Amigos

sexta-feira, dezembro 18, 2009

Projeto "Um Milhão de Amigos": Sigam-me os bons.



Noto que com meu trabalho de escrita e divulgação este blog tem se tornado um espaço modesto de alcance comunicativo.
Nos últimos dias tenho recebido uma média superior a 80 visualizações ao dia, o que não é muito se comparado aos blogs de outros anônimos que apresentam indicadores impressionantes; só para ilustrar contarei que encontrei um que possui 175.668 “seguidores” – isso não é incrível? (prometo falar deste blog um pouco mais adiante)

Quando decidi ir a campo, realizar visitas aos blogs e comentar, fiz com a finalidade de atrair atenção para meus textos; sai seguindo a seta que diz próximo blog>>, bem no alto da pagina do meu blogspot (as listas com os blogs mais acessados não guardam pessoas tão “acessíveis” que possam retribuir uma visita de um anônimo, por isso preferi seguir a seta ao acaso; “grata surpresa eu tive nos blogs que não constam nas listas de mais acessados [sorrio])!”

Nesta “viagem ao mundo dos blogs” um pensamento germinou em minha mente germinativa e começou a criar raízes para dentro de meu cérebro.
“O blog é uma extensão da pessoa, é o pensamento vivo e ativo”.
Ficaria dentro da cabeça (ou como disse o escritor de blog, Felipe Paiva, dentro da gaveta), se não fosse à internet a oferecer esta ferramenta de veiculação dos pensamentos. (Não tenho a menor dúvida que é este o mais legítimo movimento literário de vanguarda. O escritor de blog é o que há de mais moderno em termos de literatura, assim como o editor de blog é o que há de mais legítimo e atual em termo de comunicação)


Tudo começa pela decisão de fazer um blog; os motivos são os mais variados possíveis; há quem crie um para homenagear alguém, outro como uma forma de levar informações a um determinado grupo já existente no mundo “presencial”, um outro para desabafar, outro para ganhar dinheiro, outro para reconquistar, outro para se vingar...e por aí vai sem fim.

O próximo passo seria a escolha do nome; algo que vem logo após a decisão de criar; é algo que proporciona imenso prazer. Um exemplo: conheci uma moça, Winkle, que criou o “Farrapo de Nuvens”; indaguei de onde teria vindo nome tão poético, então ela convidou-me a visitar suas primeiras postagens; fui, e na primeira postagem descobri que o blog havia sido criado com a finalidade de manter contato com um grupo de amigos, umas seis pessoas, de uma maneira bem especial e na segunda postagem do blog descobri que a moça concebeu aquele nome quando, tensa, de sua poltrona dentro de um avião, fotografou as nuvens visíveis de sua janela na aeronave; Farrapos de Nuvens.

Depois se trabalha o modelo do blog; em alguns casos a pessoa apanha um pouco ao realizar a formatação, conforme ocorreu comigo (riso); quem já possui alguma experiência de internet obviamente leva vantagem.

Bem, mais adiante vem a postagem; isso é fantástico; é a semente depositada dentro da cova na terra.

Por último a pessoa aguarda, ou sai ávida na busca aos leitores; se terá leitores ou não, essa é outra questão; mas todo aquele que faz um blog quer...atenção.

Nesta minha viagem tenho visto coisas fantásticas. O movimento não possui limites, é incomensurável sua possibilidade criativa; há quem poste textos de autores consagrados, o que de certa forma revitaliza a literatura; há autores desconhecidos a criar obras fantásticas; há quem exponha imensa sinceridade quando se expressa e isso resulta em algo belo; tudo é valido neste movimento sem limites.
O movimento em si próprio é incomensurável. Nunca se criou tanto em termos de literatura em todo o mundo; proporcionalmente nunca um tipo de literatura ganhou tantos leitores como o blog; e não venha me dizer que o jornal é mais lido que a totalidade dos blogs, pois há uma quantidade imensa de leitores de blog para cada leitor de jornal, uma vez que cada leitor de jornal é também um leitor de blog, quando o contrário desta regra não se aplica, ou seja, o leitor de blog nem sempre se interessa pelo jornal, uma vez que pode ter outras formas de mídia pelas quais se interesse.
Impulsionados até mesmo por um único leitor que entre e comente (seja no blog, por email ou pessoalmente, como acontece várias vezes comigo, por exemplo), o escritor do blog terá um estimulo adicional que acabará potencializando a capacidade criativa deste escritor.

Quero dizer também que, comoveu-me profundamente os blogs solitários, com belíssimas ou modestas postagens, nenhum seguidor, nenhum comentário e acredite; mesmo assim, o escritor desses blogs não desiste e continua produzindo e postando com carinho e sinceridade; isso é o sonho, amigos; é o sonhar!
*

16 comentários:

  1. Oi Jefh,
    vim, ver o seu post, obrigada pela referência.

    Não vejo qualquer problema em falar do meu blog ou usar mesmo a minha foto até porque o fez para elogiar todos os bloggers que andam por aí.. pelo que o considero de facto um elogio.
    Concordo, quando diz que as listas com os blogs mais acessados não guardam pessoas tão “acessíveis” que possam retribuir uma visita de um anônimo... São mesmo nos blogs menos visitados ou menos comentados , que aguardam as pessoas que depois retribuem as nossas visitas e que geram uma corrente de ideias, por vezes bastante interessante ou até inovadoras.

    Uma vez mais obrigada pela referência e continue sempre a sonhar =)

    wwwwinkle.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Sou eu quem lhe agradece. Agradeço por ser sempre tão atenciosa e por ceder de tão bom grado a sua foto.
    Quanto a sonhar...(sorrio)
    Abraço: Jefhcardoso.

    ResponderExcluir
  3. Eu posto em todo o canto, a principio eu queria ser conhecida pelos poemas, queria ser lida por um monte de pessoas, tb quero isso, mas quero que pessoas me leem e sinta o que eu escrevi.Meu nome do blog"Alma Encantada" se deve a minha alma se encantar com as poesias da vida,tenho outro que se chama Andarilha, que é o que eu sou, uma andarilha na net.
    Por causa de nossa conversa ontem escrevi algo no recanto, abraços...Myrian

    ResponderExcluir
  4. Myrian, obrigado por sua visita e comentário. Verei o seu texto no recanto das letras.
    Abraço: Jefhcardoso.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o texto..bastante realista!
    Impressionante os talentos que se escondem por detrás de um monitor..benditos blogs que os abrem as portas da alma!

    ResponderExcluir
  6. Worstenemy, obrigado por seu carinho e atenção. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Vim retribuir e mais que isso , agradecer sua visita no meu humilde caldeirão. Adorei suas idéias. abraço grande e muito, muito sucesso.

    ResponderExcluir
  8. VISITEI O TEU BLOG, 'UM MILHÃO DE AMIGOS" ADOREI SOBRE OS BLOGS SOLITÁRIOS EU SOU UMA, ESCREVO BOBAGENS SÓ PARA PASSAR O TEMPO PEGO NO PÉ DAS MINHAS FILHAS PARA ME SEGUIREM MAS Ñ DEU EM NADA. BOA SORTE AMIGO ACHO QUE TEU BLOG VAI TERMINAR EM LIVRO.

    ResponderExcluir
  9. Cladeirão da Mirr@, sou eu quem agradece. Grande abraço

    Variedades, olá! Prazer te ver aqui! Fiquei muito feliz com sua visita. Você é gentil e atenciosa. Sabe, vou lhe confessar já que comentou o assunto: eu sonho em um dia publicar um livro. [sorrio]. E sobre as postagens que pomos em nossos blogs, tudo vale a pena, nada que vem do coração é bobagem.Boas blogagens, pra você, linda!

    ResponderExcluir
  10. Olá querido, é um prazer ter sua visita, e também passar pelo seu blog, com um conteúdo tão bom... ja virei fã...e seguidora tbm, beijos fique com Deus.

    ResponderExcluir
  11. Você escreve muito bem...e este teu relato sobre blogs é bastante oportuno neste momento p mim que estou iniciando esta aventura...Claro que queremos atenção p o que fazemos , mas sinceramente a relização em si já nos proporciona um enorme prazer..obrigada pela atenção. Quando vc. comentou eu ainda estava na fase acerto e erro, porisso a postagem sumiu.Agora defini, e, daqui p frente vamos ver no que dá. Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Desculpe, mas não acho que somos "blogs solitários", pois ter um milhão de seguidores não quer dizer que eles voltam sempre.Posso colocar meu retrato no seu blog como "seguidores", e nunca mais visitá-lo.E ter uma boa "estatística", também não quer dizer que seu blog é o máximo,pois basta procurar uma palavra no google que sobe a estatística.O bom é ter um milhão de amigos, independente de blogs... Mas uma vez, desculpe. Abraços.Ilce.

    ResponderExcluir
  13. Bom noite querido amigo,mais uma visita e sempre saio daqui agradecendo ao Senhor da Vida...acredito sem dúvida algum que você terá um milhão de amigos...MERECE!!! Em relação ao seu comentário, sempre gentil, no meu Blog, posso dizer também que faço parte da "turma" dos "corujinhas" que amammmmmmmmm muito seus "filhotes", nesta existêcia me deu Deus a oportunidade de uma filha, mas vou adotando pelo caminho filhos alheios, carentes de mãe, em alguns momentos...Que seja cada dia mais abençoada tua familia, não há maior riqueza do que um lar aquecido pelo amor e pela fé!!! Um grande abraço, muita luz na tua vida!!!

    ResponderExcluir
  14. Olá bom dia!

    Adorei ler seu texto sobre maneira como falas dessa forma de contacto (virtual,blogs).Ainda estou começando,sou meio analfabeta (kkkkk..) mais vou aprender.
    Quero poder dizer-lhe aqui,que com certeza vc já leu muito ,porém vale reforçar. Adorei poder ter aberto minha página e poder encontrar alguém que não conheço falando algo sobre minhas "artes". Quero aprender mais,na verdade tudo acaba se transformando aprendizagens na vida da gente.
    Tenha um excelente dia e não esueça de dar uma passadinha de vez em quando.
    abçs

    ResponderExcluir
  15. Oi Jeferson! Fantástico esse texto,realmente tudo isso é verdadeiro...Vc está sendo uma referência para os blogueiros,principalmente para uma que ainda está "engatinhando" como eu. Tenho muito o que aprender mas creio que Deus me conduzirá e me capacitará para que siga adiante mesmo sem o "Saber" dos grandes blogueiros. Quem deve sobressair no Caminhar na Misssão é Jesus,pois DELE nasce tudo e finda tudo.Obrigada por sua força e continue nessa "linha de ação " que vc irá longe! Que Deus seja a ROCHA de sua vida!Um forte abraço! Hj postei mais um de seus textos. Vá lá!

    ResponderExcluir
  16. Grata satisfação em trocar duas ou três falas contigo, que vez por outra me faz lembrar... Onde andará aquele Jefh que se escreve com peagá? Se o encontro é porque se expõe, e sim, isso é realmente corajoso!

    Você é o doce do doce o suco da melancia o gás do refrigerante o melado da cana, para cada um que se atreve.

    ResponderExcluir

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails