demora vidas, ou gerações... a poesia está minha família há muito tempo, meu avô, grande companheiro de Manoel de Barros, se não tivesse morrido aos 33 anos, estaria vivo para além da família e de Campo Grande e Corumbá...
    É claro, que sonho morrer muito depois e publicar muito antes... enquanto isso, sigo, seguindo, blogando, cavalganda, dançando, Rimando, ou disritmando...
    Beijos
    Fernanda

    ResponderExcluir
  9. Jefh,
    Obrigado pela visita. Sou seu seguidor a partir desses versos sentidos e que guarda em suas linhas toda a poesia esperada.
    Só mesmo um insensível para não entemnder.
    Parabéns !
    Jorge(http://blogdojorge2.blogspot.com/) e Adir(minha mulher) http://queroquevoceleia.blogspot.com/
    Grande abraço,
    Jorge

    ResponderExcluir
  10. Sisi, escrevemos bem melhor tristes e destruídos, espero que ele tenha causado motivação suficiente, eu curtiria a fossa e voltaria no outro dia com milhoes de poemas inspirados na dor causada por ele rs... Mas cuidado, guarde forças para sair do transe :O

    abraçoo!

    ResponderExcluir
  11. OI Jeft!

    Parabéns ao reeducando que colheu já os doces( e súper saudáveis) frutos da perseverança e abstinência!

    Meu caro, sua poesia só não foi melhor de apreciar porque eu não estou mastigando um pedaço de chocolate "Alpino"...seria , assim, perefeita!

    Ou seja, a limitação é minha e não dos teus versos rsrsrs

    Abraço da zizi!

    ResponderExcluir
  12. Amigo, que tal retirar as palavras de confirmação das postagens. É um ganho para os comentaristas do blog. No meu eu retirei. Fica o apelo.

    ResponderExcluir
  13. Oi Jefh!
    Adorei!
    Ah essa fotinho que vc colocou da casinha no meio do mato, começo a lembrar meu refúgio onde me desligo do mundo e fico descansando com meus cães...rs
    Abraços, um ótimo feriado pra você!

    ResponderExcluir
  14. Gostei da sua visita e achei fascinante seu blog.
    Estou te seguindo... espero que vc retribua também.

    Beijos...

    ResponderExcluir
  15. Obrigada pela visita ao nosso blog Jefh :) seja sempre muito bem vindo em nosso espaço.
    E nossa, admiramos muito pessoas que tenham esse dom para literatura como você, parabéns e muito sucesso no seu trabalho.

    ResponderExcluir
  16. Digo a verdade, SIM.
    Não merecia o descaso, NÃO
    O editor maltratou o filho do poeta – a sua poesia. Isso não se faz. Os maus tratos a um filho nunca se perdoam.
    Há, contudo, um pormenor, em que o editor revela um pouco da verdade – “Disse-me para voltar quando estivesse triste, magoado e com poemas de verdade”
    Com a sua larga experiência (deduzo) de editor ele sabe que é nos momentos de adversidade que o artista, seja ele qual for, produz verdadeiras obras-de-arte.

    Muito obrigada pela sua visita. Volte sempre. Pela minha parte passarei a visitar-te sempre que me seja possível.

    Uma santa e feliz Páscoa.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Minha resposta , creio , está no poema LITERATURA , que escreví há algum tempo.
    Busque-no no meu BLOG e , penso, entenderá como interpreto seu texto.

    ResponderExcluir
  18. Triste caso né ñ.
    Eu adoro poemas,e aqui na blogosfera eu encontro um mais lindo do q o outro.Fico impressionada com o talento dessas pessoas.
    De repente alguém escreve algo q vem lá de dentro e na mais pura sinceridade e ganha em troca um descaso assim.Complicado.
    Eu fiquei sentida.
    Enfim,eu vim te deixar o meu beijo e lhe desejar uma feliz Páscoa com muito amor e muita paz no coração.
    beijokas.

    ResponderExcluir
  19. olá amigo, como vai vc? Me pareceu o roteiro de um filme de drama de uma pessoa que no final acaba vencendo todos os obstáculos. Quando puder passe lá no meu blog, Bom feriado, abçs.

    ResponderExcluir
  20. Fernanda, eu vejo o seu sonho revelado, sua história de poesia na origem e sinto uma admiração enorme. Eu torcerei para você cavalgar livre, feliz, e vitoriosa por essa vida que temos. E torcerei ainda para lhe ver aqui muitas outras vezes rasgando estes comentários vigorosos. Abraço e muito obrigado!

    Jorge, obrigado por seu carinho e atenção. Abraço ao casal que escreve e sonha unido!

    Renato, obrigado, cara. Se eles querem a dor que a dor venha com a força de um furacão e devaste os corações sedentos por dor, mas que o poeta resista e coma do fruto da árvore da poesia e seja em verdade feliz e não triste. Abraço e obrigado!

    Zizi, que o teu pedaço de alpino venha e seja mastigado com fome, com desejo, com prazer. Que sua páscoa seja um monte alpino de chocolates deliciosos; e que nossa amizade que começa seja duradora e doce, doce como o chocolate!
    Zizi, vou retirar aquelas coisas que só atrapalham. Obrigado!

    Sonia Therezinha, minha cruel amiga devoradora de salgadinhos e tortas; judiaste de mim por pura maldade. (sorrio). Obrigado pelo delicioso comentário!

    Rô, mas que lugarzinho mais gostoso esse em que você descansa, eim! Obrigado e um ótimo feriado para você!

    Naty Araújo, obrigado pelo carinho e retribuirei sim. Abraço!

    Idéias Vestíveis, muito obrigado por seu elogioso comentário. Abraço e obrigado!

    Mariazita, que o poeta sofra em poemas e viva em plena alegria! Uma páscoa divina para você também. Muito obrigado por seu lindo comentário; acariciou-me. Abraço!

    Ivancezar, irei sim. Quero ver essa nossa identidade que se revela. Abraço e fico feliz por ter lhe remetido ao trabalho de outro tempo. Sabemos o quanto isso é prazeroso. Abraço!
    Pérola, minha querida jóia, não faz mal. O seu sincero carinho é remédio para qualquer descaso de letras. Obrigado, amiga!

    Obrigado, Daniel! Espero que o final seja tão feliz quanto lhe pareceu terminar. (sorrio). Obrigado pelo convite, será um prazer. Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Ai quanta sensibilidade,a dorei o seu comentário lá no blog, já me apaixonei...rsrs
    Nenhum poeta merece desdém. Cada letra que vem, vem da própria poesia, somos apenas seus instrumentos, tradutores dos sentimentos do mundo enterrados dentro dos homens.
    Que bom que agora podemos nos conhecer melhor pelas nossas letrinhas..
    bjokas

    ResponderExcluir
  22. rsrsr. amigos virtuais né...
    É pq não conheço outra forma de se conhecer uma pessoa como pelo que ela escreve, principalmente se for poesia...Agente acaba vendo por trás das letrinhas.

    ResponderExcluir
  23. Trouxe minha rosa pra ti, por que gostei muito do seu blog, venha fazer parte do meu jardim, será uma honra..
    abraços

    ResponderExcluir
  24. Gracias por la visita , nos esteremos viendo.

    Saludos

    ResponderExcluir
  25. Eu não sou um poeta, mas sou leitor de poesia e também no idioma Português, cuja musicalidade eu acho de grande beleza. Eu realmente gosto dos sonetos de Florbela Espanca. conozco pouco da poesia brasileira.

    Encaminhar para seguir o seu blog

    ResponderExcluir
  26. Veño obrigada pela súa visita. Tamén eu non falo a lingua de voçé, mais confío que me entenda. Nao sei cal é a raçao pela que os poetas teñen que ser tristes, mais é bastante común que sexa asim. Tamén é común que os editores sexan amargurados. Novamente, obrigada.
    (e as miñas disculpas pelo idioma, ainda que leo a Pessoa)

    ResponderExcluir
  27. Hola amigo!

    Gracias Por Tu Espacio del invitarme por Cierto que respira afecto buena en El Mucho y amistad.

    Tienes Una forma diferente a adentrarte en El Mundo de letras y me quererlo Las ha pecado y me encantó seductor han.

    Me cuenta que entre los blogs Nuestros fluyese la Comunicación.

    Las puertas estan ABIERTAS DE MI Apartado peer to peer en adentrarse en Ellas de Cuando yo desees y que son tan Propio.

    Un abrazo En Este Viernes Santo de Madrid, que es Día de las Naciones Unidas Cierto sol radiante.

    María del Carmen

    ResponderExcluir
  28. HOLA,,,
    YO HABLO Y ESCRIBO SOLO ESPAÑOL, PERO CON AYUDA DEL TRADUCTOR LO PUDE LEER,,,
    TENES BUENAS LETRAS, BUEN SENTIR, FELICIDADES,,,
    VOLVERE,,,
    ABRAZOS,,,

    ResponderExcluir
  29. Hola:

    Vengo a agradecerte Por la visita que ha hecho "un mi blog, y una huella Dejar tu, porque esta Manera, podía Venir al tuyo, El Cual me parece bastante bueno.

    Me mucho gusto la imagen ha.

    No debemos Dejar de sonar, porque en la Energía Mucha, dora es importante seguir las ilusiones Caminando en la Vida.

    Me quedo "Viendo Tus posts anteriores.

    Saludos cordiale.

    ResponderExcluir
  30. Não existe bom ou ruim....
    Existem pessoas diferentes, que a gente não combina, e simplismente não nos vemos no meio da multidão...
    E concerteza este que lhe mostrou o corredor escuro não foi quem combinou com vc...
    O seu trabalho é incrível, e vc sabe disso
    e seus amigos também sabem disso
    prq eles sim combinam com você...
    Importa a opinião alheia? Não, a não ser que lhe valha alguns tustões, talvez... mas nas entrevistas quais queres nem sempre passamos.
    Existem mais, certeza!
    Ótima páscoaaaaa \o/
    ;)

    ResponderExcluir
  31. Sinto sua dor e junto de ti a sinto.

    Você não a merece.. principalmente com esse jeitinho tão carinhoso.

    Parabéns, moço.

    Obrigada pela terna visita.

    Abraços,
    Poetíssima#

    ResponderExcluir
  32. Eu gostei do seu site, é uma pena que ao traduzir a poesia perdida, mas a essência de seus pensamentos são iguais.
    Foi um prazer visitar seu blog
    Obrigado pela sua visita
    cor Creative beijos

    ResponderExcluir
  33. Thanks for commenting on my blog!Yours is nice:)
    Have a fab day!



    Nuheila

    ResponderExcluir
  34. Sandra Freitas, obrigado por seu elogioso comentário, obrigado por sua doce amizade virtual, e obrigado por esta bela rosa que trouxe para o meu maravilhoso quadro de incentivadores! Abraço!

    Abuela Ciber, Soy yo quien le doy las gracias.
    Saludos!

    Txema, Txema, encantado de conocerte, será muy bienvenido. Los poemas y cuentos míos. Me alegro de que como el idioma Inglés. Me encanta el idioma español y estoy leyendo (traducido) Don Quijote. Estoy en el amor. Gracias!


    Mariajesusparadela, gracias. Entiendo un poco sí. Prefiero el poeta triste, puede resultar cierto, puede encontrar el más sincero dolor que alegría, quizás. Me encantó tu comentario. Busco otros muchos de su partido. ¡Estén pendientes!

    La Gata Coqueta, gracias por cuidar, gracias por las puertas abiertas y que su día es muy útil. Abrazo y nos vemos pronto!


    M @ r, gracias por los cumplidos. Espero que encuentre a veces más tiempo. Gracias!

    María, gracias! Me alegro de que le gustaba las imágenes son míos, los textos también. Espero que usted regrese. Gracias!

    Mateus Araujo, obrigado pela atenção e pelo carinho. O texto é uma ficção, mas como tudo que escrevo a base é o chão. (sorrio). Abraço e uma ótima páscoa para você também!

    Poetíssima, fico feliz que tenha sentido a leitura de meu texto, isso para mim é um prêmio, ainda ontem ouvi uma pessoa dizer na TV que o bom escritor consegue tornar real algo que não aconteceu, e acho que desta vez consegui. Estou muito feliz com os comentários. O seu é muito gracioso e amigo. Muito obrigado!

    Maria José, ei de aprender me expressar em outras línguas! Grato e agraciado por sua gentil visita. Abraço!

    Nuheila, thanks! That you also have a great day!

    ResponderExcluir
  35. Obrigado por sua gentil visita.
    Jefh, talvez o nosso mundo fosse outro sem tantos editores. Sua poesia é sensível e sem ela não haveria graça em desafiar os tais editores.

    "Pra viajar pelo cosmos não precisa gasolina" já dizia o Nei Lisboa.

    Parabéns e abraços,

    ResponderExcluir
  36. Tengo grabado tu dirección desde esta mañana para no perder el contacto con este tu blog y caer en ausencias.

    A partir de ya, eres muy bien recibido en mi espacio y espero serlo de igual manera en el tuyo.

    Un abrazo de afectos.

    María del Carmen

    ResponderExcluir
  37. Gracias Jefh por tu visita y por invitarme a tu espacio. Me ha encantado. Escribes muy bien, con mucho sentimiento y sensibilidad.
    Te escribo en español porque también dices no saber inglés, yo además hablo alemán por si pudieramos comunicarnos en ese idioma.. Yo no sé portugués, pero por suerte tenemos la ayuda de los traductores.
    Un cariñoso saludo

    ResponderExcluir
  38. Boa tarde amado.
    Vim te deixar mais um carinho rs.
    Feliz Páscoa meu querido.
    Um beijo grannnnnnnde.

    ResponderExcluir
  39. "Vamos, diga a verdade, somente a verdade e nada além da verdade."

    acho que é isso que nós realmente queremos, sempre!
    gostei ;)
    beijos

    ResponderExcluir
  40. Bienvenido al club
    de los que nunca alcanzan
    otra lluvia u otro pedestal
    que sus zapatos ahogados
    en tristeza insuficiente.

    Bem-vindo ao clube
    daqueles que nunca chegam
    outra chuva ou outro pedestal
    afogou seus sapatos
    insuficiente para a melancolia.

    ResponderExcluir
  41. Pérola, nossa querida jóia, feliz Páscoa para você e para os seus. Abraço e obrigado!

    Belkis, contamos con la ayuda de un traductor porque sólo hablan portugués. Gracias a Dios por el traductor! (Sonríe). Gracias por su atención amorosa y los invito a leer el texto que ofrezco a los demás que hablan el idioma español. Gracias!

    Samarav, sim, somente a verdade nos interessa. Obrigado por sua atenção. Abraço!

    Camino a Gaia, gracias por la bienvenida! Invitamos a conocer mi historia me acababa de publicar, que es un homenaje a todos los hermanos que se expresan en español.
    Hug: Jefhcardoso

    ResponderExcluir
  42. Boa noite amigo !
    - Não entendi teu comentário deixado no meu BLOG no conto o "ALFACE" , como se fosse vinculado ao comentário que postei neste teu texto ......... Veja bem , no meu comentário supra transcrito faço referência ao meu poema LITERATURA , para comentar o seu trabalho .... então não sei de onde saiu a conclusão da vinculação com o conto ALFACE ........ Poderia me esclarecer ???? - Abraço !

    ResponderExcluir
  43. Ivan, fui ao seu blog e falei como se deram os fatos, agora estou no aguardo. Abraço, amigo!

    ResponderExcluir
  44. Amigo,

    pessoas "insensíveis", embrutecidas pela vida, magoadas no amor, não se deixam atingir facilmente. Essa couraça por elas criada as protege(até certo ponto) da expressão de qualquer sentimento.

    O que sentem num quarto escuro e vazio quando estão sós,não sabemos... ou podemos tentar imaginar...

    Seu poema tocou minha alma. Senti um arrepio da cabeça aos pés e lágrimas brotaram de meus olhos.

    O que mais preciso dizer?

    Eu vi e senti a alma do poeta...a sua alma.

    Belo... belíssimo e tocante.

    Uma Páscoa de muita paz em seu coração.

    Com minha amizade e um grande abraço,

    Ianê Mello.

    ResponderExcluir
  45. Ianê, que lindo saber que toquei o seu coração, que lhe levei a comoção. Sabe, nessa nossa jornada em que escrevemos sempre e usamos o mesmo veículo para nossas emoções, eu aprendo a cada dia mais admirar-te. Beijo e meus votos da mais plena felicidade à esta sua alma amiga e sensível, linda! Abraço!

    ResponderExcluir
  46. No hay que perder los sueños por nada. Escribes muy bien, tienes una manera especial para llegar con tus escritos, nunca pierdas la fe y no permitas que nadie te apague la sonrisa. A seguir con estos trabajos que tienen estilo propio. Felicitaciones y Felicidades. Un abrazo. Te sigo.

    ResponderExcluir
  47. Meu português não é bom e o tradutor ainda é pior...
    Vim a ver-te e a desfrutar de teus textos..." Um homem comum sente de maneira especial, ao outro lado do mundo e será para meu um prazer seguir suas letras."
    Um beijo,

    A.

    ResponderExcluir
  48. oi, Jef, que bom que me mandou o teu endereço daqui!!! vim e gostei muito, muito, muito! espero seguir-nos!!!um gde abraço,

    ResponderExcluir
  49. Alma Mateos Taborda, cuánta atención y mucho amor!
    Has sido muy generoso. Me estremecía.
    Gracias, querido!
    Gracias!

    Andrea, a língua não lhe impediu de ser extremamente agradável. Muito obrigado, querida!

    Mira, estoy sonriendo con alegría. Me alegra que te haya gustado. Gracias y hasta pronto!

    ResponderExcluir
  50. Lamento decir que la traducción no es buena, pero el escrito es superador. Me encantó. Todos los que escribimos algo, por muy pequeño que sea, dependemos del lector y muchas veces éste no nos responde en la medida de nuestros deseos.
    Felicitaciones!

    ResponderExcluir
  51. Oi Jefh! Adorei o texto, e não merece não! Lindo! Me arrepiei e tomei as dores!

    Abraços

    ResponderExcluir
  52. Silvia Beatriz Giordano, su encanto para mí fue mágico.
    Gracias por tu cariño y atención. Esperamos verlos a otros tiempos.
    Gracias!

    Ana Fru Fru, (sorrio), que bom que gostou! Obrigado pela defesa! (sorrio novamente). Que bom lhe ver aqui! Abraço!

    ResponderExcluir
  53. Olá: Tenho lido várias coisas no meu blog e eu gosto que é uma pena que você não entende Português, mas, graças ao Google que pode se comunicar com o tradutor. Se você gosta e tem um poema irá enviá-lo para mim e para nossa revista online "Roots of paper" eu adicioná-lo ao seu amigo blog saudação.
    Xavier

    ResponderExcluir
  54. Xavier (Arvika), es un honor. Voy a preparar un poema/historia y traduzir en español. Haré mi mejor esfuerzo.
    Enviando al ser traducidos.
    Abrazo y nos vemos pronto!

    Atenciosamente: Jefhcardoso.

    ResponderExcluir
  55. Olá, Jefh!
    Venho pagar a visita, como se dizia... Fiquei mais do que feliz com ela . Obrigada!
    Este seu espaço é show!
    Neste texto, você faz o perfeito , o irrepreensível resumo da ópera...
    Parabéns!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  56. No entiendo muy bien el brasileño, pero me ha parecido una historia realmente bonita. Un cordial saludo desde España.

    ResponderExcluir
  57. Zélia Guardiano, fico muito grato com sua atenção. Quanto ao que disse sobre meu texto muito me agradou. Obrigado e um forte abraço!

    Max Birrax, es muy atento. Gracias amigo por su vista e atención. Gracias!

    ResponderExcluir
  58. Porque será que as pessoas não dão importancia aos textos que escrevemos? um dia uma pessoa me disse que talvez daqui uns cem anos meus textos tem valor, mas o valor tem que ter apenas qdo eu morrer? Não posso ser lida e admirada agora? entendo vc., abraços Myrian

    ResponderExcluir
  59. Myrian, não sei. Creio que a escrita transcende ao escritor. Creio que seja isso. Veja quantos imortais há. Abraço e obrigado por seu carinho e atenção!

    ResponderExcluir
  60. Sin la prisa cotidiana lo leo. Es madrugada negra, tan negra como el dulce café. Sus huellas poéticas hablan, sienten y conmueven.

    Gracias por existir.

    Un abrazo, Monique.

    ResponderExcluir
  61. Llego poeta para agradecerte tu visita a mi blog y al mismo tiempo disfrutar tu poesía, aunque no es para mi totalmente entendible por el idiona, si comprendo bastante y te digo que me ha gustado mucho, espero que uses el traductor y me la envies en castellano para poder disfrutarla mejor y darte mi opiíón que desde ahora te digo es magnifica
    Un abrazo
    Stella

    ResponderExcluir
  62. Monique, que es que me siento conmovido por su comentario. "Gracias por existir" es hermoso! ¡Salud!

    Stella, eres muy amable. Me siento honrado. Gracias!

    ResponderExcluir
  63. Bueno... No se portugués pero me aparecio un traductor de textos y obviamente no traduce muy bien, pero lei algo, me gusta la idea, ya que la belleza textual no la podria valorar me reservo el comentario. Espero siga escribiendo para deleitarnos!!! seguire intentando leer!

    ResponderExcluir
  64. Alvariño Díaz, gracias por su atención y amabilidad en continuar leyendo para mí a pesar del lenguaje es diferente. Gracias!

    Jefhcardoso

    ResponderExcluir
  65. Ninguém merece desdém, principalmente telentosos!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  66. Cantinho She,obrigado por seu comentário. Concordo com suas palavras. Abraço!

    ResponderExcluir
  67. É preciso ver o lado bom das coisas, por isso o nome do meu blg; ''CHOCOLATE MEIO DOCE" , tão conhecido como meio amargo. Ora, se é meio amrgo, porque não meio doce? Eu acho que tudo depende da perspectiva que se olha. Nem você, nem ninguém merece desdém. Um conselho: faz, como aquele sábio, das pedras que te atiram, monta o teu castelo. Lindo blog. (:

    ResponderExcluir
  68. Sim, estou montando o meu castelo. Obrigado por sua atenção e comentário. Abraço!

    ResponderExcluir
  69. Por incrível que pareça, os melhores poemas são feitos quando os poetas estão tristes.... até eu que sou uma pequena aprendiz, me pego escrevendo algo que possa ser lido por alguém, mas apenas na tristeza.

    Adorei a imagem.. que é incomparável.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  70. Jef..
    Adorei o ritmo da sua poesia.
    Quase fiquei sem respirar ou ler.
    Mas uma vc parabéns por mais esta escrita.

    Obrigada pela visita e pelo comentário em meu blog.

    Sobre a pergunta que vc me fez: A impressão é que produzo muito. Mas muitas daquelas fotos são de peças que ja não estão mais comigo.
    Outras claro, estão.
    No final do ano eu reuno as amigas aqui em casa e faço uma "reunião de amigos" para mostrar mostrar o meu trabalho. Estes amigos
    acabam trazendo mais alguém. Nesta epoca de natal eu vendo bem.
    Durante ao ano é pouco. Eu deixo algumas peças na loja de decoração de uma amiga aqui em sp.,
    deixo lá também os colares que faço de ceramica. A loja é de decoração..mas o que ela vende mesmo são os meus colares!! mulheres!!
    Uma vez ou outra alguém sabendo que eu sempre tenho algo em casa, me procura para comprar um presente.
    O custa é caro da ceramica. Ainda mais pra mim que não tenho uma estrutura ( torno, forno, plaqueteira ). Eu vou uma vez por semana numa olaria, uso o espaço para fazer e queimar as minhas peças. A pintura eu faço em casa. Com calma.
    Agora estou indo uma vez por semana num atelie de uma amiga hiper generoza. Ela me da dicas ótimas. E por ai vou indo...
    Mas eu tenho um sonho. De um dia fazer uma exposição. No momento eu não tenho material artistico para isso, mas vou ter. Um dia vou ter uma exposição.
    Fazer ceramica sai caro pra quem não tem estrutura. São as queimas, as tintas que não são baratas..o espaço..enfim...
    Mas vale a pena pelo prazer que me dá.
    Sei que escrevi muito neste seu espço, mas vou te contar só dois fatos para vc entender pa q ceramica me deixa tão feliz.
    A mãe de uma amiga, numa dessa visitas em casa do final do ano comprou varias peças. E comprou uma pessoal pra ela. Ela me chamou de canto e me confidenciou. Desde que perdi meu marido, isso a dois anos, eu nunca comprei nada pra mim. Perdi o prazer. Esta sua peça é a primeira coisa que compro pra mim, depois que meu marido morreu. Imagine que felicidade a minha.
    Outra amiga..comprou uma peça verde..super bonita..e me disse: to pintando a minha casa. Acho que vou pitar a sala de verde para combinar com sua peça.
    Claro que eu não acreditei.
    Passou um tempo ela me cpnvidou para um café. Para mostrar a sala nova. Imagina a cor que ela pintou? De verde. E tem mais histórias.
    é Isso...Desculpa por ter escrito tanto no teu espaço de comentario...
    Um abraço,
    Ma Ferreira

    ResponderExcluir
  71. Ah! meu amigo Jefh...então vou falar a verdade...não saberia mentir, e nunca quis aprender... A VERDADE É QUE VOCÊ ESCREVE MUITO BEM, SEJAM CRÔNICAS OU POESIAS!!! Até hoje gostei de tudo que li aqui, mas se um dia acontecer de não gostar, saiba que também vou dizer...Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails