Amigos

quarta-feira, outubro 21, 2009

Cartas a Tás (59 de 60) "O Meio"



Ituverava, 21 de outubro de 2009.
O desafio ao qual me propus não foi qualquer coisinha que se faça em um final de semana, eram 60 textos e mais de 60 fotos.
Como sabe, Cocão, sou pai de família, sou um profissional liberal com uma carga horária que dura o período em que se vê a luz do dia até o cair das primeiras trevas noturnas, e meu trabalho, apesar de eu gostar, não é bolinho; inicio o dia dentro de uma unidade de terapia intensiva e no restante do tempo visito as famílias ituveravenses com o propósito de levar qualidade de vida, com as minhas mãos e conhecimento, aos seus entes enfermos.
O que me resta de tempo não é algo que se diga: “como este sujeito possui tempo!”
Mas é isso, desafio é desafio. Tive meus percalços, andei meio abandonado por alguns dias, esquecido pelos amigos, mas para minha surpresa angariei leitores. Você crê, amigo? Hoje tenho mais de 2100 visualizações contabilizadas a partir do dia 20 de maio de 2009, ocasião em que instalei a ferramenta que registra as visitas ao meu blog. É bem verdade que não são comentaristas meus visitantes, mas são leitores.
Durante este período em que escrevi as cartas conheci diversas pessoas fantásticas, que me motivaram grandemente através de seus ensinamentos espontâneos nas situações mais corriqueiras.
Dona Lucília Junqueira, detentora de um prêmio Jabuti, disse-me: “Você leva jeito para a escrita, rapaz.”
Galeno Amorin, fantástico jornalista que possui um trabalho visceral para a leitura em nosso país, é ele o coordenador do maior estudo de comportamento leitor da população brasileira, parafraseando alguém, que não lhe ocorreu o nome na ocasião, disse-me: “Não somos nós que escolhemos a arte, mas ela é quem nos escolhe”. Decorridos alguns dias Galeno ainda me enviou um e-mail perguntando: “Como está comercializando seus textos?”. Ao que pensei: “Quem me dera!”
Um amigo meu, o Dedé da Santa Casa, também me ajudou muito; foi quem me abriu os olhos para o grande alcance de comunicação das imagens em contraposição aos textos, ele disse-me: “Uma imagem pode falar por mil palavras.” E foi após isso que decidi valer-me de minha modesta câmera amadora para ilustrar meus textos com as fotos de nossa cidade, conterrâneo.
Em fim, ficaria aqui por muitas horas rendendo agradecimentos a várias pessoas que de algum modo contribuíram para meu ânimo e aperfeiçoamento de meu projeto.
Longo caminho, porém, repleto de fantásticos amigos, boa caminhada (riso).

3 comentários:

  1. Em uma mescla de comentarista e escritor, o blog foi o meu primeiro grande achado quando comecei a me aventurar pelo mundo da literatura na internet. Com um estilo descontraído, mas com análises criteriosas quando necessário, encontramos no blog curiosidades em geral, ferramentas e indicações úteis para leitura na internet e claro, algumas opiniões quase filosóficas deste escritor amante da cultura de nossa cidade.

    Parabéns pelas fantásticas junções entre palavras..

    Ass.. Dedé

    ResponderExcluir
  2. Meu caro amigo
    Como diria Jô Soares que certa vez fora entrevistado no programa Roda Viva da TV Cultura à respeito do seu livro "O Xangô de Baker Street" e Boris Casoy que estava na bancada perguntou-lhe que horas que ele escrevia o livro devido à grande atribuições do mesmo então ele respondeu:
    Boris... a gente só não tem tempo para aquilo que a gente não está com vontade de fazer... quando a criança está brincando ela não quer comer, não quer tomar banho porque brincar é o mais importante então eu levantava de madrugada e pensava... é nao vai dar para esperar até amanhã vou ter que levantar e ir lá mudar aquela frase agora...
    Carpe Diem amigo, vai fundo
    Abraço Étore

    ResponderExcluir
  3. Bem diz a sabedoria popular: "Quem quer arranja tempo, quem não quer arranja desculpa".
    Parabéns pala foto com Tás (sou fã), pelos comentários renomados e pelos prosaicos a cerca de seus escritos, de seu talento, parabéns pelos contatos, amizades, reconhecimento, pelo amor e apoio de sua companheira. E ainda que nada disso houvesse acontecido: mtos acesso, contatos e elogios, escrever, registrar, compartilhar seus pensamentos, devaneios, opiniões, realismos e romantismo já é de grande valia.
    Obrigada pela vista em meu blog e pelo coment.
    Sucesso, renovação das folhas nos outonos, fortalecimento nos invernos, florescer nas primaveras, lumiar nos verões.
    “O arvoredo mais corpado já foi uma humilde semente.” Lilinha Fernandes

    Tina Couto
    http://blogdtina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente. É isso que o autor espera de você, leitor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails