Amigos

segunda-feira, outubro 12, 2009

CARTAS A TAS (55 de 60) - NA TERRA BATIDA DA CADEIA



Ituverava, 18 de outubro de 2009

Cocão, meu velho, o que poucas pessoas sabem é de sua aptidão para o esporte bretão, que arrasta multidões por toda extensão continental de nosso Brasil a fora.

Certo é que, fora um verdadeiro demônio com a bola nos pés, meu amigo. 


Em outra carta, uma de número 19, cheguei a mencionar sua habilidade para conduzir a gorduchinha no campo das memoráveis peladas, velhaco. Sócrates nunca admitiu, mas foi com você que o doutor Magrão aprendeu a valer-se do calcanhar para ludibriar os adversários.


Você, seu matreito, possuía um bom chute de direita, mas era com a perninha esquerda, torta e forrada de densos furúnculos, alguns já adormecidos e outros plenamente ativos, perna forrada de perebas sobre perebas e banhada em pus,  que impunha o mais pleno terror aos goleiros de nossa época. Eles tremiam nas bases com seus potentes chutes a qualquer distância que fosse do gol. Era imprevisível o seu arremate, brejeiro. Com o semblante fechado, a cara contorcida em ódio, a arcada inferior projetada à frente e com os incisivos da base à mostra, punhos serrados, lá vinha o golpe furioso. A bola zunia. Infeliz do goleiro que cometesse a imprudência de interpor-se entre o gol e sua trajetória.


Lembra daquela ocasião em que derrubou o travessão com uma bolada violentíssima, quando jogávamos contra o time do Bicão? O goleiro, Pipão, tem problemas para lembrar fatos mais antigos e até os do dia de hoje. Ficou, por assim dizer, meio desmemoriado, lerdo, aéreo e fora de área, às vezes.


Mas a recordação que ficou mais viva em minha mente foi daquele jogo em que recebíamos o time da Vila São Jorge para disputar um mini torneio que o locutor Argemirão havia organizado para a molecada. As canelinhas finas chispavam umas contra as outras em meio à névoa que se erguia no campão de terra batida da antiga cadeia. Das celas, estendiam-se as mãos dos presidiários, que se divertiam fazendo movimentos a fim de aterrorizar os meninos mais medrosos, como eu, no caso.


A partida caminhava para seu final. Vencíamos por 2X1, resultado que nos tornaria campeões; lembra? O jogo estava muito disputado. O time da vila não parava de dar sufoco. Foi então que o treinador, sr. Diorgenes, chamou-lhe a um canto para conversar. No lance seguinte, já no campo do adversário, você correu para a bola e deu uma bicuda que a lançou para o lado de fora da cadeia; já havíamos usado esta estratégia por diversas vezes como recurso de finalizar a partida enquanto o placar ainda nos fosse favorável.


Você, Cocão, propôs-se a apanhar a bola e saiu em disparada rumo a rua José Sandoval. Apanhou a bola, precipitou-se para dentro de um bueiro e saiu apenas quando lhe avisamos que o time adversário havia desistido de esperar o retorno da única bola do jogo. Isso ocorreu quatro horas depois da sua bicuda. Foste um herói naquele dia como em tantos outros.


Comemoramos à grande. Tomamos muita guaraná maçã com pururuca artificial por conta do treinador sr. Diorgenes, lá na venda do seu Tóti Custório. Bons tempos aqueles! Bela jogada, parceiro!

4 comentários:

  1. eeee jefersommmmm cumpriu seu sonho..heheheheh mais vc ja ta qze igual a ele....calvo e escritor...hehehhehe abraço

    ResponderExcluir
  2. Heinnnn, amigo, que chic, do lado de uma celebridade... E olha que eu estou falando com o Tas... rsrssrssrsr.... Não, agora é sério, Jeferson, ficou legal a foto, e o blog tá show! Abrassss, me add no msn, depois te passo, ok?! Até mais!!! Wellington (TOM GALEGO)

    ResponderExcluir
  3. Ft.Rafaela Juliana15 de outubro de 2009 02:10

    Eh Dr Jeferson , foi o presente do dia do Fisioterapeuta!!!! virou celebridade , ou melhor nos contos da vida e tanto no seu trabalho profissional és uma celebridade !!!Adorei a Foto , fiquei feliz por vc e o Blog está de Parabens !!!
    um abraço !!!

    ResponderExcluir
  4. E a Jeferson ficou legal a foto em hehehe agora tem q escrever uns contos pra nos!!! haha abraços

    ResponderExcluir

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails